Sanepar (SAPR4) registra lucro de R$ 256 mi (+17,7%); receita é de R$ 1,25 bi (+13,4%)

Felipe Moreira
Felipe Moreira é Graduado em Administração de empresas e pós-graduado em Mercado de Capitais e Derivativos pela PUC - Minas, com mais de 6 anos de vivência no mercado financeiro e de capitais. Apaixonado por educação financeira e investimentos.
1

Crédito: Reprodução/Wikimedia

A Sanepar (SAPR4) reportou um lucro líquido de R$ 256 milhões no primeiro trimestre de 2020, um aumento de 17,7% sobre o resultado do mesmo período do ano passado.

Segundo a companhia, o resultado foi influenciado principalmente pelo crescimento da receita líquida.

A margem líquida ficou em 20,5%, um crescimento de 0,7 ponto percentual.

O retorno sobre o patrimônio líquido (ROE) alcançou 17,7% no trimestre, o que representa um avanço de 1,9 p.p.

A receita líquida atingiu a cifra de R$ 1,246 bilhão no período, um desempenho 13% superior ao primeiro trimestre de 2019.

O resultado financeiro foi uma despesa de R$ 52,8 milhões, um aumento de 15,3% sobre as perdas do mesmo período de 2019.

A Sanepar explica que o resultado foi impactado negativamente principalmente pela contabilização de despesas de ajuste a valor presente sobre ativos financeiros contratuais no montante de R$ 11,1 milhões, impactado principalmente, pela alteração do prazo de vida útil dos Itens Reatores (RALF’s/UASB) de 60 anos para 40 anos.

Ebitda atinge R$ 520,9 mi (+15,1%)

O lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebtida) somou R$ 520,9 milhões, uma elevação de 15,1%. A margem Ebtida ficou em 41,8%, alta de 0,6 ponto percentual.

O resultado operacional totalizou R$ 434 milhões, um avanço de 17,2%. Já a margem operacional atingiu 28,4%, alta de 0,9 ponto percentual.

Dívida líquida cai 4,9%

A dívida líquida da Sanepar encerrou março em R$ 2,660 bilhões, uma redução de 4,9%.

A alavancagem financeira, medida pela relação dívida líquida / Ebtida, ficou em 1,3 vez no final do primeiro trimestre, baixa de 0,2 p.p. em relação ao final do primeiro trimestre de 2019.