Saneamento já tem quase 25% de inadimplência, diz Valor

Regiane Medeiros
Economista formada pela UFSC. Produz conteúdo na área de mercado de capitais, finanças pessoais e atualidades.
1

Crédito: Unsplash

Segundo o jornal Valor Econômico, as empresas de saneamento básico públicas e privadas já registram uma inadimplência de quase 25% por parte de seus consumidores. Só as estatais registraram uma taxa média de 23,91% até a semana passada. Ao mesmo tempo, nas empresas privadas o índice é de 25%.

No levantamento publicado pelo Valor, estima-se que a arrecadação do setor tenha queda de 48% no segundo trimestre de 2020. Por esse motivo, desde o início da pandemia, as empresas do setor se uniram para buscar apoio junto ao governo federal.

Dessa forma, na CEF, principal banco financiador de saneamento do país, a reivindicação é sobre uma suspensão temporária do pagamento de dívidas e juros. Além disso, as companhias de saneamento buscam junto ao BNDES a criação de uma linha de crédito para capital de giro. Além de solicitarem a prorrogação do pagamento de impostos, como PIS e Cofins. As informações são do Valor.