Saiba Como Funciona o Fundo De Renda Fixa

Há diversas opções de investimentos no mercado e cada uma se enquadra mais a um tipo de perfil de investidor, podendo ser conservador, moderado ou arrojado. Mas, claro, não são restritas a eles, podem ser combinadas e formar uma carteira diversificada. O fundo de renda fixa, em sua grande maioria, adequa-se melhor às pessoas que são mais conservadoras.

Filipe Teixeira
Filipe Teixeira é redator do Portal EuQueroInvestir. Gremista, filho dos anos 80, apaixonado por filmes, música, política e economia.É também Coordenador da área de Marketing do EuQueroInvestir.com e do EuQueroInvestir A.A.I assessores de investimentos.Me envie um e-mail: filipe.teixeira@euqueroinvestir.com Ou então uma mensagem por WhatsApp: (51) 98128-5585 Instagram: filipe_st
Saiba Como Funciona o Fundo De Renda Fixa

Crédito: Crédito da imagem: Reprodução/Internet

Isso porque esse tipo de aplicação é mais segura, fácil de entender e não demanda tanta complexidade na gestão, ideal também para quem está começando.

Quer saber mais sobre essa modalidade? Confira abaixo!

Entenda sobre fundo de renda fixa

De modo geral, nas aplicações fixas, você basicamente já sabe quanto terá de lucro no final do investimento, mesmo tendo opções pré (com taxa de retorno já conhecida no momento da aplicação) e pós-fixadas (sem taxa definida, ou seja, ela vai alterando conforme os índices do CDI, taxa Selic ou IPCA).

Além disso, ainda há uma classificação que envolve a classe dos ativos e o tipo de gestão, além dos riscos oferecidos.

A classe dos ativos determina os próprios ativos de renda fixa, ou seja, os títulos de dívida em que o investidor realiza um empréstimo e recebe de volta o que investiu acrescentado aos juros.

Dentro da renda fixa, podemos citar:

CDB (Certificado de Depósito Bancário);
LCI (Letra de Crédito Imobiliário) e LCA (Letra de Crédito do Agronegócio);
LF (Letra Financeira);
Tesouro Direto.

Já com relação ao tipo de gestão e riscos, a divisão é feita com relação à gestão ativa ou passiva e há algumas segmentações.

Tipos de fundos de renda fixa

Confira as diferenças entre a gestão dos tipos de fundo de renda fixa:

Simples

Esses fundos devem possuir, no mínimo, 95% da carteira composta por títulos públicos ou privados com o mesmo grau de risco, sendo constituídos como abertos.

Também é necessário que as operações com derivativos realizadas sejam feitas apenas para fins de proteção de carteira.

Indexados

O intuito dos indexados é seguir conforme as variações de indicadores de referência do mercado de renda fixa, tendo como indicadores o CDI, IPCA ou IGP-M.

Ativos

Os ativos podem ser classificados de acordo com a duração média ponderada da carteira (ou seja, o quanto os títulos podem sofrer com oscilações nas taxas de juros) ou o risco de crédito dos mesmos.

Uma das formas mais eficientes de identificarmos o nosso perfil de investidor, é realizando um teste de perfil.

Você já fez seu teste de perfil? Descubra qual seu perfil de investidor! Teste de Perfil

Quer saber mais sobre fundo de renda fixa? Então continue acompanhando a Eu Quero Investir e consulte os serviços de assessoria. Com isso, é possível saber onde e como investir da melhor forma, entendendo com clareza o seu perfil de investidor para compor a carteira ideal.