Risco-Brasil: O que é e como funciona

O Risco-Brasil é um conceito que busca expressar de forma objetiva o risco de crédito a que investidores estrangeiros estão submetidos quando investem no país. No mercado, os indicadores diários mais utilizados para essa finalidade são o EMBI+Br, o Credit Default Swap (CDS) do Brasil e o Rating.

Thales Barboza
Thales Barboza é Engenheiro Civil com MBA em Gestão Financeira. Palestrante do EuQueroInvestir.com e também Assessor de Investimentos do EuQueroInvestir A.A.I. assessores de investimentos.Me envie um e-mail: thales.barboza@euqueroinvestir.com ou então um WhatsApp: (47) 9.8838.0075
img-capa

Foto: img-capa

[box type=”shadow” align=”” class=”” width=””]Fazendo uma analogia simples, é como se o seu cunhado lhe pedisse dinheiro emprestado e você avalia qual o risco dele não te pagar, para isso você avalia alguns fatores: qualidade de vida que ele leva, qual a estabilidade dele em seu emprego e se ele tem um histórico de bom pagador. Todos devem levar a mesma conclusão, só que são maneiras distintas de avaliar.[/box]

EMBI+ Brasil

[box type=”info” align=”” class=”” width=””]O Emerging Markets Bond Index – Brasil (EMBI+ Brasil) é um índice que reflete o comportamento dos títulos da dívida externa brasileira.[/box]

Corresponde à média ponderada dos prêmios pagos por títulos brasileiros em relação a papéis de prazo equivalente do Tesouro dos Estados Unidos, tido como o país mais solvente do mundo, de risco praticamente nulo.

Fazendo um exemplo, se o Brasil está com EMBI+ 250 pontos base, significa que para o título brasileiro ser atrativo do ponto de vista de Risco x Retorno, ele deve rentabilizar 2,5% a mais ao ano do que os títulos norte-americanos.

Uma das formas mais eficientes de identificarmos o nosso perfil de investidor, é realizando um teste de perfil.

Você já fez seu teste de perfil? Descubra qual seu perfil de investidor! Teste de Perfil

gráfico

CDS (Credit Default Swap)

[box type=”success” align=”” class=”” width=””]A melhor forma de entender o CDS é pensar nele como um seguro de um carro, quando você é jovem, tem um carro caro e com um histórico ruim (já usou o seguro), consequentemente o seguro é mais caro.[/box]

O CDS é um contrato bilateral que permite ao investidor comprar proteção para crédito específico contra evento de crédito do emissor de determinado ativo. Um evento de crédito (default) inclui ocorrências tais como inadimplência, falha em pagamentos, reestruturação de dívida ou falência do emissor do ativo.

[banner nome=”facebook”]

Quem mais utiliza o CDS são os bancos, tanto comprando como vendendo proteção, as companhias de seguro, corretoras, hedge funds, fundos de pensão, empresas, fundos mútuos e agências governamentais.

RATING

[box type=”info” align=”” class=”” width=””]O rating é nota ou classificação de risco atribuída à país emissor de título de acordo com a avaliação, por instituição especializada na análise de crédito, sobre a capacidade e a disposição para que esse país honre, pontual e integralmente, o serviço de sua dívida.[/box]

As principais agências internacionais de classificação de risco de crédito são a Standard & Poor´s (S&P), a Fitch Ratings e a Moody´s. O Brasil está com baixa classificação de Risco, neste ano tanto o Fitch como o S&P já baixaram a classificação de risco do Brasil devido ao adiamento da reforma da previdência.

grafico

No passado recente do Brasil, tivemos três momentos onde o Risco País subiu bastante, primeiramente em 2002, quando o ex-presidente Lula foi eleito, isso causou um estresse gigantesco no mercado interno e uma desconfiança em relação ao futuro do país.

[banner id=”teste-perfil”]

Posteriormente em 2008, na famosa crise americana do subprime à qual influenciou todos os países do mundo. Por fim, ao final de 2016 na época do Impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff, onde não tínhamos ainda uma definição de quem assumiria seu posto e qual seria sua política.

grafico

Esse rebaixamento do Rating é maléfico para o Brasil pois faz com que o mesmo tenha que pagar mais em seus títulos públicos aumentando a dívida pública.