Receita estuda ampliar prazo de entrega do Imposto de Renda por causa do coronavírus

Paulo Amaral
Jornalismo é meu sobrenome: 20 anos de estrada, com passagens por grandes veículos da mídia nacional: Portal R7, UOL Carros, HuffPost Brasil, Gazeta Esportiva.com, Agora São Paulo, PSN.com e Editora Escala, entre outros.
1

Crédito: Reprodução / Facebook

A Receita Federal está analisando a possibilidade de adiar a entrega das declarações do Imposto de Renda 2020 por causa da pandemia de coronavírus.

Segundo informações do jornal Agora São Paulo, o prazo final, estipulado para o dia 30 de abril, está mantido por enquanto, mas pode mudar.

Praticidade e precisão, saiba quais melhores investimentos e como melhorar rentabilidade de suas ações

“Essa análise [de adiar] está tendo. A gente está avaliando, estão no processo de avaliação. Não temos certeza ainda do que vai se fazer. A gente precisa só aguardar para ver como vai se comportar isso, até porque ainda falta um mês e meio”, avisou Joaquim Adir, supervisor do IR.

Até o momento, foram recebidas 11,8% do total de 32 milhões de declarações previstas pela Receita Federal para 2020.

O órgão informa que o envio de declarações de Imposto de Renda é obrigatório para quem teve rendimentos tributáveis de mais de R$ 28.559,70 em 2019 – média de R$ 2.379,97 por mês.

Quem recebeu rendimento isento, não tributável ou tributado exclusivamente na fonte de mais de R$ 40 mil, como o FGTS, também é obrigado a enviar a declaração.

Segundo Joaquim Adir, o contribuinte que não enviar a declaração ou perder o prazo, está sujeito à multa, que vai de R$ 165,74 a 20% do imposto devido no ano.

O Imposto de Renda, o coronavírus e os aposentados

Apesar de ser feita de forma online, a declaração do IR, assim como seu envio, causa preocupação extra com os aposentados, normalmente idosos e, consequentemente, parte do grupo mais suscetível ao coronavírus.

Isso acontece porque muitos desses aposentados não conseguem realizar a tarefa sem ajuda de universidades ou sindicatos especializados.

Segundo David Uip, secretário de Estado da Saúde, a recomendação é para que os idosos não saiam de casa.

Dessa forma, o envio da declaração do Imposto de Renda ficaria ameaçado, o que pesa a favor do adiamento do prazo previamente estabelecido para 30 de abril.

Coronavírus: As medidas do Governo para combater a Covid-19

Coronavírus pode causar queda do juro e aumento do prazo no consignado

Money Week 5ª Edição

5 Dias de Evento | 70 Autoridades do Mercado Financeiro | 20 Horas de Conteúdo