Renda Variável exige estratégia

Gustavo Almeida
Unindo conhecimentos de marketing e finanças, busco construir valor em tudo que faço. Meu início profissional foi junto a XP Corretora, quando ainda era uma startup. Na época os desafios eram incríveis, onde diariamente passávamos por um processo de validação de uma nova solução para problemas que surgiam na criação de um ecossistema de investimento para pessoas físicas que não existia. Em 2009 resolvi começar a estudar o comportamento humano e a forma como tomamos risco em nossas decisões relacionada a investimentos. Deste estudo  surgiu uma tese própria de investimento, baseada no momento do mercado. Esta recebeu o nome de Geometria Comportamental, uma forma simples de entender o momento do preço e a sua capacidade de distorcer no tempo. Em 2016 integrei ao Grupo Baltoro, um grupo de venture building que busca ganhos excepcionais em múltiplos setores.
1

Foto: img-capa

O brasileiro está retornando a olhar a bolsa de valores e a renda variável novamente com bons olhos. Isso acontece principalmente por alguns vieses heurísticos serem acionados devido ao track record da bolsa nesses últimos dois anos (2016 e 2017).taxa

Em 2016 alta de 38,94% e em 2017 26,86% e em 2018 acumula alta de 8,86% em apenas 3 meses completos no ano.

Em contrapartida a rentabilidade da renda fixa vem caindo gradativamente e aquele rendimento mensal “certo e seguro” já não é tão atrativo. A régua de satisfação do investidor mostra que caiu 50% os rendimentos dele e esse gap entre o que ganhava e o que ganha necessita ser preenchido.

[banner id=”teste-perfil”]

Infelizmente, o fluxo de interesse das pessoas físicas em relação aos instrumentos de investimentos é inversamente relacionado às oportunidades de investimentos. Isso dificulta a existência de mais e mais investidores de sucesso.

[box type=”info” align=”” class=”” width=””]Sendo assim, necessitamos entender que a renda variável é um mercado onde precisamos pensar de maneira estratégica para que não seja encarada como uma aposta.[/box]

Quando apostamos, temos a visão binária de ou ganhamos ou perdemos, o problema que essa percepção vem acompanhada a algo que é… quando perdemos, perdemos tudo. Essa visão é distorcida e impede que se entenda uma estratégia e queira criar um processo de investimento, com foco, disciplina e paciência.

Hoje em dia, não existe mais a necessidade de ser um especialista em análises, ou ter muito tempo disponível para acompanhar o mercado ou estudar ele para que seja possível identificar momentos ideais de negociação. Existe uma gama de analistas que estão constantemente acompanhando o mercado, conversando com as empresas e identificando os momentos ideais para se negociar.

O que o investidor precisa, é conseguir descobrir o seu verdadeiro objetivo em relação a seu dinheiro, melhor dizendo, o que ele está querendo rentabilizar e em qual período.

Isso nos traz uma percepção do risco que irá ser assumido. Se a sensação não for boa, é sinal de que algo precisa ser mudado pois caso seja seguido a operação, com certeza irá ser gerado falta de disciplina.

[banner nome=”facebook”]

Como estratégias de investimento em renda variável tenho duas que recomendo a todos os investidores.

Estratégia para quem não possui patrimônio e quer usar o mercado de capitais para construir ele:

A sugestão é escolher uma ação, de uma empresa que está em um bom mercado, com potencial de crescimento. Escolher a ou as ações é simples, existem casas de análise como a Eleven, Bendorth ou até mesmo a área de análise da sua corretora.

Uma das formas mais eficientes de identificarmos o nosso perfil de investidor, é realizando um teste de perfil.

Você já fez seu teste de perfil? Descubra qual seu perfil de investidor! Teste de Perfil

[box type=”success” align=”” class=”” width=””]O que você irá fazer é se comprometer em comprar mensalmente um valor fixo financeiro. O foco aqui é ir adquirindo as ações, não importando se irá subir ou cair. Você está mirando em um horizonte de 5 a 10 anos.[/box]

Faça um exercício, imagine você, todo o primeiro dia útil do mês, nos últimos 5 anos, comprando 500 reais de ações da Gerdau, Petrobras, Itaú, Bradesco, etc…

Faça esse exercício e veja o quanto você cresceu nestes anos. Você pode fazer isso com valores menores ou maiores.

Estratégia para quem já possui um certo capital que irá alocar em renda variável.

Aqui vejo que a estratégia se configura de uma maneira diferente.

As casas de análise semanalmente divulgam as suas carteiras recomendadas para a semana que se iniciam.

Elas apresentam, preço de entrada, preço de saída ou objetivo da operação e preço de stop que significa a cotação que iremos abandonar a negociação caso o cenário mude.

O investidor irá definir o seu objetivo de rentabilidade para a semana, vamos imaginar que em uma carteira de 100 mil reais, queira rentabilizar 2% na semana.

Então ele irá fazer a seguinte conta.calculation-icon

Imaginemos que a carteira possui 5 ações, com preços de entrada e objetivos diferentes.

O investidor irá comprar as 5 ações com volumes que, atingindo o objetivo em todas ele ganhe os 2% em sua carteira, ou seja cada ação será responsável por uma rentabilidade de 0,4% do capital, ou 400 reais.

É bem simples.

Ação 1

[tie_list type=”starlist”]

  • Preço de compra 10,00
  • Objetivo 10,50
  • Stop 9,80
  • caso a ação ande 0,50 centavos minha carteira tem de valorizar em 400 reais.
  • quantas ações preciso comprar então?
  • 400 / 0,50 = 800 ações a 10 reais cada uma
  • o volume financeiro de compra é de 8.000 reais

[/tie_list]

Repito esse cálculo para as outras 4 ações que irá ter em carteira.

caso minha meta não seja batida na semana, irei carregar o resíduo operacional para a próxima semana, seja ele uma falta no resultado, seja ela um prejuízo.

Isso faz com que possamos alocar o capital de maneira ideal na construção de rentabilidade. É um processo de gestão ativa de nosso capital.

Espero ter ajudado na sua construção de estratégia.

 

O que fazer agora

O primeiro passo sempre será conhecer seus limites, sua tolerância a risco. Não entender seus próprios limites pode levá-lo a tomar as piores decisões com seus investimentos.

Por este motivo, sugerimos que todo investidor - experiente ou iniciante - conheça seu perfil. Se busca obter ganhos mais altos aceitando certa volatilidade ou se prefere maior segurança com retornos garantidos.

Entender mais profundamente o seu perfil como investidor e seus objetivos quanto a prazos de investimentos é uma tarefa um pouco mais sofisticada. É preciso considerar histórico como investidor, fatores pessoais e até profissionais que um teste da internet não considera.

Nossa equipe pode te ajudar a avaliar seu perfil de investidor.

O primeiro passo é uma conversa de 5 a 10 minutos com um membro da nossa equipe para levantar as primeiras informações e então agendar a conversa com um especialista no mercado de Investimentos.

É ele quem vai se aprofundar no seu histórico como investidor, seu momento de vida, seus planos futuros e então te indicar para produtos recomendados para seu perfil de investidor.

Confirme seus dados no formulário abaixo e nossa equipe vai entrar em contato com você para fazer a avaliação de seu perfil de investidor e bater com sua atual carteira de investimentos.