Salário mínimo de 2020 pode ser corrigido pela inflação

Regiane Medeiros
Economista formada pela UFSC. Produz conteúdo na área de mercado de capitais, finanças pessoais e atualidades.
1

Crédito: Foto pública

O salário mínimo de 2020 pode ser reajustado para garantir a recomposição da inflação do ano passado. A notícia foi dada pelo presidente Jair Bolsonaro e tem a simpatia do ministro da Economia, Paulo Guedes.

Isso porque o salário mínimo foi fixado em R$ 1.039, com alta de 4,1%. Dessa forma, o ajuste de 2020 ficou abaixo do Índice Nacional de Preços ao Mercado (INPC) de 2019, de 4,48%, utilizado como base para correção do salário mínimo.

Agora, se o salário mínimo deste ano receber o mesmo reajuste de 2019, o valor subirá para R$ 1.042,71. Com isso o custo adicional do governo deve girar entre R$ 2 bilhões e R$ 3 bilhões.

EmpreendedorismoTécnicas para Renda Fixa. Tendências. Privatizações. Estratégias para proteção de investimentos.

Tudo isso hoje na MoneyWeek

O governo pretende com a medida evitar que os mais pobres tenham um reajuste menor. Isso porque para aposentadorias e pensões acima de um salário mínimo, o percentual ficou em 4,48%, ao passo que a correção para quem ganha um salário mínimo foi de 4,1%.