Recuperação econômica dos EUA é fator decisivo para investimentos

Paulo Filipe de Souza
Colaborador do Torcedores

Crédito: Reprodução / Insper

A crise causada pelo coronavírus já se instalou e já realidade para todos. Os prejuízos econômicos e humanos são atualizados diariamente, números que só aumentam.

No entando, já se sabe qual economia deve se recuperar primeiro dessa pandemia. De acordo com Luis Stuhlberger, responsável pelo gerenciamento do Fundo Verde, um dos principais hedge funds do país, os Estados Unidos devem ser os primeiros a se recuperar. Stuhlberger é considerado hoje uma das maiores referências quando se trata do mercado brasileiro, foi capaz de valorizar o seu fundo em mais de 17.500% desde a sua criação.

A explicação dele é simples, “Quem tem mais dinheiro, talento, recurso e está fazendo testes de Covid-19 toda semana e lida com isso para sair do lockdown total é os EUA. Erraram muito no começo, demorou 3 semanas para começarem a fazer teste porque Trump não acreditava, mas quando eles querem fazer, eles fazem acontecer. Acredito que vai ser o primeiro país a se recuperar.”

Antecipando a recuperação dos EUA, a carteira de investimento do fundo foi alterada.  Anteriormente, cerca de 25% do capital era composto por ações de empresas nacionais. Agora, cerca de 37% são ocupados por ações americanas via S&P500, enquanto a exposição brasileira foi diminuída a 15%.

Os impactos na Bolsa brasileira

O Brasil estava em uma fase de recuperação econômica. A taxa de juro e inflação estavam controladas e baixas. Além disso, o país fazia uma série de aprovações como: teto de gasto público, reforma da previdência e trabalhista. Por isso, aumenta a dificuldade do mercado brasileiro de recuperação. Diferente dos Estados Unidos.

Outro ponto questionado pelo Luis Stuhlberger foi o select-lockdown ou lockdown. Ou seja, o isolamento social total ou somente o isolamento das pessoas de grupo de risco.

Stuhlberger acredita que é necessário hoje para o país o lockdown. E completa que caso não seja feito agora, o Brasil vai precisar fazer em um futuro próximo e em condições muito piores.

O lockdown é feito para evitar que as pessoas sejam contaminadas. É uma estratégia que especialistas em saúde e pandemia usam para ganhar tempo. Assim, diminui o número de pessoas que são contaminadas em uma só vez. Além disso, esse ganho de tempo permite uma maior preparação do sistema de saúde.

Uma das formas mais eficientes de identificarmos o nosso perfil de investidor, é realizando um teste de perfil.

Você já fez seu teste de perfil? Descubra qual seu perfil de investidor! Teste de Perfil

E para onde seguir?

Neste momento, saber para onde seguir com os seus investimentos é uma coisa difícil. Em meio a tantas informações, mudanças e receios pode ser complicado achar um plano e conseguir traçá-lo.

Essa insegurança está nos investidores e em todo o mercado financeiro. Há quem esteja comprando como o Luis Stuhlberger, mas também há os investidores que estão vendendo com medo de maiores perdas.

Uma opção é investir em opções que tragam uma proteção para sua carteira. Isto é, investimentos que sejam menos suscetíveis a oscilações do mercado.

Opções como o COE Bidirecional garante uma rentabilidade em meio ao cenário de oscilações. Essa opção de investimento é relativamente nova no país, foi criado em 2010. Em resumo, o Certificado de Operações Estruturadas reúne diversas características e possibilidades em um mesmo papel.

Assim, permite que o investimento tenha boas chances de ganho e risco zero de perda de capital. Investir em COE é aplicar em ativos complexos e arriscados, até em cenários estrangeiros, mas com a total garantia contra qualquer tipo de perda.