RNI (RDNI3): vendas líquidas crescem 155% no 3T20

Fernando Augusto Lopes
Redator e editor
1

Crédito: Divulgação / RNI

A RNI (RDNI3) divulgou nesta quinta-feira (15) a prévia dos resultados referentes ao terceiro trimestre de 2020. No período, as vendas líquidas da participação da empresa ficaram em R$ 107,114 milhões, o que representa um acréscimo de 155% em relação ao mesmo trimestre de 2019.

Os números não foram auditados ainda e podem sofrer alterações.

Outros dados se mostram importantes.

BDRs| Aprenda mais sobre essa classe de Ativos

No 3T20, foram lançados dois empreendimentos que, juntos, totalizam R$ 128 milhões em Valor Geral de Vendas (VGV).

Só em setembro, o VGV lançado soma R$ 343,184 milhões, uma alta de 384% em relação ao mesmo mês de 2019.

O estoque a valor de mercado subiu 45%, de R$ 449,171 milhões no 3T19 para R$ 649,549 milhões no 3T20.


Divulgação / RNI

Vendas da RNI no período

Segundo informa a empresa em comunicado oficial, as vendas líquidas contratadas no trimestre somaram R$ 138,557 milhões.

Esse é um valor 172% acima do registrado no 3T19, que foi de R$ 51 milhões.

Apenas em setembro, as vendas contratadas atingiram R$ 381,572 milhões, 106% a mais que o mesmo período de 2019.

A RNI ainda destaca o crescimento de vendas líquidas contratadas em seus trimestres, bem como, crescimento operacional nos produtos da nova estratégia.

“No 3T20, atingimos a marca de 81% de vendas liquídas acima do 1T20 e 34% acima do 2T20”, diz.

Leve-se em consideração ainda que a venda liquída do 2T20 foi impulsionada em R$ 72,092 milhões em ativos para a empresa do Grupo Controlador.

“É importante ressaltar que a RNI manteve o foco na liquidação do estoque do legado”, segue o comunicado.

São segmentos que não fazem parte da estratégia atual.

“O nosso principal objetivo é zerar esse legado até o final 2020”, informa.

Estoque

A RNI encerrou o terceiro trimestre com 3.499 unidades em estoque.

Isso equivale a um total de R$ 649.5 milhões em VGV.

Em 30 de setembro de 2020, a RNI alcançou a marca “histórica” de R$ 7,224 bilhões em seu banco de terrenos.

É algo 60% acima do que existia no 3T19.

Com a nova estratégia, a RNI descontinuou “área no segmento de loteamento com VGV de R$ 248 milhões”.

Ao final do 3T20, o MCMV representa 84% do banco de terrenos da companhia, acréscimo de 123% com relação ao 3T19.