Reservas internacionais chinesas têm queda de US$ 9,6 bi

Cláudia Zucare Boscoli
Jornalista formada pela Cásper Líbero, com pós-graduação em Jornalismo Econômico pela PUC-SP, especialização em Marketing Digital pela FGV e extensão em Jornalismo Social pela Universidade de Navarra (Espanha), com passagens por IstoÉ Online, Diário de S. Paulo, O Estado de S. Paulo e Editora Abril.
1

Crédito: Reprodução/iStock Photos

As reservas internacionais da China caíram US$ 9,6 bilhões em novembro em relação ao mês anterior, somando US$ 3,095 trilhões, informou o Banco do Povo da China (banco central chinês).

Em outubro, as reservas haviam registrado acréscimo de US$ 12,73 bilhões.

A queda é atribuída ao dólar mais forte em relação ao yuan.