Radar traz Vale (VALE3), Linx (LINX3) e Carrefour (CRFB3)

Felipe Moreira
Especialista em Mercado de Capitais e Derivativos pela PUC - Minas, com mais de 8 anos de vivência no mercado financeiro e de capitais. Certificações: CPA-10, CPA-20 e AAI. Apaixonado por educação financeira e investimentos.
1

No Radar Corporativo desta terça-feira (20) destaque para prévias operacionais, reabertura de shoppings e captações.

A Vale (VALE3) registrou uma produção 68,045 milhões de toneladas de minério  no primeiro trimestre de 2021, elevação de 14,2% contra um ano antes.

Já o Carrefour (CRFB3) divulgou crescimento de 15,1% nas vendas no primeiro trimestre, com faturamento de R$ 18,1 bilhões.

Enquanto isso, a Trisul (TRIS3) teve vendas líquidas de R$ 177,2 milhões no primeiro trimestre, um aumento de 33% na base anual.

Você sabia que algumas das maiores oportunidades de ganhos da bolsa estão nas Small Caps? Quer saber mais sobre essas ações e como investir? 

Em balanço atrasado, a Linx (LINX3) reportou prejuízo líquido de R$ 65 milhões no quarto trimestre de 2020, revertendo lucro de R$ 9,3 milhões em igual período de 2019.

Quer começar o dia bem-informado com as notícias que vão impactar o seu bolso? Clique aqui e assine a newsletter EQI HOJE!

Além disso, a BrMalls (BRML3) comunicou a retomada da operação de 11 shoppings do seu portfólio.

Entre as emissões, a Rumo (RAIL3) informou a emissão em debêntures do montante de R$ 1,5 bilhão.

Por sua vez,  Itaú Unibanco (ITUB4) comunicou que em março de 2021 captou no mercado internacional US$ 400 milhões junto à United States International Development Finance Corporation (DFC).

E, por fim, a Itaúsa (ITSA3) aprova JCP de R$ 0,0213 por ação, com base na posição acionária final do dia 27 de abril.

Confira agora na íntegra o Radar Corporativo:

O que você verá neste artigo:

Balanços

Linx (LINX3) reverte lucro e tem prejuízo de 65 milhões no 4TRI

A Linx (LINX3) apresentou prejuízo líquido de R$ 65 milhões no quarto trimestre de 2020, revertendo lucro de R$ 9,3 milhões em igual período de 2019.

A receita recorrente atingiu R$ 228,1milhões no trimestre, alta de 16,5% vs 4T19 e +5,9% vs 3T20.

De acordo com a Linx, estes aumentos demonstram a resiliência do modelo de negócio baseado em receita recorrente (SaaS), além da importância da oferta de uma plataforma end-to-end que garante múltiplas portas de entrada para as soluções da Linx, algo que foi intensificado com a aceleração do processo de transformação digital dos varejistas desde março de2020.

Linx Pay

No final de março a Linx constatou que a sua controlada, Linx Pay, apresentou perdas operacionais incomuns, como consequência do cancelamento de transações atípicas por parte de terceiros na utilização de máquinas comercializadas por um parceiro comercial da Linx Pay. Estas perdas operacionais atípicas não foram oriundas de clientes Linx Core e Linx Digital.

Com base nos resultados das apurações, a Linx reconheceu perdas de R$40 milhões, integralmente contabilizadas no quarto trimestre de 2020. As vulnerabilidades que deram origem às perdas operacionais já foram endereçadas pela Linx. Segundo as condições do Acordo de Associação assinado com a Stone, não há impacto na combinação de negócios em razão das perdas operacionais identificadas.

Cias Abertas

Vale (VALE3) informa alta de 14,2% na produção de minério no 1º tri

A Vale (VALE3) informou nesta segunda-feira (19) produção 68,045 milhões de toneladas de minério  no primeiro trimestre de 2021. O resultado representa uma elevação 14,2% contra um ano antes.

Já a produção de pelotas foi de 6,3 milhões de toneladas, uma redução de 9,2% na comparação anual.

De acordo com a mineradora, o resultado foi devido à retomada gradual das operações paradas nos complexos Timbopeba, Fábrica e Vargem Grande ao longo de 2020; ao melhor desempenho em Serra Norte e menor volume de chuvas em janeiro; ao aumento das compras de terceiros; e ao reinício das operações em Serra Leste.

Vale (VALE3) fecha com a Mitsui e adquire mina e corredor logístico na África

A Vale (VALE3) assinou, nesta segunda (19), contrato definitivo com a japonesa Mitsui para a aquisição da totalidade das participações na mina de carvão de Moatize e no Corredor Logístico de Nacala (CLN), que liga Moçambique ao mar, passando pela República do Malauí, no sudoeste da África.

