Saiba como operar e ganhar na bolsa de valores sem investir um centavo agora

Humberto Maurício Pennacchia
null
1

Crédito: Reprodução/Pixabay

Você sabia que é possível comprar ações na bolsa de valores sem ter dinheiro suficiente na sua conta para fazer o pagamento do ativo? Se essa afirmação soou de forma estranha para você, leia essa matéria, você entenderá como. A bolsa de valores disponibiliza aos investidores inúmeras formas de se negociar ativos, o mercado a termo é uma delas.

O que é o mercado a termo? 

Nesse mercado, o comprador se torna dono da ação imediatamente, mas o pagamento do ativo adquirido será feito em data futura, acordada entre o comprador e o vendedor no inicio da operação. Como o pagamento da ação não será feito à vista, o vendedor cobrará juros pelo período que terá que esperar para receber pelo ativo que negociou.

Qual a vantagem para o investidor que realiza uma compra a termo?

Quem realiza uma compra a termo tem a oportunidade de fazer negócios e auferir lucros antes de ter o valor disponível para a compra que efetivou. Essa operação pode ser bem vantajosa para quem acredita que a valorização do papel será maior do que a taxa paga pelo prazo da operação.

Quais ações podem ser adquiridas no mercado a termo?

Qualquer ação pode ser comprada no mercado a termo, conforme o acordo estabelecido entre o vendedor e o comprador. O prazo de pagamento e a taxa de juros  também dependem do que for estabelecido entre os dois.

É preciso ter garantias para realizar negócios no mercado a termo? 

Sim, é necessário que o investidor apresente garantias que terá condições de arcar com o negócio realizado. Essas garantias podem ser: ações de sua propriedade, tesouro direto ou alguns títulos de renda fixa.

Conheça as vantagens das operações a termo:

a) O investidor poderá comprar ações sem ter os recursos disponíveis para quitá-las imediatamente.

b) Caso precise de dinheiro, você poderá fazer caixa com as operações a termo. Exemplo: Vamos imaginar que você tenha ações da empresa ABCD4 e, por algum motivo, precise de dinheiro para alguma outra finalidade, mas não quer deixar de estar posicionado nestas ações, pois espera que elas se valorizem. Nesse caso, a saída é vendê-las e comprá-las via termo. Desta forma, você levantará os recursos que precisa com a venda das ações, mas poderá lucrar com a alta dos papéis via operação a termo.

Uma das formas mais eficientes de identificarmos o nosso perfil de investidor, é realizando um teste de perfil.

Você já fez seu teste de perfil? Descubra qual seu perfil de investidor! Teste de Perfil

Conheça quais são os prazos mais comuns para se realizar operações a termo: 

Os prazos mais comuns são os de 16, 30, 60, 90 e 180 dias.

Como o investidor pode encerrar uma operação a termo?

O encerramento de uma operação a termo pode ser realizada de três formas:

VENDA ANTECIPADA DAS AÇÕES

a) Imagine que você tenha feito um termo de 180 dias e que, no vigésimo dia, a ação tenha valorizado muito e você queira aproveitar a lucratividade. Neste caso, basta vender as ações e pedir para a sua corretora liquidar o termo. O seu lucro (ou prejuízo) será a diferença entre o preço que você vendeu e o preço da compra a termo.

LIQUIDAÇÃO ANTECIPADA

b) Essa forma de encerramento de operação não é algo muito comum, já que o pagamento no ato do termo não é pro rata.

VENCIMENTO DO PRAZO

c) Este é o formato mais comum. Neste forma de liquidação, o investidor espera a data de vencimento para fazer o pagamento.

É possível o investidor fazer rolagem do termo?

Sim, a rolagem a termo é uma expressão bastante usual para aqueles que utilizam esse mercado e nada mais é do que fazer um novo termo, no mesmo ativo, assim que o termo original vencer.