Reforma tributária: o que esperar da unificação dos impostos

Considerada prioritária para recuperação da economia, governo federal, senadores e congresso debatem propostas de uma reforma tributária.

Paulo Filipe de Souza
Eu Quero InvestirColaborador do
Reforma tributária

Crédito: Jane de Araújo/Agência Senado

Dentro da reforma há diversos pontos que são difíceis de resolver: o maior deles, talvez, seja o ICMS. O Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços possui diferentes 27 legislações diferentes. Isto é, para cada estado há uma lei distinta.

Já conhece o nosso canal no YouTube? Clique e se inscreva

Essas propostas buscam unificar tributos e impostos e simplificar o sistema tributário do país. Uma reforma tributária se faz muito mais que importante. Hoje, há uma guerra fiscal nos estados.

Fim do ICMS

O Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços em muitos estados é usado como moeda de troca. Isto é, uma mesma atividade comercial pode ter diferentes alíquotas de tributos dependendo do estado.

Imaginem uma empresa que fabrica calçados em Santa Catarina. Para cada venda para outros estados, a empresa precisa fazer cálculos individuais do imposto para vendas em outras regiões. Mesmo que não seja complexo, essa diferenciação se torna burocrática. Além disso, um erro pode causar transtornos para empresa.

Além do ICMS, as propostas preveem a unificação de outros quatro tributos. Esse seria o ponto mais delicado da reforma. Por isso, é importante é o debate e a discussão de uma substituição gradual dos impostos e tributos.

Assim, se poderia ter uma transição mais suave que permitiria empresas e consumidores a se ajustem às novas regras sem grandes rupturas.

Manter a arrecadação

Outro ponto importante de uma reforma tributária é o impacto da arrecadação para os estados. Em meio a uma crise financeira em vários estados, o Governo não pretende diminuir a arrecadação. Por isso, qualquer reforma feita precisa gerar o menor número de problemas e, consequentemente, não causar queda na carga tributária.

Para fazer esse balanço, a ideia do governo é fazer uma espécie de gangorra. Na prática, algumas tributações diminuíram e outras aumentariam. A principal ideia é aumentar a produtividade e aumentar os indicadores econômicos do país.

Uma das formas mais eficientes de identificarmos o nosso perfil de investidor, é realizando um teste de perfil.

Você já fez seu teste de perfil? Descubra qual seu perfil de investidor! Teste de Perfil

Por que reformar?

O sistema tributário do país é considerado complexo, burocrático e ultrapassado. Estudos feitos pela Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro apontam que duas das propostas em discussão têm potencial para gerar 300 mil vagas de emprego ao ano e aumentar o consumo em até R$ 122 bilhões.

Simplificar o sistema tributário possibilita o crescimento da economia e permite uma maior eficiência no pagamento dos tributos.

Uma reforma do sistema tributário precisa ser bem estruturada e exige anos de trabalho e discussão. Além disso, de um maior amadurecimento do tema por parte dos Estados e Municípios.

Já que uma reforma pela metade diminuiria a eficiência de todo o projeto. Ou seja, não é algo para já. Uma reforma de todo um sistema tributário do país precisa estar muito bem estruturada.

Quando e onde investir

O primeiro passo sempre será conhecer seus limites, sua tolerância a risco. Não entender seus próprios limites pode levá-lo a tomar as piores decisões com seus investimentos.

Por este motivo, sugerimos que todo investidor - experiente ou iniciante - conheça seu perfil. Se busca obter ganhos mais altos aceitando certa volatilidade ou se prefere maior segurança com retornos garantidos.

Entender mais profundamente o seu perfil como investidor e seus objetivos quanto a prazos de investimentos é uma tarefa um pouco mais sofisticada que um teste feito em qualquer ferramenta na internet, exige uma análise mais criteriosa e dedicada para cada pessoa.

os perfis de investidores

Para ter uma visão precisa do perfil é preciso considerar histórico como investidor, fatores pessoais e até profissionais que um teste da internet não considera.

Esta é a função do Assessor de Investimentos

Entender o investidor em uma profundidade maior que um teste de perfil na internet. É a nossa função como uma empresa especializada em educação financeira.

O primeiro passo é fazer uma conversa de 5 a 10 minutos com um membro da nossa equipe para levantar as primeiras informações e então agendar a conversa com um Assessor de Investimentos. É ele quem vai se aprofundar no seu histórico como investidor, seu momento de vida, seus planos futuros e então te indicar para produtos recomendados para seu perfil de investidor.

Confirme seus dados no formulário abaixo e nossa equipe vai entrar em contato com você para fazer a avaliação de seu perfil e avaliar o alinhamento com seus atuais investimentos.