Santander (SANB11) lucra R$ 4,34 bilhões no 3TRI21, alta de 12,5%

Regiane Medeiros
Colaborador do Torcedores
1

Crédito: Reprodução Santander

O Santander (SANB11) registrou um lucro líquido de R$ 4,34 bilhões no balanço do 3TRI21, equivalente a um aumento de 12,5% quando comparado ao mesmo período de 2020.

A carteira de crédito ampliada do Banco, que inclui as outras operações com risco de crédito e avais e fianças, atingiu R$ 526.488 milhões, incremento de 13,1% no ano.

O índice de inadimplência superior a 90 dias aumentou 0,37 p.p. no ano e atingiu 2,4% em setembro de 2021 e cresceu 0,18 p.p. comparado ao 2TRI21.

O índice de Basileia do Santander (SANB11) atingiu 14,3% em setembro de 2021, queda de 0,6 p.p. no ano.

Principais números do 3TRI21 para o Santander (SANB11)

Lucro líquido

  • Lucro 3TRI21: R$ 4,34 bilhões
  • Lucro 3TRI20: R$ 3,85 bilhões

Receita de prestação de serviços

  • Receita 3TRI21: R$ 4,83 bilhões
  • Receita 3TRI20: R$ 4,26 bilhões

Receita de prestação de serviços avança 13,4%

A receita de prestação de serviços do Santander (SANB11) apresentou um aumento de 13,4% na base anual, atingindo R$ 4,83 bilhões.

Desse montante, R$ 1,25 bilhão foi para a receita com cartões, que cresceu 31% em doze meses e 9,5% em três meses.

Já as receitas de serviços de conta corrente alcançaram R$ 975 milhões, queda de 4,6% em relação ao mesmo período do ano passado, em razão, principalmente, do crescimento da transacionalidade via PIX.

Comissões com seguros somaram R$ 892 milhões no período, incremento de 19,7% no ano em decorrência da maior produção, principalmente no canal digital.

Por fim, as receitas de administração de fundos, consórcios e bens totalizaram R$ 341 milhões, expansão de 30,1% no ano, refletindo maiores resultados tanto de consórcios, em função das maiores produções, como de receita de administração de fundos, por performance e pelo aumento do volume de 4,1% no ano.

Margem Financeira

A margem financeira bruta atingiu R$ 14,617 bilhões no terceiro trimestre, alta de 17,6% em doze meses e 8,9% em três meses.

Ao mesmo tempo, a margem com clientes cresceu 14,8% no ano e 5,4% no trimestre.

Segundo o Santander (SANB11), esse resultado foi influenciado principalmente por maiores volumes.

A margem com mercado aumentou 32,8% em doze meses e 29,4% em três meses, devido a maiores receitas com operações de mercado.

Confira os principais destaques do Santander (SANB11)