Rocha Loures defende Michel Temer e afirma que não sabia sobre conteúdo de mala com dinheiro

Filipe Teixeira
null
1

Foto: img-capa

O ex-deputado Rodrigo Rocha Loures, detido pela PF (Polícia Federal) no mês de junho de 2017, após ser flagrado circulando em São Paulo em posse de uma maleta com o valor de R$ 500 mil. O ex-assessor de Michel Temer (MDB) contou à Justiça Federal a versão sobre o ocorrido.

Em depoimento de 49 páginas, Rocha Loures, afirmou ter recebido a maleta do delator e ex-executivo da J&F Ricardo Saud. Loures alega desconhecia o conteúdo e que desconhecia qualquer favor feito em troca de pagamento referente ao dinheiro na mala.

[banner id=”teste-perfil”]

 

mala

O Supremo Tribunal Federal apresentou denuncia no ano anterior, à Procuradoria-Geral da República (PGR) alegando que Loures era emissário de Michel Temer. De acordo com o procurador-geral Rodrigo Janot, que era o atual assessor seria o encarregado buscar a maleta e levar ao seu destino final. Michel Temer foi acusado neste caso  por corrupção passiva, ficando livre  após ter o processo rejeitado pelo Congresso.

O documento entregue á Justiça, não explica porque Loures saiu correndo com a mala ao ser abordado, tampouco a falta da quantia de R$ 35 mil. Também não explica a devolução do valor restante e outros detalhes sobre o ocorrido.

A gravação feita pela PF mostra uma conversa entre Saud e Loures momentos antes do encontro, em  pizzaria em abril de 2017, onde seria entregue o conteúdo da mala.

Em um dos trechos gravados , Saud afirma:

[box type=”info” align=”” class=”” width=””]”Por ter nos ajudado já tem quinhentos mil guardadinho. Tá guardado comigo em casa e eu não quero ficar”. [/box]

Rocha Loures ainda defende o presidente Michel Temer, disse que não houve como afirmar que a maleta seria para Temer. Loures virou réu do caso em dezembro do ano passado. O juiz Ricardo Leite, da 10ª  Vara Federal do DF aceitou a denúncia.

Uma das formas mais eficientes de identificarmos o nosso perfil de investidor, é realizando um teste de perfil.

Você já fez seu teste de perfil? Descubra qual seu perfil de investidor! Teste de Perfil

Loures afirma também que foi vítima de armação entre o então procurador -geral Rodrigo Janot e os delatores da JBS, que tinham o objetivo de implicar com Michel Temer.

A defesa de Loures fez o pedido para que juiz anulasse as provas da Operação Patmos, disse que as gravações foram feitas de uma forma ilegal, e que Loures seja absolvido imediatamente.

 


Aproveite o atual cenário econômico do Brasil e aumente a rentabilidade dos seus investimentos.

Deixe seus dados abaixo e conte com a nossa equipe para lhe ajudar.

Se preferir, ligue direto para 4007-2374