Receita Federal mantém cronograma de restituição do IR

Marcello Sigwalt
null

Crédito: Blog BPO Krypton

Está mantido o cronograma de restituição do Imposto de Renda (IR) para 2020. A garantia foi dada, nesta quinta-feira (2), pelo secretário da Receita Federal, José Tostes Neto, apesar do adiamento, para 30 de junho, do prazo para entrega das declarações de IR Pessoa Física deste ano.

Ao todo, segundo o secretário, a restituição terá cinco lotes, a serem pagos de maio a setembro, no montante de R$ 26 bilhões, segundo informou o Estadão.

Prioridade para idosos

O primeiro lote, a ser pago em 30 de maio próximo, dará prioridade aos idosos, pessoas com deficiência e portadores de doenças graves, o que corresponderá a R$ 2 bilhões.

Adiamento e apelo

“Mesmo com o cronograma das restituições mantido, os contribuintes devem continuar a enviar suas declarações, apesar do adiamento do prazo”, assinala Tostes Neto.

Até o dia 30 de março, conforme balanço divulgado pela Receita, cerca de 8,1 milhões de declarações haviam sido recebidas ou 25% do total estimado.

Estimativa 2020

A estimativa do órgão é de que sejam entregues este ano em torno de 32 milhões de declarações.