Redução da taxa Selic faz governo economizar R$ 68,9 bilhões

Marcelo Hailer Sanchez
Jornalista, Doutor em Ciências Sociais (PUC-SP) e Mestre em Comunicação e Semiótica (PUC-SP). Pesquisador em Inanna (NIP-PUC-SP). Trabalhei nas redações do Mix Brasil, Revista Junior, Revista A Capa e Revista Fórum. Também tenho trabalhos publicados no Observatório da Imprensa e revista Caros Amigos. Sou co-autor do livro "O rosa, o azul e as mil cores do arco-íris: Gêneros, corpos e sexualidades na formação docente" (AnnaBlume).

Crédito: José Cruz/Agência Brasil

Cálculos do Ministério da Economia indicam que a redução da Selic gerou, no ano passado, uma economia de R$ 68,9 bilhões no serviço da dívida, informa reportagem do jornal o Estado de São Paulo.

A economia é superior a todo investimento feito pelo governo federal em 2019, que foi de R$ 56,6 bilhões. Se a taxa Selic for mantida, no atual patamar, até 2022, essa economia pode ser de R$ 417,6 bilhões (R$120 bilhões só neste ano).

Simule seus investimentos com um especialista e confira as melhores opções de acordo com seu perfil

De acordo com a reportagem do Estadão, publicada nesta segunda-feira (10), essa economia do governo federal está relacionada com a queda sistemática da Selic desde agosto de 2016, à época em 14,25% ao ano. Em 2018, caiu para 6,5%; no fim de 2019 ficou em 4,5%. Como parte da dívida brasileira está ligada à Selic, quando a taxa cai, o juro pago pelo país também recua.

Cases da Bolsa

Aprenda análise fundamentalista de ações na prática, com maiores cases já criados na B3