Saiba como elaborar um plano de negócios vitorioso para sua empresa

Humberto Maurício Pennacchia
null

Crédito: Freepik

Se você está pensando em abrir uma empresa no Brasil, preste muita atenção nesta informação. De cada 4 empresas abertas, 1 fecha antes de completar 2 anos no mercado.

São várias situações que levam a essa triste constatação: crise econômica, crise política, corrupção, baixo crescimento da economia, elevada carga tributária, falta de preparo dos empreendedores, etc. Se já não bastasse tudo isso, abordaremos um problema recorrente que agrava essa situação. Boa parte dos empresários não conseguem elaborar um plano de negócios para sua empresa.

O que é um plano de negócios?

Derivado do inglês, business plan, é um documento em linguagem escrita que especifica um negócio que se quer iniciar. O plano de negócios é um processo dinâmico, sistêmico,  participativo e continuo para a determinação dos objetivos que se quer alcançar.

Entenda que, errar no papel, é muito melhor do que errar no mercado. Digo isso para que você entenda que o plano de negócios tem essa função, ele pode ser corrigido, alterado, modificado, atualizado. Se você não possui um, fatalmente vai ter problemas, a chance de errar com o negócio em andamento é muito grande.

Benefícios do Business Plan:

Passo 1- Análise de mercado: Saiba quem são os seus potenciais clientes, quais os seus concorrentes diretos, quais os fornecedores que você poderá contar para que o seu produto ou serviço não sofra solução de continuidade.

Passo 2- Qualidade e custo-benefício: Pense detidamente como o seu produto ou serviço será visto e avaliado por quem vai usá-lo. Ele será visto como algo com qualidade e preço justo? Ou como algo barato e sem qualidade alguma?

Uma das formas mais eficientes de identificarmos o nosso perfil de investidor, é realizando um teste de perfil.

Você já fez seu teste de perfil? Descubra qual seu perfil de investidor! Teste de Perfil

Lembre-se, num mercado altamente competitivo, talvez você não tenha uma segunda chance para tirar uma primeira má impressão do seu produto diante do consumidor. Certa feita, comprei uma camisa muito bonita por um preço extremamente baixo, o vendedor me garantiu que o produto era de excelente qualidade. Um dia, ao tentar usá-la pela primeira vez, o tecido simplesmente rasgou embaixo do braço. Resultado, fiquei chateado com o vendedor, descrente com a marca e deixei de ser cliente da loja. Contei essa história para você ver a importância de se saber trabalhar esse binômio: PREÇO E QUALIDADE.

Passo 3-Cuidar do plano operacional: Definir onde sua empresa será criada, a localização deverá ser compatível com o negócio que você queira executar. Você deve pensar como serão as instalações físicas do seu empreendimento, quais equipamentos serão imprescindíveis para o bom funcionamento do seu negócio.

Passo 4- Cuidar do plano financeiro: Esse item é de fundamental importância, o empreendedor deverá saber quanto precisará investir para colocar o seu negócio em funcionamento. Se ele não tiver isso muito bem definido, correrá o risco de iniciar o seu negócio endividado, tendo que pegar dinheiro emprestado no banco.

Ao tomar essa atitude, já começará com a saúde financeira do empreendimento bastante debilitada. Lembre-se: remediar é muito mais difícil do que fazer a profilaxia do negócio, além de bem mais caro.

O plano financeiro de uma empresa deve conter, necessariamente, dentre outros  itens: as estimativas de custo iniciais, as despesas correntes, as receitas que se espera obter, qual o capital de giro que necessito para manter o equilíbrio entre oferta e demanda, qual o fluxo de caixa e a previsão de lucros.

Um item bastante esquecido pelos futuros empreendedores é a avaliação pré custo-operacional do negócio, saber o que precisará ser adquirido para que a empresa tenha condições de funcionar, outro exemplo, quais as taxas que necessitarei pagar. Deverei pensar, também, o que poderá ser alugado, diminuindo custos e o que poderá ser terceirizado. Agindo dessa forma, você poderá baratear inclusive os custos trabalhistas do empreendimento.

Feitas todas essas contas e levando isso na ponta do lápis, é hora de surfar no sucesso e aproveitar para gerar o crescimento do seu negócio.