Saída de dólares do Brasil atinge US$ 27,15 e tem maior índice em 38 anos

Jéssica De Paula Alves
null

Crédito: Freepik

A saída de dólares do Brasil atingiu o valor de US$ 27,15 bilhões até novembro. De acordo com dados do Banco Central, esse foi o maior valor em um período de 38 anos. Com isso, essa saída de recursos do país aumenta pressão que leva a valorização da moeda norte-americana, informou o site G1.

No mesmo período do ano passado, a economia brasileira registrou mais entrada do que saída de dólares e o saldo positivo foi de US$ 11,760 bilhões. De acordo com o G1, a entrada de dólares se dá quando investidores enviam dinheiro ao Brasil para pagar por compra de produtos brasileiros ou para realizar aplicações financeiras e investimentos em empresas, por exemplo.

O dólar sai quando esses investidores retiram recursos do Brasil para, normalmente, aplicar em outros países. Ou para pagar pelas importações realizadas. Essas operações ocorrem por meio de remessas feitas por bancos contratados por esses investidores.

Em tese, a saída de dólares favorece, em tese, a valorização da moeda norte-americana em relação ao real. Isso porque, com menos dólares no mercado, seu preço tenderia, teoricamente, a subir.

Assim, na parcial deste ano, até novembro, o dólar registrou alta de 8,3%. Nesse período, o Brasil ocupa a 13ª posição no ranking das moedas que mais perderam valor frente ao dólar. A liderança é da Venezuela (-98,3%), seguida pela Argentina (-37,2%) e Angola (-37%).

Nesta quarta-feira (4), por volta das 15h, o dólar operava em queda de 0,42%. Ele era cotado ao redor de R$ 4,187. Acompanhe aqui a cotação do dólar

Sua carteira de investimentos está preparada para aproveitar a retomada de crescimento do Brasil? Essa pode ser a oportunidade da sua vida!

Deixe seus dados abaixo e nossa equipe entrará em contato para lhe ajudar.

Ou se preferir, ligue direto para 4007-2374.