Recuperação de grau de investimento levará certo tempo, diz S&P

Rodrigo Petry
Editor-chefe, com 18 anos de atuação em veículos, como Estadão/Broadcast, InfoMoney, Capital Aberto e DCI; e na área de comunicação corporativa, consultoria e setor público; e-mail: rodrigo.petry@euqueroinvestir.com.

Crédito: Crédito da imagem: Agência Reuters

A principal analista para o Brasil da agência de classificação de risco S&P, Livia Honsel, afirmou, em entrevista ao jornal Folha de S.Paulo, que, mesmo com as melhores perspectivas para o crescimento da economia brasileira, ainda levará um certo tempo para que o País recupere o grau de investimento.

Mesmo com a aprovação da reforma da Previdência, a analista entende que o Brasil ainda tem “fraquezas estruturais” que precisam ser corrigidas, sobretudo na relação entre o Planalto e o Congresso. “O crescimento ainda é baixo, e temos esse passado recente de certos obstáculos políticos que, no fim, impediram a aprovação de algumas reformas”, disse ela à Folha.

A publicação destaca que no início deste mês a S&P elevou a perspectiva para o rating de longo prazo brasileiro, de estável para positiva, entretanto a nota de crédito em moeda estrangeira segue em BB-, que é grau especulativo e três níveis abaixo do grau de investimento.

Confira principais Ações para investir em Outubro

A analista da S&P acrescenta que a redução do déficit fiscal e o avanço do PIB nos próximos meses podem gerar a revisão da nota brasileira para BB, enquanto reformas a curto prazo, como a autonomia do Banco Central, poderiam contribuir com este processo.