Santander (SANB11) tem alta de 1,4% no lucro no 1TRI

Felipe Moreira
Especialista em Mercado de Capitais e Derivativos pela PUC - Minas, com mais de 8 anos de vivência no mercado financeiro e de capitais. Certificações: CPA-10, CPA-20 e AAI. Apaixonado por educação financeira e investimentos.
1

Crédito: Santander

O Santander (SANB11) registrou um lucro líquido de R$ 4,012 bilhões no primeiro trimestre de 2021, crescimento de 1,4% em relação ao mesmo período do ano passado.

A rentabilidade medida pelo ROE atingiu 20,9% no trimestre.

Atingir um patrimônio de R$ 100 mil é para poucos, saiba quais são as melhores atitudes e aplicações para multiplicá-lo

A margem financeira líquida foi de R$ 10,261 bilhões no período, crescimento de 11,1% na base anual.

Já margem bruta somou R$ 13,422 bilhões, aumento de 6,1% em relação ao mesmo período de 2020.

As despesas reduziram 0,5% no ano e o índice de eficiência alcançou 35,2%, melhor patamar histórico.

O Santander encerrou março com 2.119 agências, 140 a menos do que um ano antes. O número de funcionários também reduziu, passando de 47,1 mil para 44,8 mil.

Crédito

A carteira de crédito totalizou R$ 424,7 bilhões em março, com destaque para a carteira de pessoa física.

A carteira de crédito ampliada somou R$ 497,5 bilhões no primeiro trimestre de 2021, elevação de 7,4%.

O resultado de provisão para créditos de liquidação duvidosa somou R$ 3,161 bilhões, redução de 7,7% no ano, com custo de crédito de 2,6%.

O índice de inadimplência acima de 90 dias alcançou 2,1%, abaixo dos 3,0% registrados há um ano.

Receita 

A receita de prestação de serviços e tarifas atingiu R$ 4,852 bilhões no período, uma elevação de 8,2% na comparação anual.

De acordo com o Santander, o resultado foi impulsionadas pela boa performance da margem financeira e de comissões, suportadas por maior transacionalidade.

O resultado operacional somou R$ 6,514 bilhões, alta de 17,8% na comparação com igual período de 2020.

Balanço Patrimonial

Os ativos totais atingiram R$ 978,150 bilhões em março de 2021, queda de 2,2% no ano.

Conforme o Santander, o movimento se deve ao saldo de Outros Créditos, após a aprovação da cisão parcial do Santander Brasil em 31 de março de 2021, resultando na segregação das ações de sua propriedade emitidas pela Getnet.

Sendo assim, o saldo da carteira da Getnet não foi considerado no fechamento de 31 de março de 2021. O patrimônio líquido atingiu R$ 77,763 bilhões em março de 2021.

A carteira de títulos e valores mobiliários alcançou R$ 264,385 bilhões em março de 2021, alta de 10,7% em doze meses, atribuído ao crescimento do saldo em títulos públicos.

Planilha de Ativos

Um dos principais exercícios para a compra de uma ação é saber se ela está cara ou barata. Para isso, preparamos um material especial para ajudá-lo nesta análise.

Confira os destaques do balanço do Santader (SANB11):