Raízen (RAIZ4) firma contrato para venda de biometano

Regiane Medeiros
Colaborador do Torcedores
1

Crédito: Raízen /Divulgação

A Raízen (RAIZ4) firmou sua primeira venda de longo prazo para a comercialização de gás natural renovável (Biometano) com a Yara Brasil, um dos maiores consumidores de gás natural no Brasil.

O contrato possui um prazo de 5 anos com um volume de 20.000 m³/dia.

O fornecimento do Biometano será efetuado por meio do portfólio da Raízen, utilizando os resíduos do processo de produção de etanol, vinhaça e torta de filtro, nos parques de bioenergia do grupo. A Yara utilizará o produto para a produção de hidrogênio e amônia verde em seus parques industriais.

Rumo (RAIL3) celebra contrato com Estado do Mato Grosso

A Cosan (CSAN3) informou que sua controlada, Rumo (RAIL3), assinou contrato junto ao estado do Mato Grosso.

O projeto visa a construção, operação, exploração e conservação de ferrovia que conecta o terminal rodoferroviário de Rondonópolis/MT à Cuiabá/MT e à Lucas do Rio Verde/MT.

Energisa contrata financiamento junto ao BNDES

A Energisa comunicou que contratou, junto ao Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), o financiamento de R$ 166 milhões para o empreendimento da Energisa Tocantins Transmissora – ETT.

A companhia informou que os recursos captados correspondem a 25% do seu investimento total (R$ 660 milhões).

O prazo de financiamento é de 238 meses, sendo 38 meses de carência e 200 meses de pagamentos mensais de juros e amortização.

De acordo com a companhia, o projeto irá melhorar a qualidade do fornecimento de energia na região metropolitana de Palmas (TO), e permitirá o escoamento de cerca de 390 MW de energia proveniente do potencial hidráulico e fotovoltaico da região, o que daria para abastecer cerca de 900 mil domicílios.

A iniciativa vai beneficiar cerca de 500 mil consumidores, gerar 1.400 empregos diretos e 4.000 indiretos durante as obras, além de outros 45 postos diretos e 150 indiretos permanentes na fase de operação.

Aeris (AERI3) divulga projeções

A Aeris (AERI3) divulgou em fato relevante suas projeções para o exercício de 2021 e 2020.

Assim sendo, a produção em GW equivalentes para o período findo em 31 de dezembro de 2021 foi de 3,1 a 3,2. Para 2022 foi projetado em 4,3 a 5,2.

A receita líquida da companhia para 2021 foi estimada em R$ 2,4 bilhões a R$ 2,7 bilhões enquanto que em 2022 foi projetada para R$ 3,3 bilhões a R$ 4 bilhões.

A Aeris divulgou ainda sua projeção de Ebitda: R$ 350 milhões a R$ 400 milhões em 2021 e R$ 50 milhões a R$ 120 milhões em 2022.

Braskem (BRKM5) presta esclarecimentos sobre notícia veiculada na mídia

A B3 e CVM pediram esclarecimentos à Braskem (BRKM5) sobre notícia publicada no jornal Valor nesta segunda (20) a respeito de apresentação de “modelo para venda da Braskem”.

Segundo a Braskem, ela “esclarece que não é parte de eventuais discussões de seus acionistas sobre a venda da sua participação acionária e não tem conhecimento das informações constantes da notícia”.

Padtec (PDTC3) anuncia criação de Diretoria Jurídica

A Padtec (PDTC3) informou a criação da diretoria jurídica/secretaria geral. A advogada Patricia Sayuri Iqueda foi eleita para esta posição em reunião do Conselho de Administração realizada em 13 de setembro e tomará posse no próximo dia 1º de outubro.

Segundo a companhia, a criação da nova diretoria visa reforçar as práticas de compliance, governança e ética na Padtec.