São Martinho (SMTO3) registra lucro de R$ 331,89 mi no 2TRI da safra 2020/21

Regiane Medeiros
Economista formada pela UFSC. Produz conteúdo na área de mercado de capitais, finanças pessoais e atualidades.
1

Crédito: São Martinho

A São Martinho (SMTO3) reportou um lucro líquido de R$ 331,89 milhões no segundo trimestre do ano safra de 2021.

No mesmo período do ano imediatamente anterior, a companhia havia registrado um lucro de R$ 61,98 milhões.

No acumulado dos seis meses de 2021, o lucro registrado é de R$ 447,6 milhões, alta de 191,7% ante o mesmo período do ano imediatamente anterior.

Perdeu a Money Week?
Todos os painéis estão disponíveis gratuitamente!

O resultado financeiro foi uma despesa de R$ 150,4 milhões, superior em 87,7% quando comparada ao mesmo período do ano anterior.

Receita avança 20,2%

A receita líquida atingiu R$ 925,5 milhões no período, um aumento de 20,2% na base anual.

O resultado é decorrente, principalmente, do melhor preço médio de comercialização de açúcar (+9%) e etanol (+6%), além do maior volume de vendas de açúcar no período (+74%).

No acumulado semestral, a Companhia registra uma receita de R$ 1,95 bilhão, alta de 28%.

O aumento no semestre foi “devido, principalmente, ao maior volume vendido de açúcar (+84%) a preços superiores (+14%) em relação do 6M20”, informou a Companhia.

Ebitda da São Martinho sobe 22,8%

O lucro antes de juro, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) ajustado somou R$ 476,24 milhões, um aumento de 22,8%.

Ao mesmo tempo, a margem Ebitda atingiu 51,5%, alta de 1,1 ponto percentual.

Já o Ebit ajustado da São Martinho somou R$ 214,74 milhões no segundo trimestre de 2021, uma elevação 29,1% no ano.

Enquanto a  margem Ebit Ajustada ficou em 23,2%.

Investimentos

A São Martinho investiu R$ 249,93 milhões no segundo trimestre de 2021.

Os aportes foram destinados principalmente para o efeito sazonal relacionado ao adiantamento do período de colheita.

Já o capex de expansão somou R$ 3,4 milhões no segundo trimestre, o que representa uma redução de 90,3% em relação ao mesmo período da safra anterior.

O capex de manutenção da Companhia somou R$ 230,5 milhões, um aumento de 11,5% comparado ao mesmo período da safra anterior.

Dívida

A dívida líquida da São Martinho encerrou o segundo trimestre em R$ 2,9 bilhões, estável em relação ao trimestre anterior.

A alavancagem financeira, medida pela relação dívida líquida / Ebitda ajustado, ficou em 1,38 vezes no final do trimestre, contra 1,55 vezes no trimestre anterior.