Bolsa de Valores: entenda o mercado a termo

Humberto Maurício Pennacchia
null
1

Crédito: Reprodução/Pixabay

Você sabia que na bolsa de valores podemos realizar inúmeras formas de investimentos? Uma delas é no mercado a termo. Se você deseja se aprofundar sobre o tema, está matéria vai explicar tudo o que você precisa saber. Conheça o mercado a termo.

Quais negociações são realizadas no mercado a termo?

No mercado a termo são realizadas as negociações de contratos futuros de ativos. O que é contrato futuro? Ao falarmos em contratos futuros, estamos tratando de renda variável. Nesse caso específico, não sabemos de antemão qual será sua rentabilidade. Os contratos futuros se enquadram na categoria dos derivativos, ou seja, são ativos que derivam do preço de outro ativo, exemplo: milho, café, taxa de juros, etc.

Entenda melhor o mercado a termo: 

Nesse mercado são realizadas operações onde se pode comprar ou vender determinado ativo em uma data futura por um preço previamente estabelecido. Vamos dar um exemplo prático do que seria uma operação a termo: Comprei ações da empresa A, o pagamento será feito depois de um determinado período e com uma taxa de juros embutida ao longo desse tempo. No dia da compra das ações da empresa A, sou obrigado a depositar uma margem de garantia. Margem de garantia é uma quantia em dinheiro depositada pelas partes envolvidas em um contrato futuro com o objetivo de garantir o cumprimento do mesmo. Ao depositar essa margem, a compra é realizada a termo. No dia do vencimento do contrato a termo, cabe ao comprador da ação da empresa A, pagar o que foi acordado no momento da elaboração da operação. Se a ação da empresa A,  tiver uma expressiva valorização durante o  inicio até o final do contrato a termo, o comprador ficará com o lucro. O comprador da ação da empresa A, pagará o valor acordado no inicio da operação a termo e não no dia do seu encerramento. O comprador da ação da empresa A, poderá sair no prejuízo caso a ação tenha sofrido desvalorização durante o período acordado entre as partes. Neste caso, ele deverá pagar um valor superior ao da sua cotação atual no mercado.