Restoque (LLIS3) amplia prejuízo para R$ 112 milhões no 3TRI20

Felipe Alves
Jornalista com experiência em reportagem e edição em política, economia, geral e cultura, com passagens pelos principais veículos impressos e online de Santa Catarina: Diário Catarinense, jornal Notícias do Dia (Grupo ND) e Grupo RBS (NSC).
1

Crédito: Restoque/Le Lis Blanc/Divulgação

A Restoque (LLIS3) teve um prejuízo líquido de R$ 112 milhões no 3TRI20, resultado pior que os R$ 55,2 milhões de prejuízo do 3TRI19.

No resultado líquido ajustado, o prejuízo foi de R$ 91,7 milhões no terceiro trimestre.

O lucro bruto da empresa no 3TRI20 foi de R$ 59,1 milhões. Ou seja, 55,6% menor do que os R$ 133,1 milhões do 3TRI20.

Conheça a FinTwit, o maior fórum de finanças do mundo.

Hoje o Twitter é pauta na Money Week.

“A redução na margem bruta se deve principalmente a um ambiente mais promocional de mercado, também adotado pela companhia na retomada das operações, à redução do volume de vendas de atacado e impacto por ociosidade da fábrica”, diz a empresa.

No segundo trimestre, a empresa havia revertido lucro em prejuízo de R$ 146,7 milhões.

Ebitda negativo

O lucro antes de juro, impostos, depreciação e amortização (Ebtida) foi negativo em R$ 29,4 milhões no terceiro trimestre. No mesmo período de 2019 este valor havia sido positivo, em R$ 20,1 milhões.

O Ebitda ajustado da Restoque ficou em negativos R$ 9,1 milhões no 3TRI20 ante R$ 20,3 milhões positivos do 3TRI19.

Receita da Restoque recua 33%

A receita líquida de vendas da Restoque foi de R$ 141,8 milhões no 3TRI20. Ou seja, recuo de 33,2% em relação aos R$ 212,1 milhões do mesmo período do ano passado.

Houve faturamento menor em 45,8% no varejo no 3T20 por conta de lojas fechadas ou com restrição de horário.

Segundo a empresa, o varejo apresentou em outubro vendas em mesmas lojas de 90% das vendas de outubro de 2019, apontando para a continuidade da recuperação das vendas no 4T20.

Apesar disso, a Restoque destaca que houve crescimento significativo de 88,6% nas vendas digitais no 3TRI20. Assim, elas representaram 20% das vendas ao consumidor final.

Houve também crescimento de 115% na quantidade de pedidos omnichannel na modalidade ship from store (compra realizada online com entrega a partir de loja) vs. 3T19, representando 48% do total de pedidos online do trimestre.

Despesas, dívidas e fluxo de caixa

As despesas totais da Restoque, excluindo depreciação e amortização, totalizaram no 3T20 R$ 90,5 milhões. Segundo a empresa, para comparabilidade de resultado, excluindo provisões e impactos da pandemia, as despesas totalizaram R$ 70,1 milhões.

Considerando os efeitos da pandemia sobre a receita, a companhia reduziu o SG&A ajustado em 38,2% quando comparado ao 3T19.

O consumo de caixa operacional durante o 3T20 foi R$ 22,2 milhões, com consumo de R$ 39,0 milhões após investimentos, contra consumo de R$ 82,7 milhões no 3T19.

Os investimentos diminuíram R$ 13,1 milhões em comparação com 3T19. Os investimentos totalizaram R$ 16,7 milhões (redução de 43,9%), refletindo a cautela adotada pela companhia para seus desembolsos.

Reforço na estratégia digital da Restoque

Por fim, a Restoque quer ampliar e investir cada vez mais em sua estratégia digital.

“Reforçamos e aceleramos as ações para a transformação digital do negócio, que englobam uma série de iniciativas digitais para melhorar a experiência de relacionamento e de compra de nossos clientes, de forma a termos uma visão 360 graus dos nossos clientes e eliminar as barreiras entre o online e o off-line”, diz a empresa.

Para participar da nova edição da Money Week, de 23 a 27 de novembro, inscreva-se

Se você quer saber mais sobre o mercado de ações e como investir, preencha o formulário abaixo que um assessor da EQI Investimentos entrará em contato.