Saiba o que é depósito compulsório e qual sua finalidade

Humberto Maurício Pennacchia
null
1

Crédito: Getty Images / iStockphoto

Você sabia que uma parcela do dinheiro que os bancos arrecadam vai para uma reserva do Banco Central? Esse procedimento recebe o nome de depósito compulsório. Nessa matéria, você ficará sabendo tudo a respeito desse tema.

O que é depósito compulsório?

Depósito compulsório é uma medida que obriga os bancos e instituições financeiras a depositarem parte dos recursos captados dos clientes, via depósitos à vista, a prazo ou poupança, em uma conta do Banco Central.

Simule seus investimentos com um especialista e confira as melhores opções de acordo com seu perfil

Como funciona na prática:

Ao aplicar seu dinheiro em um CDB, apenas uma pequena parte desse dinheiro fica devidamente guardado com o banco. Boa parte dessa quantia é emprestada pela instituição para seus clientes, uma outra parte fica efetivamente depositada no caixa da empresa e o restante vai para uma reserva do Banco Central chamada depósito compulsório.

Para que serve o depósito compulsório?

Uma finalidade importante do depósito compulsório é evitar a multiplicação do dinheiro pelas instituições bancárias.Por exemplo, suponha que uma pessoa que possui R$ 100,00 faça o depósito desse dinheiro em seu banco. Caso esse mesmo cliente utilize o talão de cheques e o cartão de crédito para comprar outras coisas, é possível que os R$ 100,00 depositados sejam gastos. Enquanto o dinheiro não sai da conta do cliente, o banco pode emprestar o valor para outra pessoa que também vai gastar tais recursos. Quando chegar o momento em que o cliente vai pagar sua fatura, é possível que o banco não tenha mais recursos em caixa, e dessa forma quebre.

O mesmo poderia acontecer com um cliente que tivesse contas em vários bancos, onde ele poderia pegar um empréstimo de R$ 100,00 em um banco A e depositar esse dinheiro no banco B, que emprestaria esse dinheiro para outro cliente que faria depósito em um banco C. Ou seja, nessa hipótese, os R$ 100,00 iniciais teriam se tornado R$ 300,00 apenas pela operação financeira dos bancos.

Em geral, os bancos têm um grande controle e não trabalham nesse grau de risco. O depósito compulsório serve para diminuir  os efeitos de uma situação como essas.

Saiba quais aplicações estão submetidas ao depósito compulsório:

Estão submetidas ao depósito compulsório as seguintes aplicações:

Depósitos à vista;

Depósitos à prazo;

Cadernetas de poupança;

Operações de leasing.

Exemplo prático de como funciona o depósito compulsório:

Se uma pessoa depositar R$ 10 mil em sua poupança e o compulsório for igual a 20%, R$ 2.000 terão que ser repassados ao Banco Central como depósito compulsório. Então, o banco só poderá utilizar R$ 8.000 do dinheiro depositado pelo cliente para  financiar suas operações.

Quais são as funções principais do depósito compulsório?

O principal objetivo do depósito compulsório é servir como uma margem de segurança para o sistema financeiro nacional. O depósito compulsório regula a oferta da moeda na economia. O recolhimento compulsório também pode ser usado como uma maneira de se estimular a economia, embora isso não seja tão usual.

 

 

Cases da Bolsa

Aprenda análise fundamentalista de ações na prática, com maiores cases já criados na B3