Raia Drogasil (RADL3) aprova desdobramento de ações; CPFL Energia (CPFE3) cancela registro na SEC

Regiane Medeiros
Economista formada pela UFSC. Produz conteúdo na área de mercado de capitais, finanças pessoais e atualidades.
1

Crédito: Wikimedia

A Raia Drogasil (RADL3) aprovou o desdobramento da totalidade das ações de emissão da companhia.

Desse modo, o referido desdobramento se dará na proporção de 5 ações ordinárias para cada ação da mesma espécie.

De acordo com a companhia, a alteração não modifica o valor do capital social, que se mantém em R$ 2,5 bilhões.

Ferramenta ajuda na escolha de suas ações de acordo com balanços

Além disso, as novas ações resultantes do desdobramento conferirão aos titulares os mesmos direitos das ações ordinárias então existentes. Inclusive em relação aos dividendos e/ou juros sobre capital próprio que vierem a ser declarados a partir de 16 de setembro de 2020.

Segundo o comunicado, os American Depositary Receipts (ADRs) lastreados em ações de emissão da companhia serão igualmente desdobrados. De modo que o titular de 1 ADR passará a ser titular de 5 ADRs, cada um deles representando uma ação de emissão da Raia Drogasil.

CPFL Energia (CPFE3) efetiva cancelamento de registro perante a SEC, nos EUA

A CPFL Energia (CPFE3) comunicou, nesta terça-feira, 15, sobre a deslistagem de suas American Depositary Shares(ADSs) da New York Stock Exchange (NYSE).

Assim sendo, a companhia efetivou o cancelamento de seu registro perante a Securities and Exchange Commission (SEC) dos EUA.

O procedimento ocorreu após 90 dias do arquivamento de um Form 15F perante a SEC em cumprimento aos critérios aplicáveis exigidos para o cancelamento.