Vendas do GPA (PCAR4) no Brasil somam R$ 16,5 bi no 4tri19, alta de 8,4%

Joana Kurtz
null
1

Crédito: Grupo Pão de Açúcar/Divulgação

Com destaque para desempenho da marca Assaí, a receita bruta do Grupo Pão de Açúcar no Brasil atingiu R$ 16,515 bilhões no último trimestre do ano passado, o que representa um aumento de 8,4% na comparação com igual período de 2018.

As vendas totais no Brasil somaram R$ 59,131 bilhões, com avanço de 10,3%, na mesma base comparativa.

No acumulado do ano, a receita foi de R$ 59,131 bilhões, crescimento de 10,3%.

EmpreendedorismoTécnicas para Renda Fixa. Tendências. Privatizações. Estratégias para proteção de investimentos.

Tudo isso hoje na MoneyWeek

Assaí

Apenas o Assaí contribuiu com R$ 8,7 bilhões na receita bruta do trimestre e R$ 30,4 bilhões na do ano. As vendas totais apresentaram crescimento de 19,7% no trimestre e de 21,9% no ano.

De acordo com a empresa, o resultado do Assaí foi sustentado pela “acertada” estratégia de expansão, apesar da forte base de comparação – no quarto trimestre de 2018, já havia apresentado alta de 23,6% e, ao longo de 2018, de 24,2%).

“O resultado deve-se principalmente à rápida maturação das novas lojas, ao expressivo aumento do fluxo de clientes e contínuo ganho de market share ao longo do ano”, informou o Grupo Pão de Açúcar sobre o Assaí.

“As 13 inaugurações de lojas em 11 estados marcam o maior número de aberturas já realizadas pela bandeira em um único trimestre. No acumulado do ano, Assaí aumentou seu portfólio com 22 novas unidades, em diferentes regiões do país, e entrou em 3 novos estados: Tocantins, Amapá e Rondônia”, acrescentou.

A marca ainda teve bom desempenho no segmento de cartões, informou ainda a empresa. O Passaí emitiu mais de 430 mil novos cartões no ano, ultrapassando a marca de 1 milhão de emissões desde seu lançamento. No final do ano, o Assai contava com mais de 700 mil cartões ativos.

No primeiro semestre deste ano, deve ser concluído o projeto piloto das maquininhas de cartão de crédito e débito com a marca “Passaí” em São Paulo. “O grande diferencial do projeto é a distribuição na rede física das 166 lojas para os mais de 2,5 milhões de pessoas jurídicas”, disse a companhia, em comunicado ao mercado.

Consolidado

Já o faturamento bruto total consolidado nos últimos três meses do ano passado, que inclui as operações do Grupo Éxito da Colômbia apenas em dezembro, atingiram R$ 18,9 bilhões no trimestre, com expansão de 24%.

No ano, a cifra ficou em R$ 61,5 bilhões, aumento de 14,7%.

Mesmas lojas

Considerando apenas a receita bruta dos pontos com mais de um ano de funcionamento (“mesmas lojas”), o destaque mais uma vez fica para o desempenho da marca Assaí. As vendas tiveram uma evolução de 4,3% no trimestre e de 6,3% no ano, mesmo com a forte base de comparação.

No chamado Multivarejo, porém, houve recuo de 0,9% no trimestre e aumento de apenas 1,2% no ano. O destaque negativo ficou por conta do Extra Hiper, com -4,8% no trimestre e -1,1% no ano. Pão de Açúcar teve queda de 0,3% no trimestre e ficou estável em 12 meses.

O Grupo Pão Açúcar, porém, justificou que as vendas “mesmas lojas” do Multivarejo foram impactadas no trimestre pelo expressivo número de lojas em processo de renovação e reformas. Está em curso uma aceleração expressiva dos projetos de reformas e conversões de lojas, que contribuem para um portfólio mais aderente ao cenário econômico.

A empresa destacou o desempenho das lojas reformadas de Pão de Açúcar e das lojas convertidas em Mercado Extra e Compre Bem, que seguiram apresentando “expressivo desempenho”, juntamente com a “forte performance” dos formatos de Proximidade, apesar da forte base de comparação.

No que se refere aos cartões no multivarejo, no ano, as bandeiras Extra e Pão de Açúcar somaram mais de 500 mil novos cartões emitidos, totalizando mais de 2,1 milhões de cartões de crédito ativos.

Transformação digital

No ano, o e-commerce registrou evolução superior a 40%, resultado da ampliação das modalidades de entrega Express e Clique e Retire, com operação presente em 125 lojas, bem como o avanço no modelo tradicional com a abertura da primeira dark store no Rio de Janeiro.

Com esse avanço, as vendas online já representam aproximadamente 6% da receita da bandeira Pão de Açúcar.

O James Delivery encerrou o ano presente em 18 cidades após o início de operação nas cidades de Aracajú, Brasília, Cuiabá, João Pessoa, Uberlândia e Fortaleza. Houve crescimento médio de 35% ao mês e aumento de 15 vezes no número de pedidos em relação ao início do ano.

O Pão de Açúcar Adega, por sua vez, contou com mais de 1 milhão de garrafas de vinho vendidas no segmento online em 2019, aumento de 60% em relação ao ano anterior. A empresa viu, nesse resultado, uma boa adesão do consumidor a este modelo de compra.

“Como resultado não só do pioneirismo, mas também da consistência na implementação da estratégia digital, o GPA segue líder do e-commerce alimentar com mais de 70% de market share na medição da Nielsen”, informou.