Remessa internacional: como fazer e quais os cuidados necessários?

Ana Silveira
Colaborador do Torcedores
1

Todo mundo já escutou falar sobre remessas de dinheiro para fora do país. E se você costuma enviar dinheiro para o exterior, sabe o quanto é necessário buscar a maneira mais em conta de fazer essa movimentação financeira, a fim de não perder muito dinheiro, afinal, o câmbio não vem ajudando muito.

Com o passar dos anos, realizar esse tipo de transação ficou ainda mais simples e fácil, principalmente pelas diversas opções digitais e plataformas que estão disponíveis para o usuário. Mas lembre-se que sempre é necessário fazer remessa internacional em segurança, via instituições confiáveis.

Praticidade e precisão, saiba quais melhores investimentos e como melhorar rentabilidade de suas ações

Neste texto, listamos um passo-a-passo sobre como funciona essa transação e as vantagens e os custos, e claro, como proceder.

O que é uma remessa internacional?

A remessa internacional é o envio de dinheiro do Brasil para o exterior. A razão para o envio pode ser diversa: manutenção de filho que estuda no exterior, pagamento de aluguel, pagamento de contas, investimentos em outro país, pagamento de importações, envio de aposentadoria para manutenção em outro país etc.

Seja qual for o motivo, você sempre deve procurar meios seguros de enviar seu dinheiro. E também deve procurar o melhor câmbio e as menores taxas e impostos, entre as diferentes opções disponíveis.

Como fazer a remessa?

Saiba que existem diversas maneiras de fazer remessa de dinheiro para o exterior. É possível fazer direto com o seu banco, em uma transação internacional, ou utilizando diversas plataformas de remessas online.

As plataformas costumam ser mais econômicas, com valores competitivos se comparadas às instituições bancárias.

Na prática, por meio das plataformas digitais é possível transferir reais em dólar, euro ou a moeda do país de destino, de acordo com as moedas disponíveis em cada plataforma. Ou seja, por meio dela é possível enviar dinheiro do Brasil para mais de 100 países – tanto para pessoas físicas como também para empresas.

Quais são as vantagens da plataforma online x bancos tradicionais?

Um dos diferenciais é que elas possuem taxas menores do que a dos bancos tradicionais, caso você queira economizar e esteja em busca de uma maneira rápida.

As plataformas são credenciadas pelo Banco Central, garantindo total segurança para aqueles que optarem por essa forma de realizar a  remessa de dinheiro para fora do Brasil. A escolha vai depender da maneira como você quer enviar o seu dinheiro.

Qual é o melhor momento para realizar essa transação?

A orientação é realizar esse tipo de transação nos dias úteis, ou seja de segunda à sexta-feira. A explicação é que se trata do período da contagem de dias para o depósito das plataformas – de acordo com os bancos, que não funcionam no final de semana. Não corra o risco de depender deste sistema e fique atento ao país de destino e do fuso horário local.

O que é preciso para fazer a remessa internacional?

Para fazer uma remessa internacional, é necessário que você e o destinatário possuam conta em banco. Além disso, você precisará fornecer alguns dados:

  • Código SWIFT, que é a identificação do banco do destinatário do dinheiro;
  • Os dados pessoais (nome completo e endereço) do beneficiário;
  • O número IBAN do beneficiário, que é um código internacional para esse tipo de operação;
  • O número da conta do beneficiário;
  • O motivo da transferência (confira abaixo as possibilidades);
  • Dependendo do valor a ser enviado, pode ser solicitada a declaração do Imposto de Renda ou a comprovação do dinheiro.

Natureza de envio

A natureza do envio é a razão pela qual você está fazendo a remessa de dinheiro. Ela pode ser:

  • Manutenção de residente;
  • Manutenção de estudantes;
  • Pagamento de curso no exterior;
  • Pagamento de serviços no exterior;
  • Compra de imóvel;
  • Investimento em corretoras (remessa para aplicação de dinheiro em aplicações financeiras, como ações e fundos de investimento);
  • Pagamento de importações.

Ferramenta de remessa do BTG Pactual (BPAC11)

O BTG Pactual (BPAC11) lançou este ano uma ferramenta de remessa de dinheiro para o exterior no BTG Pactual Digital e todos os clientes da EQI podem realizar remessas de dinheiro via aplicativo.

Trata-se da primeira etapa de um projeto do banco que pretende aumentar em breve os limites das transações, que hoje são de US$ 3 mil ou 2,6 mil euros.

Aqueles que viajam para o exterior com frequência, principalmente para a realização de negócios e têm conta bancária em outro país podem utilizar o aplicativo. Assim poderão economizar com as transferências.

Ao realizar a remessa de dinheiro, o cliente sabe exatamente qual é o custo do valor da moeda e ainda paga apenas 1,10% de Imposto sobre Operações Financeiras (IOF). Atualmente, ao escolher realizar o pagamento das compras no cartão de crédito fora do país, é preciso pagar 6,38% de IOF.

Ainda em dúvida sobre remessas de valores para o exterior? Então preencha o formulário abaixo que um dos assessores daEQI Investimentos irá te ajudar. 

Quer saber mais sobre finanças e investimentos? Então não deixe de se inscrever na quinta edição da Money Week, evento online e gratuito da EQI Investimentos, que acontece de 25 a 29 de outubro. Para participar, basta fazer sua inscrição aqui!