Sabia que o rendimento de CDB varia dependendo de onde se aplica?

Edson Tibiriçá Palma
null

Crédito: Reprodução / Pixabay

Você só vai realmente saber o rendimento de sua aplicação em CDB quando decidir onde aplica.

Está entre os melhores em renda fixa

Bastante conhecido e muito utilizado por investidores.

Tão seguro quanto à poupança, mas com um rendimento maior.

Vou lhe mostrar algumas particularidades sobre essa ótima opção de aplicação.

Para conquistar um ótimo rendimento!

Confira neste artigo:

· O que é CDB?

· Como investir em CDB já que o rendimento varia dependendo de onde se aplica?

· Quais suas principais modalidades de rendimento?

· Dicas importantes antes de começar a investir:

· Qual a sua tributação e seus prazos de aplicação, resgate e carência?

· Exemplo de aplicação com o valor de rendimento.

O que é CDB?

Certificado de Depósito Bancário (CDB) é uma aplicação bem conhecida da renda fixa brasileira.

De baixo risco e muito acessível às pessoas físicas.

Disponibilizada por bancos de investimento e corretoras para captação de recursos.

Que rende juros pré-fixados e pós-fixados.

Confira como investir.

Como investir em CDB já que o rendimento varia dependendo de onde se aplica?

É muito fácil investir em CDB.

O primeiro passo é abertura de uma conta em um banco de investimentos ou corretora.

Após, é importante descobrir seu perfil de investidor.

Na sequência, descobrir detalhes pormenorizados sobre os títulos e o mais apropriado às suas necessidades.

Principalmente porque existe uma variação de rendimento dependendo de onde se aplica.

O CDB utiliza juros variados de acordo com o título escolhido.

Da dependência da instituição financeira, do prazo de vencimento, do período de carência e do valor mínimo investido.

Está pronto para fazer sua primeira aplicação?

Conheça as principais modalidades.

Quais suas principais modalidades de rendimento?

São duas:

· Prefixado: oferece juro atual antes da compra do título.

· Pós-fixado: título atrelado à alteração do CDI (Certificado de Depósito Interbancário) – título de empréstimo entre bancos e instituições financeiras, que segue de perto a Taxa Selic.

Exemplo: se um título de CDB oferece retorno de 100% do CDI, ele pagará praticamente a variação da Selic cuja previsão é de 4,5% para este ano. Ou seja, o valor da porcentagem do rendimento sobre o valor total da aplicação.

Invista com segurança.

Dicas importantes antes de começar a investir:

·        Mudança de rendimento conforme instituição financeira que oferece muitas opções de títulos;

·        Oferta de variados tipos de vencimento e de valorização;

· Valor mínimo obrigatório;

·        Pesquise porque a maior valorização estará habitualmente relacionada, com a maior duração da aplicação e maior aporte de capital para o investimento;

·        As maiores taxas serão oferecidas para títulos com maior prazo.

Avalie tributação, prazos de aplicação, resgate e carência.

Qual a sua tributação e seus prazos de aplicação, resgate e carência?

Fique ligado:

·        Antes de avaliar os juros oferecidos, pois todos os casos de CDB tem incidência de Imposto de Renda;

·        As alíquotas são variáveis de acordo com o prazo de aplicação;

·        Variam de 22,5% do lucro para investimentos de até 180 dias; 20% para 181 a 360 dias; 17,5% para 361 a 720 dias e 15% para 721 dias ou mais.

Ou seja, quanto maior o tempo de aplicação, menos incidência de tributação!

Quanto aos prazos de aplicação, resgate e carência:

  • Os CDBs têm prazos, seja de carência ou de vencimento.
  • Antes de investir, saber esses prazos é fundamental, pois cada instituição financeira define os seus de cada título;
  • Existem CDBs com liquidez diária, com liquidez diária desde que definido o período, resgatáveis no vencimento, entre outros.
  • Muitas instituições financeiras não liberam o resgate antes do prazo de vencimento.
  • A começar da data de carência, o resgate do CDB tem liquidez imediata.
  • Fique sempre alerta com relação ao prazo de carência, prazo de vencimento e da liquidez.
  • São eles que vão estabelecer como poderá resgatar, se precisar, seu dinheiro antes da hora programada.

Confira o exemplo.

Exemplo de aplicação com o valor de rendimento.

Investimento em 2015 de R$ 100.000,00 em um título com prazo de 48 meses.

Digamos que sua valorização foi de 65% no período.

R$ 100.000,00 foram convertidos em R$ 165.000,00, sem dedução de 15% do Imposto de Renda.

Rendimento final de sua aplicação: R$ 140.250,00.

Dicas finais:

  • Faça uma simulação e comparação para um mesmo período de aplicação do valor de R$ 100.000,00 na poupança;
  • Conheça com clareza os detalhes sobre o CDB, principalmente a tributação, o prazo de carência e as modalidades de rendimento.

Esperamos que tenha gostado de nosso artigo e que tenha sido importante para esclarecer algumas dúvidas.

Não se esqueça: se você deseja investir em CDB, procure um especialista ou pesquise para encontrar os títulos que se adequam às suas necessidades para sempre obter o melhor rendimento!

Saiba mais:

5 investimentos de renda fixa que rendem mais que a poupança

Erros que podem custar muito caro ao investidor

Renda fixa: saiba quais são os investimentos emitidos pelo banco

 

 

 


Aproveite o atual cenário econômico do Brasil e aumente a rentabilidade dos seus investimentos.

Deixe seus dados abaixo e conte com a nossa equipe para lhe ajudar.

Se preferir, ligue direto para 4007-2374