Risco internacional do coronavírus passa de “moderado” para “elevado”, alerta OMS

Paulo Amaral
Jornalismo é meu sobrenome: 20 anos de estrada, com passagens por grandes veículos da mídia nacional: Portal R7, UOL Carros, HuffPost Brasil, Gazeta Esportiva.com, Agora São Paulo, PSN.com e Editora Escala, entre outros.

Crédito: Peggy und Marco Lachmann-Anke/ Pixabay

A Organização Mundial de Saúde (OMS) alterou nesta segunda-feira (27) a avaliação de risco internacional do coronavírus.

De acordo com a OMS, o risco de contaminação internacional, antes tratado como “moderado”, agora é “elevado”.

A OMS esclareceu que, por um “erro de formulação” da própria entidade, o risco anterior havia sido apontado como moderado.

Aprenda hoje a investir em Small Caps e encontre as oportunidades escondidas na Bolsa.

Emergência de saúde global

Originário da cidade de Wuhan, na China, o vírus já foi detectado em outros 14 países: Hong Kong, Macau, Taiwan, Tailândia, Austrália, Malásia, Singapura, França, Japão, Coreia do Sul, Estados Unidos, Vietnã, Canadá, Arábia Saudita e Nepal.

O coronavírus já matou 81 pessoas e infectou aproximadamente outras 2,7 mil. Tedros Adhanom Ghebreyesus, diretor da OMS, chegou a dizer às agências internacionais que “ainda não é uma emergência de saúde global, mas pode vir a ser”.

Suspensão de voos

O governo chinês suspendeu, neste sábado (25), voos turísticos ao exterior. Viagens domésticas também receberam estão restritas. A estratégia das autoridades é para tentar controlar o avanço do coronavírus.

Para frear a expansão do surto, agência de viagens, pacotes e excursões foram proibidas por Pequim, de acordo com declarações dadas pelo presidente Xi Jinping à emissora estatal CCTV. Parques temáticos do país foram fechados. O país está em meio às comemorações dos feriados Ano Novo Lunar, quando milhões de turistas circulam pela China.

“Situação é grave”

O presidente chinês Xi Jinping declarou em coletiva de imprensa, neste sábado (25), que a epidemia do coronavírus está “se acelerando” e que a “situação é grave no país”.

Jinping afirmou que cobrou ação mais rápida das autoridades do país para conter a epidemia viral.