A conclusão da saída da Mitsui é esperada ainda em 2021, sujeita, segundo a Vale, “às condições precedentes usuais neste tipo de transação, conforme informado no comunicado ao mercado de assinatura do Heads of Agreemente m 20 de janeiro de 2021.”

Debêntures da Vale devem ser replicadas em novas ofertas

A oferta de debêntures participativas da Vale que estavam nas mãos de BNDES e da União atraiu todos os perfis de investidores, conforme informou o jornal Valor.

O interesse pelos títulos, que misturam elementos de renda fixa e variável, já leva bancos a pensar em replicar o modelo com outras companhias por aqui. Esse tipo de papel, comum no setor de metais e mineração global, paga uma remuneração equivalente a um percentual de receitas de exploração, normalmente, de minas.

Disputa pelas vagas no conselho da Vale (VALE3) segue aberta

A assembleia para eleger o novo o conselho de administração da Vale para o período 2021-2023 será no próximo dia 30, mas a disputa pelas vagas segue aberta.

Na semana passada, as empresas ISS e Glass Lewis, que fazem recomendação de voto a investidores em assembleias, sugeriram aos acionistas voto na maioria dos candidatos indicados pela mineradora. Mas mesmo assim não é possível dizer que o resultado da eleição está garantido.

Carrefour (CRFB3): vendas somam R$ 18,1 bi e têm alta de 15,1%

O Carrefour (CRFB3) divulgou nesta segunda (19) a versão preliminar e não auditada referente ao primeiro trimestre de 2021.

A empresa apurou crescimento de 15,1% nas vendas, atingindo volume de R$ 18,1 bilhões em comparação ao mesmo período de 2020.

“O 1T foi marcado pelo cancelamento do carnaval, desaceleração da inflação de alimentos e novas medidas restritivas para combater a pandemia em março”, destacou a companhia.

Atacadão

Os resultados da empresa foram positivos em braços como o Atacadão, rede de supermercados que apontou crescimento de 18,6%, reflexo da busca de consumidores por itens para estocagem antes das medidas restritivas.

“Apesar de todos os desafios, o modelo único do Atacadão e a estratégia comercial já em curso para manutenção da competitividade mais uma vez se mostraram eficientes e contribuíram fortemente para o desempenho de vendas do 1T”, informa o Grupo.

A receita bruta do Atacadão atingiu R$ 12,7 bilhões, expansão de 6%, acelerando com a conversão de 11 lojas da aquisição do Makro até o momento, com as demais a serem convertidas em breve.

Trisul (TRIS3): vendas líquidas totalizam R$ 177,2 mi no trimestre, um aumento de 33%

A Trisul (TRIS3) anunciou nesta segunda-feira (19) a prévia de seus resultados operacionais do primeiro trimestre de 2021.

As vendas líquidas totalizaram R$ 177,21 milhões, um desempenho 33% superior ao trimestre anterior.

B3 (B3SA3): exercício de opções sobre ações, units e ETF movimenta R$ 17,2 bi

O exercício de contratos de opções sobre ações, units e cotas de ETF movimentou R$ 17.229.843.441,80, dos quais R$ 13.130.105.696,08 em opções de compra e R$ 4.099.737.745,72 em opções de venda.

A seguir, as opções que registraram o maior volume financeiro no exercício de hoje na B3 (B3SA3):

VALEE ON R$ 102,10 por ação movimentou R$ 561.202.860,00 em opções de compra;

PETR/EX PN R$ 23,68 por ação movimentou R$ 423.419.712,00 em opções de compra;

Cotas do FIP PATR INF começam a ser negociadas na B3

Um novo fundo de investimento, Patria Infraestrutura Energia Core, direcionado a investidores qualificados, passa a ter suas cotas classe B negociadas no mercado de bolsa nesta segunda-feira (19). Com nome de pregão FIP PATR INF e código de negociação PICE12, o lote-padrão é de uma cota e a cotação será em R$ por unidade.

Na 1ª emissão de cotas classe B encerrada em 12/01/2021, foram subscritas e integralizadas 1.310.000 cotas, ao preço de R$ 100,00 por cota, com o Valor Total da Oferta de R$ 131.000.000,00.

B3 (B3SA3) fará o leilão das linhas 8 e 9 da CPTM de São Paulo nesta terça (20)

Acontece nesta terça-feira (20) na sede da B3 (B3SA3), o leilão das linhas 8-Diamante e 9-Esmeralda da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM), promessa de campanha do governador João Doria (PSDB) e confirmado pelo secretário de Transportes Metropolitanos, Alexandre Baldy (PP-GO).

