Rio Alto Energias Renováveis protocola pedido de IPO

Felipe Alves
Jornalista com experiência em reportagem e edição em política, economia, geral e cultura, com passagens pelos principais veículos impressos e online de Santa Catarina: Diário Catarinense, jornal Notícias do Dia (Grupo ND) e Grupo RBS (NSC).
1

Crédito: Divulgação

A empresa Rio Alto Energias Renováveis protocolou na CVM (Comissão de Valores Mobiliários) pedido de IPO (Oferta Pública Inicial).

A coordenação da oferta ficará por conta de XP Investimentos, BTG Pactual, Bradesco BBI e Credit Suisse.

Praticidade e precisão, saiba quais melhores investimentos e como melhorar rentabilidade de suas ações

Com atuação em geração e comercialização de energia, a empresa deve buscar recursos com a emissão de ações para investir em usinas solares. Estão inclusos nos planos os projetos de expansão de seu complexo Coremas e os parques Santa Luzia, Sol do Agreste e Lagoa Tapada.

Sobre o Grupo Rio Alto

Fundado em 2009, o Grupo Rio Alto é especialista em desenvolvimento de projetos de energia renovável, comercialização de energia, construção civil e gestão de ativos e produtos estruturados.

Considerando os ativos, a companhia espera atingir 1,8 GW instalados até 2023, dos quais 93 MWp já estão em geração, 156 MWp estão em construção, 1.168 MWp estão previstos para ser implantados até 2022 e 402 MWp estão previstos para ser implantados até 2023.

A estratégia da Rio Alto passa pela venda da produção futura dos empreendimentos no chamado mercado livre de energia, onde grandes consumidores como industrias negociam preços e suprimento diretamente com fornecedores.

Em 31 de dezembro de 2020, a companhia possuía R$2,6 bilhões em contratos de compra e venda de energia de longo prazo, representativos de um volume de geração de energia de 14.209 GWh.

Detalhes do IPO

O prospecto divulgado pela Rio Alto ainda não traz projeções sobre os valores envolvidos na operação.

A empresa quer ser listada no Novo Mercado.

Mas os recursos provenientes da oferta primária servirão para reforço de caixa e para potenciais operações de fusões e aquisições, mirando projetos solares “e empresas que apresentem sinergias aos negócios da companhia”.

O capital social da companhia é de R$31.571.000,00, representado por 46.000.000 ações ordinárias.

Destinação de recursos

Segundo o prospecto, os recursos captados pela Rio Alto serão usados para:

Realização de investimentos nos projetos de geração de energia solar, incluindo mas não se limitando a parques fotovoltaicos, em construção, para os Projetos Coremas IX, Coremas X, Santa Luzia, Sol do Agreste e Lagoa Tapada, que estão em desenvolvimento pela Companhia;

Reforço de caixa para os demais projetos de energia solar em desenvolvimento;

Realização de investimentos em futuros projetos de energia solar;

Realização de operações de fusões e aquisições (M&A) para aquisição de projetos de energia solar e empresas que apresentem sinergia aos negócios da companhia.

Money Week 5ª Edição

5 Dias de Evento | 70 Autoridades do Mercado Financeiro | 20 Horas de Conteúdo