Conheça a empresa e saiba como a Ambipar (AMBP3) atua no mercado de soluções sustentáveis

Ana Paula Schuster
Colaborador do Torcedores

A Ambipar (AMBP3) é uma empresa que atua focando nos serviços de gestão ambiental. Assim, ela se preocupa em colocar em prática os discursos pautados em sustentabilidade.

No total, a companhia está presente em outros 15 países além do Brasil e possui ao todo 150 bases para oferecer soluções de cuidado sustentável.

Simule seus investimentos com um especialista e confira as melhores opções de acordo com seu perfil

Missão

Sua missão consiste em preservar o mundo para o futuro das novas gerações. Para isso, conta com a união entre o meio empresarial e a sociedade nessa meta.

Visão

A empresa é reconhecida como referência mundial no segmento de soluções ambientais integradas. Além disso, ela tem como grande foco das operações o cliente.

Valores

Quanto aos seus valores, a Ambipar (AMBP3) acredita na realização dos seus ideais. Nesse sentido, suas ações se desenvolvem sob quatro pilares fundamentais, sendo eles:

  • Empreendedorismo;
  • Profissionalismo;
  • Inovação;
  • Sustentabilidade.

Diferenciais da companhia

Com tanto tempo de mercado, a companhia já está devidamente consolidada. Dessa maneira, ela preza por importantes diferenciais em suas operações no dia-a-dia, como:

  • ESG (sigla em inglês para meio ambiente, social e governança);
  • Produtos Patenteados;
  • Compliance Legal e Ambiental;
  • Operações Internacionais;
  • Soluções Integradas e Personalizadas;
  • Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação;
  • Especialista em Gerenciamento de crise.

História da Ambipar (AMBP3)

A fundação da empresa ocorreu em 1995. Desde então, ela expandiu suas operações pelo mundo, tendo o seu fundador, Tércio Borlenghi Junior, atual presidente do Conselho de Administração, como seu maior acionista.

Tércio, na época, queria criar um negócio que se preocupasse com o gerenciamento de resíduos. Assim, suas intenções também eram reaproveitar esses detritos, tornando-os produtos totalmente novos.

E foi com esse pensamento que a empresa começou na indústria de papel e celulose. Em seguida, passou a apostar, pensando na ideia de aterro zero, em dois elementos:

  • Técnicas de compostagem;
  • Processo de decomposição de materiais.

As empresas atendidas pela Ambipar (AMBP3) chegaram a se beneficiar pelo adubo orgânico gerado. Por exemplo, ele era utilizado nas florestas desses clientes e, logo, a companhia resolveu ir além.

Seguindo essa linha, ela passou a expandir seus negócios para outras áreas: cosméticos e mineração. Dessa forma, houve também um investimento da companhia em tecnologias próprias. Atualmente, ela tem presença em dois segmentos:

Meio Ambiente (Environment)

A Gestão absoluta de resíduos tendo a Pesquisa, Desenvolvimento & Inovação como grande apoio na causa, assim é uma categoria que projeta ideias exclusivas, pensando em cada cliente com base em:

  • Segurança;
  • Qualidade;
  • Eficiência nos processos.

Response

Além de liderar no Brasil, está presente com força também no exterior em atendimento emergencial. Assim, a parte que foca em atender e prevenir diversos acidentes envolvendo:

  • Produtos químicos;
  • Poluentes;
  • Combate a incêndios.

CA e Diretoria da Ambipar (AMBP3)

Falando de governança, agora você confere os membros do Conselho de Administração e da Diretoria.

Conselho de Administração (Presidente e conselheiros)

  • Presidente: Tércio Borlenghi Junior;
  • Onara Oliveira de Lima;
  • Yuri Brancaglion Keiserman;
  • José Carlos de Souza (Independente);
  • Marcos de Mendonça Peccin (Independente).

Diretoria

  • Izabel Cristina Andriotti Cruz de Oliveira (Diretora Presidente);
  • Thiago da Costa Silva (Diretor Financeiro);
  • Luciana Freire Barca Nascimento (Diretora Adjunta);
  • Dennys Spencer Maio (Diretor de Operações).

Estratégia da Ambipar (AMBP3)

Como estratégia, a Ambipar (AMBP3) almeja estar sempre se expandindo no mercado de maneira constante. Então, sob o mesmo ponto de vista, ela inclusive resolveu abrir o seu capital em 2020.

O IPO deu origem à holding, após reorganização societária. Então, finalmente, com a meta de abrir o capital, ela adquiriu novas empresas em regiões como:

  • América do Sul;
  • Estados Unidos;
  • Europa.

Projeções

O IPO pode ser recente, mas a companhia vem atuando há anos no mercado. Inclusive, ela é considerada pioneira em diversos pontos ligados ao meio ambiente e à sustentabilidade.

Esse ponto de atuação é um dos seus pontos fortes de maior destaque. Afinal, esse tipo de discussão está ganhando maior força aos poucos, algo que ela domina.

Além da constante expansão, a Ambipar (AMBP3) vem aplicando sua estrutura nacional e internacionalmente. Portanto, a perspectiva futura da empresa nessa estratégia é de um bom potencial de crescimento.

No caso do Brasil, ela ainda planeja melhorar sua presença em algumas regiões do país. Sendo assim, o Norte e o Nordeste são lugares onde ela pretende praticar suas operações.

Pertence ao Ibovespa

A empresa não faz parte do Ibovespa, porém faz parte do Novo Mercado.

Desempenho no último balanço da Ambipar (AMBP3)

Em geral, a companhia enfrentou um ritmo acelerado, considerando seu último balanço financeiro. Primeiramente, houveram três aquisições: duas de Environment e uma no segmento de Response. Sendo elas, respectivamente:

  • Enviroclear;
  • Orion;
  • AFC.

