Rejeição é pedra no caminho de Bolsonaro no segundo turno

O que você verá neste artigo:Sinal vermelho na campanha de Jair Bolsonaro (PSL)!Pesquisa Datafolha/Segundo turno:Outras análisesMudando de assunto…

Patrícia Auth
Patrícia Auth é jornalista formada pela Univali de Itajaí/SC. Trabalhou em impressos, como o Jornal de Santa Catarina, e também, como repórter na Rede Record e RBS TV. É casada, mãe da Lívia e adoradora de boa música e gastronomia.Na equipe EuQueroInvestir, é responsável pela produção de vídeos, e também escreve e edita artigos para o site.Entre em contato com a Patrícia pelo e-mail: patricia.auth@euqueroinvestir.com

Sinal vermelho na campanha de Jair Bolsonaro (PSL)!

Mesmo consolidado, com 22% das intenções de voto no cenário sem Luiz Inácio Lula da Silva (PT) – conforme mostrou a Pesquisa Datafolha divulgada nesta quarta-feira, dia 22 – o candidato à Presidência da República enfrenta grande rejeição.

Segundo o Datafolha, 39% dos eleitores garantem não votar em Bolsonaro de jeito nenhum. A rejeição é a maior entre todos os candidatos e isso reflete na disputa em segundo turno, marcada para 28 de outubro.

De acordo com a pesquisa, Bolsonaro perderia em segundo turno para Marina Silva (Rede), Ciro Gomes (PDT) e Geraldo Alckmin (PSDB), além de Lula. O candidato do PSL só venceria de Fernando Haddad, petista que pode assumir a disputa eleitoral, caso Lula seja impedido pela Justiça Eleitoral.

Uma das formas mais eficientes de identificarmos o nosso perfil de investidor, é realizando um teste de perfil.

Você já fez seu teste de perfil? Descubra qual seu perfil de investidor! Teste de Perfil

Pesquisa Datafolha/Segundo turno:

[tie_list type=”checklist”]

  • Luiz Inácio Lula da Silva (PT) 53% X 29% Geraldo Alckmin (PSDB)
  • Luiz Inácio Lula da Silva (PT) 51% X 29% Marina Silva (Rede)
  • Luiz Inácio Lula da Silva (PT) 52% X 32% Jair Bolsonaro (PSL)
  • Marina Silva (Rede) 45% X 34% Jair Bolsonaro (PSL)
  • Geraldo Alckmin (PSDB) 37% X 31% Ciro Gomes (PDT)
  • Geraldo Alckmin (PSDB) 38% X 33% Jair Bolsonaro (PSL)
  • Marina Silva (Rede) 41% X 33% Geraldo Alckmin (PSDB)
  • Ciro Gomes (PDT) 38% X 35% Jair Bolsonaro (PSL)
  • Geraldo Alckmin (PSDB) 43% X 20% Fernando Haddad (PT)
  • Jair Bolsonaro (PSL) 38% X 29% Fernando Haddad (PT)

[/tie_list]

Outras análises

A Pesquisa Datafolha serviu ainda para mostrar que a estratégia do PT – de fortalecer o nome de Lula neste primeiro momento da campanha – tem dado resultado. Se comparado com os levantamentos anteriores já divulgados, o ex-presidente é o único candidato a ter mudança expressiva na intenção de voto.

Porém, a estratégia também tem efeito colateral. Analisando o cenário sem Lula, que é o mais real diante da inelegibilidade, Fernando Haddad (o substituto) aparenta não ter forças para captar os votos de Luiz Inácio. Haddad aparece com apenas 4% das intenções de voto.

Sem Lula na disputa, os votos são divididos por todos os candidatos. Os destaques são Marina e Ciro Gomes, que dobram as intenções de voto.

Neste mesmo cenário, Geraldo Alckmin (PSDB) é exceção. O tucano está estagnado nas pesquisas e deposita, agora, todas as suas fichas no tempo de televisão. Alckmin terá, no total, seis minutos e três segundos de aparição em cada bloco da propaganda política. O PT tem o segundo maior tempo: dois minutos e sete segundos.

Mudando de assunto…

Pensando em investir? Comece pelo teste de perfil do investidor. A gente te ajuda!

[banner id=”teste-perfil”]