Fundos Imobiliários alcançam recorde de cotistas

Paulo Filipe de Souza
Colaborador do Torcedores
1

A redução histórica da taxa de juros tem sido fundamental para retomada da construção civil. O setor alcançou o seu maior valor nominal, comparando com o último ano. Os fundos imobiliários acompanham e ajudam a puxar este crescimento. 

Os Fundos Imobiliários bateram um recorde neste ano, o número de cotistas alcançou a marca de 500 mil CPF’s cadastrados na Bolsa de Valores. O número de investidores é o dobro do registrado em janeiro. Agora, os cotistas de Fundos Imobiliários são um terço do total de pessoas registradas na Bolsa.

Os Fundos Imobiliários são uma opção de aplicação que têm um objetivo: investir na compra ou construção de imóveis comerciais para aluguel.

Essa opção de investimento têm ganhado destaque no mercado financeiro já que grande parte dos investidores estão buscando opções com maiores rentabilidades. 

Com a menor taxa de juros da história, os Fundos Imobiliários conseguem atrair investidores conservadores buscando uma rentabilidade que a renda fixa já não consegue entregar mais.

Baixa rentabilidade da renda fixa

No final de 2016, a taxa básica de juros era de 14,25%, quase três vezes o valor que se encontra hoje. A Selic agora se encontra a 5% e com chances de novos cortes para 2019 e 2020. Vários projeções do mercado financeiro apontam que a taxa base pode chegar a 4%, no próximo ano.

Com esses cortes seguidos, o retorno de diversos investimentos em renda fixa ficam menores. A popular poupança, que rendeu 6,2% no último ano, passa a pagar 3,5% ao ano agora. Mas até outros investimentos mais rentáveis que a caderneta da poupança foram afetados.

Com as sinalizações de que a Taxa Selic deve continuar baixa por mais tempo, os investimentos têm migrado para renda variável. Esse cenário de juros baixos deixou ainda mais atraente investimentos em renda variável. Os fundos imobiliários têm se tornado uma das opções favoritas.

Uma das formas mais eficientes de identificarmos o nosso perfil de investidor, é realizando um teste de perfil.

Você já fez seu teste de perfil? Descubra qual seu perfil de investidor! Teste de Perfil

Crescimentos dos FII’s

Os fundos imobiliários têm mostrado uma valorização nos últimos anos. Há quatro anos atrás, o índice que mede os fundos imobiliários, Ifix, era de 1336 pontos. Hoje, o índice dobrou, alcançou 2791 pontos. 

Além disso, o número de fundos imobiliários ativos na Bolsa de Valores também aumentou. Hoje, são 200 Fundos Imobiliários com um patrimônio de 74, bilhões de reais. Só neste ano, 48 fundos deram entrada na Bolsa de Valores – número que é recorde.

Os fundos imobiliários ainda são uma opção de investimento recente no Brasil, começaram a ser negociados na Bolsa só em 2008. Nos Estados Unidos, os fundos são conhecidos como REITs, Real Estate Investment Trust, e são uma opção de investimento há já 59 anos.

Até o último levantamento, os REITs representavam 225 fundos e possuem um valor de mercado de US$ 1,2 trilhão. O número é semelhante ao valor de mercado de todas as empresas listadas na Bolsa brasileira. 

As quedas das taxas de juros no Brasil ajudaram a impulsionar os Fundos Imobiliários, mas ainda há muito espaço para crescimento desta opção de investimento. Nos próximos anos, as projeções são de crescimento e amadurecimento dos fundos imobiliários. 

Além disso, um dos entraves que afastava os investidores também mudou. A baixa liquidez, que era vista como uma dificuldade, têm mudado com a entrada de cada vez mais investidores.

 

Se considera um investidor conservador? Então você está em risco de extinção!

O cenário econômico virou do avesso e o país já não é mais o mesmo.

As taxas de juros caíram à níveis jamais vistos no Brasil desde o final do governo Militar (imagem abaixo) e levaram os rendimentos de Renda Fixa para próximo de Zero (ou negativos no caso da poupança).

Italian Trulli

A nova equipe econômica está incentivando novos investimentos no país, e com isso já não é mais possível ganhar dinheiro confortavelmente na poupança e em CDBs comuns. Por isso, estamos declarando a Extinção do Investidor Conservador.

Se você faz parte dessa espécie de investidor que está em risco de extinção, confirme seus dados no formulário abaixo e fale com nossa equipe. Vamos te ajudar, sem dor e sem custo.