Radar traz Ultrapar (UGPA3), Petrobras (PETR4) e CSN (CSNA3)

Felipe Moreira
Especialista em Mercado de Capitais e Derivativos pela PUC - Minas, com mais de 8 anos de vivência no mercado financeiro e de capitais. Certificações: CPA-10, CPA-20 e AAI. Apaixonado por educação financeira e investimentos.
1

Vamos aos destaques desta quarta-feira (19) do Radar Corporativo:

Cias Abertas

Ultrapar (UGPA3) anuncia venda da Extraframa para a Pague Menos (PGMN3) por R$ 700 mi

A Ultrapar (UGPA3) confirmou nesta terça (18) a assinatura de contrato para a venda da totalidade das ações da rede de drogarias Extrafarma, controlada pelo Grupo Ultra, para a Pague Menos (PGMN3).

O valor total da venda foi de R$ 700 milhões. A Ultrapar lembrou, em comunicado, que a transação está sujeita a ajustes em razão principalmente das variações de capital de giro e da posição da dívida líquida da Extrafarma.

Antes da confirmação da venda, comentada nesta terça durante o pregão, as ações da Pague Menos dispararam 9,59%, negociadas a R$ 11,77.

Você sabia que algumas das maiores oportunidades de ganhos da bolsa estão nas Small Caps? Quer saber mais sobre essas ações e como investir? 

Petrobras (PETR4) tem novo diretor de governança

A Petrobras (PETR4) divulgou que o novo diretor de Diretor Executivo de Governança e Conformidade, Salvador Dahan, tomou posse nesta terça (18).

Quer começar o dia bem-informado com as notícias que vão impactar o seu bolso? Clique aqui e assine a newsletter EQI HOJE!

De acordo com a Petrobras, Dahan é bacharel em Direito, graduado pela Universidade Mackenzie, com MBA em Gestão de Segurança empresarial pela FECAP e pós-graduação em Liderança Empresarial e Comunitária pela INSPER/SP.

Atuou como Diretor de Governança, Riscos, Compliance e Auditoria Interna para a América Latina na Nissan Motors de março de 2017 a julho de 2019, quando foi transferido para o Japão. Assumiu então o cargo global de Gerente Geral de Riscos, Compliance e Privacidade.

Minerva (BEEF3) detalha operações para suprir suspensão de vendas de carne argentina

A Minerva (BEEF3), empresa líder na exportação de carne bovina na América do Sul, informou hoje que a suspensão temporária, por 30 dias, das exportações de carne bovina na Argentina serão compensadas pelas operações da empresa nu Uruguai, Paraguai, Colômbia e no Brasil.

Nesta segunda, o governo do presidente Alberto Fernández anunciou a suspensão da exportação de carne bovina argentina pelo prazo de 30 dias para conter a escalada de preços do produto no país e segurar a pressão inflacionária.

CSN (CSNA3) fará novo reajuste de preços

Com o aumento dos custos puxado pelos preços do minério de ferro e da sucata atingindo níveis históricos, a CSN (CSNA3) vai reajustar novamente os preços em junho e julho. A  companhia já aplicou aumento de 15% a 18% no dia 1º de maio. Agora, de acordo com uma fonte da companhia ouvida pelo Valor, o novo reajuste será de 15%, dividido em duas parcelas iguais nos meses de junho e julho.

Siderúrgicas reduzem tempo de contrato com montadoras

As siderúrgicas estão renovando por períodos trimestrais ou semestrais contratos com montadoras que
historicamente têm vigência anual, de acordo com informações apuradass pelo Estadão.

A alteração de periodicidade representa uma ruptura da tradição pela qual os acordos comerciais entre dois dos maiores setores da indústria brasileira são regidos.

Copel (CPLE6) amplia sua diversificação

Com a aquisição de mais parques eólicos no Nordeste, a Copel avança com o plano de diversificar seu parque gerador, ainda concentrado na fonte hídrica, e reforça sua presença no Rio Grande do Norte, Estado que constitui o
segundo maior “polo” de atuação da elétrica depois do Paraná, conforme informou o jornal Valor.

