Radar traz BR Malls (BRML3), Cogna (COGN3), CCR (CCRO3) e Ambipar (AMBP3)

Felipe Moreira
Editor na EuQueroInvestir, cobre temas que vão desde o mercado de ações ao ambiente econômico nacional e internacional.
1

Crédito: Crédito da imagem: Reprodução/Internet

O radar corporativo destaca que a B3 (B3SA3) reportou um lucro líquido de R$ 1,17 bilhão no terceiro trimestre de 2021 (3TRI21), equivalente a um aumento de 3,5% sobre a base anual.

A Raízen (RAIZ4) fechou o trimestre encerrado em setembro de 2021 com um lucro líquido 2,5 vezes maior em relação ao mesmo período do ano anterior.

A Cogna (COGN3) reduziu seu prejuízo líquido ajustado em 25,2% no terceiro trimestre de 2021 (3TRI21). Assim, o prejuízo caiu de R$ 162,8 milhões para R$ 121,8 milhões no 3TRI21.

A CCR (CCRO3) registrou alta de 55,5% no lucro líquido do terceiro trimestre de 2021 (3TRI21) no comparativo anual.

A BR Malls (BRML3) viu o lucro líquido ajustado mais do que dobrar no terceiro trimestre de 2021.

O lucro líquido da Ambipar (AMBP3) chegou a R$ 43,7 milhões no terceiro trimestre de 2021 contra R$ 0,2 milhão no mesmo período do ano anterior.

A IRB (IRBR3) registrou queda de 27% no prejuízo líquido do terceiro trimestre de 2021 (3TRI21). Assim, o prejuízo caiu de R$ 215,6 milhões para R$ 155,7 milhões no 3TRI21.

A Lojas Renner (LREN3) reportou lucro líquido de R$ 172 milhões no 3TRI21. O valor reverte o prejuízo de R$ 82,9 milhões no mesmo período do ano passado.

A Natura (NTCO3) reportou queda de 28,6% no lucro líquido consolidado do terceiro trimestre de 2021 (3TRI21). Assim, o lucro caiu de R$ 377 milhões para R$ 296,6 milhões no 3TRI21.  A margem líquida caiu de 3,6% para 2,8%

A Magazine Luiza (MGLU3) registrou lucro líquido de R$ 143,5 milhões no terceiro trimestre de 2021 (3TRI21), queda de 30,3% na comparação com igual período de 2020.

A CPFL (CPFE3) reportou um lucro líquido de R$ 1,43 bilhão no terceiro trimestre de 2021 (3TRI21), equivalente a um aumento de 6,2% sobre a base anual.

A EzTec (EZTC3) registrou lucro líquido de R$ 145,2 milhões no terceiro trimestre de 2021 (3TRI21), crescimento de 20,8% na comparação com igual período de 2020.

Já o Grupo SBF (SBFG3) registrou lucro líquido de R$ 221,4 milhões no terceiro trimestre de 2021 (3TRI21), revertendo prejuízo de 33,2 milhões em igual período de 2020.

Enquanto isso, a Cyrela (CYRE3) registrou lucro líquido de R$ 238 milhões no terceiro trimestre de 2021 (3TRI21), retração de 83,1% na comparação com igual período de 2020.

Veja mais destaques do radar corporativo:

O que você verá neste artigo:

Cias Abertas

Aura Minerals (AURA33) divulga produção preliminar de outubro

A Aura Minerals (AURA33) anuncia sua produção do mês de outubro de 2021. A produção total nas operações da Aura foi de 26.227 onças equivalentes de ouro (GEO) para o mês. A companhia espera cumprir sua projeção de produção divulgada anteriormente para o quarto trimestre do ano.

Blau Farmacêutica (BLAU3) obtém registro de medicação

A Blau Farmacêutica (BLAU3) informou que obteve da Anvisa – Agência Nacional de Vigilância Sanitária – registro para o primeiro genérico do  medicamento Bridion (Sugamadex), indicado para acelerar a recuperação dos músculos dos efeitos dos relaxantes musculares após uma cirurgia.

O genérico foi desenvolvido pela equipe técnica da área de PD&Id a Blau-Blau Inventta-e terá produção em território brasileiro, na planta localizada em Cotia (São Paulo).

Petrobras (PETR3, PETR4) vende Unidade de Xisto

A Petrobras (PETR3, PETR4) informou nesta quinta-feira (11) que assinou com a empresa F&M Recursos, holding cadense de capital fechado, um contrato para venda das ações da empresa que deterá a Unidade de Industrialização do Xisto (SIX), localizada em São Mateus do Sul/PR.

O valor divulgado da venda é de US$ 33 milhões, sendo US$ 3 milhões pagos nesta quinta, como caução.

Inter (BIDI11) atinge 15 milhões de clientes

O banco Inter (BIDI11) comemorou nesta quinta-feira a marca de 15 milhões de clientes. Segundo o comunicado, foi um crescimento de quase 100% nos últimos 12 meses.

“A marca nos desafia a querer mais. Nos deixa confiantes para seguir o nosso propósito de simplificar a vida das pessoas, com um verdadeiro ecossistema digital, que entrega soluções para diversos momentos da vida dos clientes”, conclui João Vitor Menin, CEO do Inter.

IRB (IRBR3) tem novo CFO

O IRB-Brasil Resseguros (IRBR3) informou ter recebido, na data de hoje (11), Carta Homologatória da SUSEP,informando acerca da aprovação da indicação do Willy Otto Jordan Neto, permitindo que o mesmo tome posse do cargo de Diretor Vice-Presidente Executivo Financeiro e de Relações com Investidores da Companhia, em substituição ao Sr. Wilson Toneto, que estava ocupando o referido cargo de forma interina.

