Recuo do PIB frustra mercado e dificulta retomada; veja mais notícias

Matheus Gagliano
Colaborador do Torcedores
1

Crédito: Reprodução/Pixabay

A queda de 0,1% no Produto Interno Bruto (PIB) dá sinais de que a crise econômica do país pode ser prolongada, de acordo com a Folha de S.Paulo. O recuo de -0,1% do PIB no 2º tri frustra estimativas. De acordo com o jornal, a recuperação é estrangulada por crises hídrica e politica.

De acordo com o Valor Econômico, este resultado abaixo do esperado, faz com que projeções sejam revistas para baixo. Segundo O Globo, com o PIB estagnado e crises, as previsões para 2022 são derrubadas. Instabilidade política e risco de racionamento também ameaçam retomada.

Câmara aprova texto base da reforma do IR

A Câmara dos Deputados aprovou o texto base da reforma do Imposto de Renda (IR). De acordo com o Valor Econômico, já o Senado rejeita minirreforma.
Movimentos afetam substancialmente o ambiente de negócios no País.

Ainda de acordo com o jornal, a votação das emendas do projeto do IR, ficaram para esta quinta-feira. Entre outras mudanças, a reforma diminui o abatimento em declaração simplificada de R$ 16 mil para R$ 10,5 mil. Além da redução do imposto sobre o lucro das empresas não-financeiras de 34% para 26%.

Aumenta adesão da PM radical ao bolsonarismo

Em mais um capítulo da crise institucional que o país vive, cresce a adesão da ala radical de policiais militares ao bolsonarismo. De acordo com o Estadão, pesquisa constatou que alta foi maior entre oficiais do que entre praças, como observado nas redes sociais. Polícia Civil e Polícia Federal, no entanto, têm adesão menor.

São Paulo começa a aplicar a 3ª dose da vacina contra a covid-19

O estado de São Paulo inicia na próxima segunda-feira (6), a aplicação da terceira dose da vacina contra a covid-19. De acordo com o Estadão, a dose suplementar terá início com os idosos acima dos 90 anos de idade. A estimativa é que até 10 de outubro, estejam imunizadas as pessoas entre 18 e 60 anos de idade.