Revista Exame, do Grupo Abril, vai a leilão com lance inicial de R$ 72 milhões

Paulo Amaral
Jornalismo é meu sobrenome: 20 anos de estrada, com passagens por grandes veículos da mídia nacional: Portal R7, UOL Carros, HuffPost Brasil, Gazeta Esportiva.com, Agora São Paulo, PSN.com e Editora Escala, entre outros.

Crédito: Divulgação

A Revista Exame, um dos títulos mais tradicionais do Grupo Abril, está com leilão marcado para acontecer no próximo dia 5 de dezembro, após os credores terem aprovado o plano de recuperação judicial da empresa.

Controlada desde abril deste ano pelo empresário Fábio Carvalho, que pagou o valor simbólico de R$ 100 mil pela empresa e prometeu injetar R$ 70 milhões nos cofres, a companhia estipulou o lance inicial da Exame em R$ 72, 37 milhões.

Os interessados em participar do leilão presencial da marca, que será leiloada como UPI (Unidade Produtiva Individual), deverão se inscrever por meio de petições nos autos da Recuperação Judicial e, no ato da inscrição, comprovar capacidade econômica, financeira e patrimonial de apresentar propostas superiores ao preço mínimo nas condições previstas no Edital.

Sem riscos

Segundo o advogado Gilberto Giansante, consultado pelo site Infomoney, as UPIs são vendidas sem qualquer passivo para que os preços sejam mensurados sem os riscos e o valor não fique tão baixo.

“A lei optou fazer esse tipo dispositivo para que as empresas em recuperação judicial pudessem vender seus ativos por um valor mais justo a fim de se conseguir pagar os credores. Ao retirar esses débitos, mais pessoas podem se interessar pelo bem e o seu preço aumentar”.

A companhia estuda também colocar à venda o prédio que possui  na Marginal Tietê e alguns imóveis em Campos de Jordão, utilizando os ativos para saldar dívidas de credores de até R$ 10 mil.

A UPI da Marginal Tietê deve ser vendida em até 20 meses após a homologação do Plano, e a de Campos de Jordão em até 36.

 

LEIA MAIS:

Reforma administrativa pode ficar para 2020, admite Bolsonaro

Money Week: conheça o maior evento online de investimentos do Brasil