O contrato é estimado em R$ 3,3 bilhões e terá validade de 30 anos. O lance inicial é de R$ 303 milhões. A maior outorga fixa oferecida ao Governo do Estado leva o certame.

BrMalls (BRML3): informa retomada da operação de 11 shoppings

A brMalls (BRML3) comunicou a retomada da operação de 11 shoppings do seu portfólio. São unidades que estavam fechadas por causa das medidas de restrições anunciadas pelas autoridades durante a pandemia. Os shoppings terão restrições no horário de funcionamento.

O Independência Shopping (MG) voltou a abrir em 17 de abril de 2021. O Campinas Shopping (SP), Mooca Plaza Shopping (SP), São Bernardo Plaza Shopping (SP), Shopping ABC (SP), Shopping Jardim Sul (SP), Shopping Metrô Santa Cruz (SP), Shopping Piracicaba (SP), Shopping Tamboré (SP) e Shopping Villa Lobos(SP) retornaram suas atividades no dia 18de abril de 2021.

O Shopping Plaza Niterói( RJ) retomou operações em 19 de abril.

Bahema (BAHI3): renúncia de membro do CA

A Bahema (BAHI3) comunicou que Guilherme Affonso Ferreira apresentou pedido de renúncia ao cargo de membro efetivo do Conselho de Administração da companhia. A decisão vale a partir de 30 de abril de 2021.

O conselheiro esclareceu que “o pedido de renúncia é realizado por motivos de natureza pessoal, tendo em vista desafios profissionais que irão requerer maior dedicação do meu tempo.”

Eletrobras (ELET6) comitê aprova elegibilidade de candidatos indicados por minoritários

A Eletrobras (ELET6) comunicou a indicação pela elegibilidade dos candidatos indicados por acionistas minoritários para os Conselhos de Administração e Fiscal da Companhia, conforme segue:

  • Indicação do acionista minoritário detentor de ações preferenciais Maliko Investments: Sr. Felipe Vilela Dias, para concorrer à vaga de membro do Conselho de Administração.
  • Indicações dos acionistas minoritários detentores de ações ordinárias Fundo de Investimento em Ações Dinâmica Energia e Banclass Fundo de Investimento em Ações: Sr. Daniel Alves Ferreira, para concorrer à vaga de membro do Conselho de Administração e Srs. Carlos Eduardo Teixeira Taveiros e Robert Juenemann, para concorrer às vagas de titular e suplente, respectivamente, do Conselho Fiscal da Companhia.
  • Indicações do acionista minoritário detentor de ações preferenciais Geração Futuro L. Par Fundo de Investimento em Ações: Srs. Antonio Emilio Bastos de Aguiar Freire e Giuliano Barbato Wolf, para concorrer às vagas de titular e suplente, respectivamente, do Conselho Fiscal da Companhia.

Na última quinta-feira (15) o presidente do Congresso Nacional, Rodrigo Pacheco (DEM), prorrogou por 60 dias a MP que define condições de privatização da Eletrobras (ELET3, ELET6).

HBR Realty (HBRE3) retoma operações de shopping centers

A HBR Realty (HBRE3) informou que desde 18 de abril a Companhia retomou operações dos seus três shopping centers, respeitando as novas regras e restrições estabelecidas pelas autoridades públicas.

Dessa forma, no Mogi Shopping e Shopping Suzano a reabertura foi em 18 de abril, com 8 horas diárias de funcionamento para as operações de comércio, mantendo restrições quanto ao uso da praça de alimentação e academias até 23 de abril.

Já no Shopping Patteo Olinda a reabertura ocorreu em 1 de abril, com 10 horas diárias de funcionamento e abertura de todas as operações comerciais e serviços.

Bradesco (BBDC4) e Itaú (ITUB4) lançam fundos para investimento na China.

O Bradesco e Itaú estão lançando fundos para brasileiros investirem em empresas chinesas, animados pela crescente demanda por aplicações no país asiático, de acordo com reportagem do Valor.

Primeira economia a se recuperar da pandemia, a China tende a seguir com crescimento forte, acima de 8% este ano, no caminho para se consolidar como a maior potência global pela frente.

Banco do Brasil (BBAS3) trava mais uma vez

A pauta estratégica do Banco do Brasil entrou novamente na geladeira, enquanto a cúpula que vai apoiar a gestão
de Fausto Ribeiro está sendo definida. É o terceiro presidente da instituição em pouco mais de dois anos, durante o governo Jair Bolsonaro. As informações são do Estadão.