Lucratividade dos 10 maiores bancos cresce 52,8% no 1TRI21

O lucro liquido dos dez maiores bancos do Brasil país em carteira de crédito subiu 52,8% no primeiro trimestre de 2021, somando R$ 38,6 bilhões.

O levantamento do Valor contempla dados de Itaú Unibanco, Banco do Brasil, Caixa, Bradesco, Santander, BNDES, Safra, BV, BTG Pactual e Banrisul.

Proventos

Banco de Brasília (BSLI3): antecipa pagamento de JCP

O BRB, Banco de Brasília (BSLI3), aprovou a antecipação de JCP (Juros sobre Capital Próprio) no valor de R$ 44.551.623,91, correspondentes a 40% do lucro líquido, com posição acionária para o dia 1º de junho e pagamento para o dia 10 de junho.

Mudança Acionária

GetNinjas (NINJ3): alterações acionárias relevantes

A GetNinjas (NINJ3) comunicou que fundos geridos pela Miles Capital chegaram à participação de 8,96% no capital social da plataforma digital. Esse número corresponde a 4,5 milhões de ações ordinárias.

A GetNinjas (NINJ3) também informou que a Tiger Global reduziu participação societária e Verde Asset Management aumentou a posição acionária.

Brasil Brokers (BBRK3): mudança acionária

A Brasil Brokers (BBRK3) divulgou que a Invesco, por meio de suas subsidiárias, passou a deter 4,45% do número total de ações ordinárias representativas do capital social da companhia. Esse percentual corresponde a 3.491.500 ações.

IMC (MEAL3): Morgan Stanley

A International Meal Company Alimentação, a IMC (MEAL3), informou que o Morgan Stanley atingiu 5% de participação.

Emissões e dívida

Rede D’or (RDOR3) planeja follow-on

A Rede D’Or (RDOR3) planeja uma emissão subsequente de ações (follow-on) que deve ser anunciada em breve, segundo fontes ouvidas pelo Valor. Seis meses após seu IPO, a empresa vai fazer nova oferta de aproximadamente R$ 5 bilhões.

IPO

G2D Investments (G2DI33) recebe aporte de US$ 5,9 mi

A G2D Investments (G2DI33) — companhia com sede na Bermudas que nesta segunda (17) passou a negociar BDRs na B3 (B3SA3) — anunciou que  recebeu US$ 5,9 milhões (equivalente a aproximadamente R$ 31,1 milhões) do fundo Bridge Capital, gerido pela Expanding Capital.

Os recursos são decorrentes do desinvestimento do fundo na Coinbase Global, corretora de criptomoedas com sede em São Francisco, na Califórnia, que recentemente realizou sua oferta pública nos EUA.

O valor distribuído representa uma entrada imediata de caixa para a G2D e corresponde a um ganho realizado de USD 5,2 milhões (aproximadamente R$ 27,1 milhões) em relação à soma registrada no balanço da G2D em dezembro de 2020 e ao aumento de cerca de 700% em relação ao montante anteriormente refletido no patrimônio líquido da companhia das Bermudas.

Votorantim protocola pedido de IPO da CBA

Votorantim tem plano de listar a CBA no mais alto nível da B3, o Novo Mercado. Anteontem à noite, a fabricante de produtos de alumínio entrou com pedido de registro na CVM para fazer sua uma oferta pública (IPO) de ações.

O objetivo é levantar ao menos R$ 2 bilhões com a operação, que será em duas tranches – primária e secundária – iguais. A ideia da secundária, além de recursos que vão para o caixa da holding, Votorantim S.A., dona de 100% do capital da CBA, é gerar mais liquidez ao papel, afirmaram ao Valor fontes próximas do processo de IPO.

(Com Marco Antonio Lopes, Claudia Zucare, Rodrigo Petry e Redação)

Um dos principais exercícios para a compra de uma ação é saber se ela está cara ou barata. Para isso, preparamos um material especial para ajudá-lo nesta análise.