Nessa última, chama a atenção por estar de acordo com as intenções de expansão nacional. Ou seja, é uma empresa que tem foco na gestão de resíduos no Nordeste brasileiro.

Ainda em 2021, há planos de implantar painéis solares a fim de reduzir o consumo. De acordo com a empresa, também existe a intenção de reutilizar a água da chuva, seguindo a mesma linha.

Desempenho na crise

Mesmo em plena crise causada pela pandemia, a Ambipar (AMBP3) teve o seu melhor ano. Sobretudo, o grande motivo para isso ter acontecido foi justamente a realização do seu IPO.

Em julho de 2020, a empresa movimentou R$ 1,08 bilhão em sua oferta inicial. Na ocasião, suas ações atingiram o topo da faixa indicativa de preço: R$ 24,75. Nesse meio tempo, quem esteve a cargo de coordenar a operação foram:

  • Bradesco BBI;
  • BTG Pactual;
  • Bank of America.

Desse dinheiro levantado a companhia utilizou boa parte para adquirir novos negócios, alguns espalhados por:

  • Estados Unidos;
  • Canadá;
  • Reino Unido;
  • Brasil.

Valorização das ações – Gráfico

A seguir você confere o gráfico do desempenho das ações da Ambipar (AMBP3) nos últimos 12 meses:

Em 13 de julho de 2020, estreia na bolsa, as ações da empresa custavam R$ 29,30. Posteriormente, no dia 29 de junho de 2021, o valor chegou a R$ 44,27. Como resultado, temos uma boa valorização com 51,09%.

Outros usos para os recursos do IPO

Além dos destinos explicados anteriormente, o grupo ainda tem outras intenções para os recursos levantados. Antes de mais nada, pretende antecipar o pagamento de despesas com custos de captação elevados.

Ainda nessa linha de raciocínio, a empresa deve fazer mais investimentos na sua expansão orgânica. Ou seja, construir novos escritórios voltados para o comércio e novas bases de operação.

Maiores acionistas da Ambipar (AMBP3)

Ao todo, circulam 43.733.334 ações da companhia, representando 38,72%, distribuídas entre:

  • 19.046 pessoas físicas;
  • 307 pessoas jurídicas;
  • 69 institucionais.

Quanto à composição acionária da empresa, temos a seguinte divisão:

  • Tércio Borlenghi Junior (56,30%);
  • Truxt Investimentos (5,37%).

Balanço do primeiro trimestre da Ambipar (AMBP3)

Em comparação com o primeiro trimestre de 2020, estes são os números do 1T21:

  • Receita Bruta: R$ 294 milhões, aumento de 82%;
  • EBITDA: R$ 72,7 milhões, crescimento de 80,7%;
  • Lucro Líquido: R$ 32,3 milhões, alta de 195,7%;
  • Caixa Líquido: R$ 193,9 milhões.

Resultados do segmento Environment

A receita líquida desse segmento no 1T21 foi de R$ 118,1 milhões, em relação ao 4T20, o aumento foi de 11% e no âmbito anual, 69,1%, a razão disso é o crescimento no número de contratos de gestão de resíduos.

Então, esse resultado se deu por causa da incorporação dos contratos de aquisição da AFC, em resumo, o número saiu de 20 no 4T20 para 46 no 1T21.

Resultados do segmento Response

Neste segmento, a receita líquida foi de R$ 144,3 milhões no 1T21 e em comparação com o 1T20, houve uma alta de 98% e 20,5% com o 4T20. Então, essa alta no Brasil se deu por duas razões principais:

  • Aumento de 59% da receita de ocorrências;
  • 40% no crescimento da receita de contratos de assinatura.

No lado internacional, o aumento nas receitas de ocorrência (263%) gerou 137,5% na receita líquida. Não apenas isso, como também o incremento na receita com contratos de assinatura (22%) colaborou nesse aspecto.

Novas aquisições

Na última semana de junho de 2021, a Ambipar (AMBP3) anunciou duas novas aquisições:

  • Suatrans;
  • Disal.

Aquisição da chilena Suatrans

Depois de comprar 50% da empresa em 2020, recentemente os outros 50% restantes em 2021. Anteriormente, essa porcentagem pertencia ao fundo Australis da empresa de atendimento a emergências ambientais, em geral, a empresa atua em diversas modalidades de transporte, como os de vias:

  • Aéreas;
  • Dutoviárias;
  • Ferroviárias;
  • Marítimas;
  • Rodoviárias.

A companhia ocupa o posto de líder da categoria no Chile, assim, atuando há 20 anos. Contudo, ela não opera somente neste país sul-americano, como também na Colômbia, Peru e Uruguai.

Disal

A Disal Ambiental foi outra empresa do segmento adquirida pela Ambipar (AMBP3) ultimamente. Dessa maneira, apesar de não divulgar os valores, a aquisição foi de 100% do capital, durante os últimos 40 anos, a companhia apresenta soluções de gestão ambiental para 3 países:

  • Chile;
  • Peru;
  • Paraguai.

Com 45 filiais espalhadas, ela possui cerca de 2.200 colaboradores e clientes de peso. Nesse sentido, o quadro de funcionários da Ambipar (AMBP3) deve aumentar 73% em 2021.

Por fim, para o grupo, a receita líquida deve ganhar mais um aumento de 170,8% isso é uma aquisição que vai contribuir para a expansão das suas operações.

Cases da Bolsa

Aprenda análise fundamentalista de ações na prática, com maiores cases já criados na B3