A cada troca de comando as decisões param e, da agenda à equipe, tudo é refeito. Ribeiro assumiu a cadeira há cerca de 15 dias. De lá para cá, segue debruçado na escolha da cúpula do banco e tomando pé das coisas.

Enquanto isso, o BB segue sem rumo. Internamente, a sensação é a de que ninguém decide nada, com o cenário nebuloso sem saber para onde o banco vai. “Aqui nada ‘anda’ de verdade”, disse uma fonte ao Estadão.

United Airlines (U1AL34) tem prejuízo de US$ 1,4 bi e queda de receita no 1TRI21

A United Airlines (U1AL34) reportou prejuízo líquido de US$ 1,357 bilhão no primeiro trimestre de 2021.

O resultado é melhor do que o divulgado no mesmo período de 2020, quando a empresa teve prejuízo de US$ 1,704 bilhão.

Emissões e dívidas

Rumo (RAIL3) emite debêntures

O conselho de administração da Rumo (RAIL3) aprovou a 13ª emissão de debêntures simples, com esforços restritos, da Malha Paulista.

As referidas debêntures serão lançadas em duas séries, totalizando o montante de R$ 1,5 bilhão.

You Inc (YOUC3) emite debêntures simples

A You INC (YOUC3) informou que seu conselho de administração aprovou a 3ª emissão de debêntures simples, não conversíveis em ações, em 2 séries, no valor de R$ 90 milhões.

As debêntures terão valor nominal unitário de R$ 1 mil, sendo certo que serão emitidas 48.000 debêntures da 1ª série, no valor total de até R$ 48 milhões e 42.000 debêntures da 2ª série, no valor total de até R$ 42 milhões.

As debêntures 1ª Série terão prazo de 1.463 dias, a contar da data de emissão, vencendo-se, portanto, em 22 de abril de 2025. Já as debêntures 2ª Série terão prazo de 1.826 dias, vencendo em 20 de abril de 2026.

Itaú Unibanco (ITUB4) capta US$ 400 milhões

O Itaú Unibanco (ITUB4) comunicou que em março de 2021 captou no mercado internacional US$ 400 milhões junto à United States International Development Finance Corporation (DFC).

Com os recursos, o banco informou que pretende expandir o crédito a pequenas e médias empresas, com foco em regiões economicamente vulneráveis, como Norte e Nordeste do Brasil. Além de priorizar recursos para empresas majoritariamente controladas ou lideradas por mulheres.

“A iniciativa reforça um dos nossos Compromissos de Impacto Positivo, o de Inclusão e Empreendedorismo, que visa melhorar a gestão financeira de micro e pequenas empresas, por meio de produtos e serviços”, destacou o Itaú.

Proventos 

Itaúsa (ITSA3) aprova JCP de R$ 0,0213 por ação; ex em 28/4

O conselho de administração do Itaúsa (ITSA3) aprovou o pagamento de juros sobre o capital próprio no valor bruto de R$ 0,02131 por ação.

Os referidos proventos serão pagos até 30 de setembro com base na posição acionária final do dia 27 de abril.

Mudança acionária

GP Investments (GPIV33) tem alteração acionária

A GP Investments (GPIV33) informa que a posição no capital social da companhia da Oceana Investimentos foi reduzida para 7.043.618 BDRs (Brazilian Depositary Receipts).

Esse montante representa 9,35% das ações classe A de emissão da GP Investments.

C&A (CEAB3): fundos geridos pelo Itaú (ITUB4) atingem 5,15% de participações nas ações ON

A C&A (CEAB3) informou que recebeu notificação de seu acionista Itaú Unibanco (ITUB4) informando que a soma de ações detidas pelo conjunto dos fundos de investimento geridos pelo Itaú atingiu 5,155% das ações ordinárias da C&A, totalizando 15.890.879 ações.

O Itaú declara, ainda, que tal participação não tem o objetivo de alterar a composição do controle ou a estrutura administrativa da sociedade.

Moura Dubeux (MDNE3) aprova criação de programa de recompra de até 5.715.759 ações ordinárias

O conselho de administração da Moura Dubeux (MDNE3) aprovou a aplicação de lucros na aquisição de  até 5.715.759 ações ordinárias, representativas de até 10% do total de ações ordinárias em circulação de emissão da companhia.

(Com Marco Antonio Lopes, Claudia Zucare, Rodrigo Petry e Redação)

Atingir um patrimônio de R$ 100 mil é para poucos, o que amplia o desafio de busca pelas melhores aplicações para multiplicá-lo.