Reservas internacionais tiveram queda de US$ 327 mi na segunda-feira (03)

Daniele Andrade
Jornalista formada pela Universidade Positivo, pós-graduada em Mídias Digitais. Atualmente cursa bacharel em História. Gosta de produzir reportagens sobre política tanto nacional quanto internacional, economia e tecnologia.
1

Crédito: Reprodução / Unsplash

Segundo reportagem do Estadão Conteúdo, as reservas internacionais brasileiras tiveram uma queda de US$ 327 milhões na segunda-feira, dia 3. Na sexta-feira (31), as reservas estavam em US$ 359,394 bilhões. Já na segunda, conforme informou o Banco Central caíram para o valor de US$ 359,067 bilhões. 

Esse resultado é devido a oscilação do valor de mercado dos ativos, que compõem as reservas. Por exemplo, os títulos da dívida norte-americana e de outros países. As reservas internacionais consistem em ativos externos, que ficam disponíveis e controlados pelo Banco Central.

E possuem o objetivo de atender as necessidades de financiamento, do balanço de pagamentos, além da intervenção em mercados de câmbio. São incluídas nas reservas internacionais, as operações de linhas. Com recompra  e empréstimos em moeda estrangeira, realizadas pelo Banco Central do Brasil.

Descubra novos caminhos para multiplicar seu patrimônio. Aprenda hoje a investir R$ 300 mil com os melhores desempenhos.