RNI (RDNI3) relata recorde de lançamentos, de R$ 584 mi, em 2020

Regiane Medeiros
Colaborador do Torcedores
1

Crédito: RNI (RDNI3) tem prejuízo de R$ 7,3 milhões no 1TRI20

A RNI (RDNI3) divulgou nesta terça-feira (19) a prévia dos resultados referentes ao quarto trimestre de 2020.

No período, foram lançados três empreendimentos que, juntos, totalizam R$ 240 milhões em Valor Geral de Vendas (VGV). Isso representa um acréscimo de 57% sobre 2019 e 88% na comparação com o trimestre anterior.

Segundo a Companhia, houve recorde de lançamentos, com volume superior aos últimos 5 anos, totalizando R$ 584 milhões em 2020.

Pare de desperdiçar tempo e dinheiro na poupança. Aprenda agora como investir R$ 100 mil com segurança e alta performance

As vendas líquidas também registraram recorde, com R$ 560 milhões, o que representa um acréscimo de 222% em relação ao mesmo trimestre de 2019.

Os números não foram auditados ainda e podem sofrer alterações.

Também no quarto trimestre, o VGV lançado somou R$ 241 milhões, uma alta de 88% sobre um ano antes.

Segundo informa a empresa em comunicado oficial, as vendas líquidas contratadas no trimestre somaram R$ 178 milhões.

Esse é um valor 28% acima do registrado no quarto trimestre de 2019, que foi de R$ 139 milhões.

A RNI ainda destaca o bom desempenho comercial, que consequentemente impulsionou a VSO líquida avançando 2 p.p em relação ao 3T20.

“Não podemos deixar de comentar sobre a evolução dos nossos canais digitais (E-Commerce), plataforma fundamental no cenário econômico atual”, destacou a Companhia.

Dommo (DMMO3) informa mudança acionária

A Dommo (DMMO3) recebeu da OSX-3 Leasing comunicado informando sobre a alienação de sua participação acionária na Companhia.

Desse modo, a acionista reduziu sua fatia na Dommo e passou a deter um total de 14.017.478 ações ordinárias de emissão da Companhia.

Essa alteração corresponde a 4,55% da totalidade das ações ordinárias de emissão da Dommo .

BB (BBAS3) elege Thiago Affonso Borsari como diretor de negócios digitais

O Conselho de Administração do Banco do Brasil (BBAS3) elegeu o Sr. Thiago Affonso Borsari para o cargo de diretor de negócios digitais.

Borsari iniciou sua carreira no BB há 17 anos, tendo atuado recentemente na diretoria de gestão da cultura de pessoas como gerente executivo.

O novo diretor do BB é graduado em Sistemas de informação, pós-graduado em administração de negócios, possui MBA em administração financeira e mestrado em gestão do conhecimento e tecnologia da informação.