Balanços

Modalmais (MODL11) tem alta de 195% no lucro líquido do 3TRI21

A Modalmais (MODL11) registrou lucro líquido ajustado de R$ 48,9 milhões no 3TRI21, alta de 195% na comparação anual.

No 3TRI20 o indicador foi de R$ 16,6 milhões.

Rumo (RAIL3) tem queda de 70% no lucro do 3TRI21

A Rumo (RAIL3) reportou queda de 70,4% no lucro líquido do terceiro trimestre (3TRI21) no comparativo anual.

Assim, o lucro caiu de R$ 171 milhões para R$ 51 milhões no 3TRI21.

Grupo Soma (SOMA3) tem alta de 256% no lucro do 3TRI21

O Grupo Soma (SOMA3) reportou lucro líquido ajustado de R$ 77,6 milhões no terceiro trimestre de 2021 (3TRI21). Assim, registrou alta de 256% frente os R$ 21,8 milhões de lucro do 3TRI20.

A margem líquida ajustada subiu de 7,6% para 13,8%.

Randon (RAPT4) tem alta de 148,7% no lucro do 3TRI21

O lucro líquido da Randon (RAPT4) somou R$ 288,5 milhões no terceiro trimestre de 2021 (3TRI21), alta de 148,7% na base anual.

A margem líquida foi de 11,6% no 3TRI21 contra 7,7% no 3TRI20.

Trisul (TRIS3) tem lucro 31% menor no 3TRI21

A Trisul (TRIS3) reportou queda de 31% no lucro líquido do terceiro trimestre de 2021 (3TRI21) no comparativo anual.

Assim, o lucro caiu de R$ 48 milhões para R$ 33,1 milhões.

Ferbasa (FESA4) tem lucro 21 vezes maior no 3TRI21

A Ferbasa (FESA4) reportou lucro líquido de R$ 233 milhões no terceiro trimestre de 2021 (3TRI21) no comparativo anual.

Assim, o lucro líquido multiplicou 21 vezes, já que o lucro do 3TRI20 foi de R$ 11,5 milhões.

Energisa (ENGI11) lucra 6,3% a menos no 3TRI21

A Energisa (ENGI11) reportou lucro líquido de R$ 863,9 milhões no terceiro trimestre de 2021. O valor representa uma queda de 6,3% no comparativo anual.

Já no acumulado de 2021, o lucro líquido foi de R$ 2,4 bilhões, 75% acima do resultado do mesmo período do ano passado.

Mills (MILS3) obteve alta de 2.542% no lucro no 3TRI21

A Mills (MILS3) registrou lucro líquido de R$ 31,4 milhões no terceiro trimestre de 2021 (3TRI21), crescimento de 2.542% na comparação com igual período de 2020.

Segundo a empresa, o aumento do lucro pode ser atribuído ao desempenho da Unidade de Negócio Rental, que bateu recorde de receita, aumentou o volume locado dos equipamentos e melhorou margens.

Unipar (UNIP6) tem alta de 404% no lucro do 3TRI21

A Unipar (UNIP6) reportou lucro líquido 404% maior no terceiro trimestre de 2021 (3TRI21) no comparativo anual.

Assim, o indicador subiu de R$ 156 milhões para R$ 788 milhões no 3TRI21.

C&A (CEAB3) reverte prejuízo e lucra R$ 243 milhões no 3TRI21

A C&A (CEAB3) registrou lucro líquido de R$ 243,9 milhões no terceiro trimestre de 2021 (3TRI21).

Na comparação anual, a empresa reverteu o prejuízo de R$ 28,2 milhões do 3TRI20.

Cemig (CMIG4) tem queda de 27,2% no lucro no 3TRI21

A Cemig (CMIG4) registrou lucro líquido de R$ 421 milhões no terceiro trimestre de 2021 (3TRI21), redução de 27,2% na comparação com igual período de 2020.

Segundo a empresa, a queda se deve ao aumento dos custos com compra de energia elétrica para revenda.

Neogrid (NGRD3) tem queda de 59% no 3TRI21

A Neogrid (NGRD3) registrou queda de 59% no lucro líquido do terceiro trimestre de 2021 (3TRI21) na base anual.

O indicador caiu de R$ 4,08 milhões para R$ 1,67 milhão.

Cury (CURY3) tem alta de 26% no lucro do 3TRI21

A Cury (CURY3) somou lucro de R$ 74,6 milhões no terceiro trimestre de 2021 (3TRI21), ou seja, alta de 26% no comparativo anual.

No 3TRI20 a empresa registrou lucro de R$ 59,2 milhões.

Dasa (DASA3) tem alta de 51,3% no lucro do 3TRI21

A Dasa (DASA3) registrou alta de 51,3% no terceiro trimestre de 2021 (3TRI21) no comparativo anual.

O indicador cresceu de R$ 50 milhões para R$ 76 milhões no 3TRI21.

Sanepar (SAPR4) tem alta de 64% no lucro do 3TRI21

A Sanepar (SAPR4) registrou lucro líquido 64,4% maior no terceiro trimestre de 2021 (3TRI21) no comparativo anual. Assim, o lucro saltou de R$ 164,6 milhões para R$ 267,3 milhões.

Raízen (RAIZ4) chega a R$ 1 bilhão de lucro, 2,5 vezes maior no 2TRI21 da safra

A Raízen (RAIZ4) fechou o trimestre encerrado em setembro de 2021 com um lucro líquido 2,5 vezes maior em relação ao mesmo período do ano anterior.

No 2TRI 21 do ano safra (trimestre encerrado em setembro de 2021), o lucro líquido foi de R$ 1,07 bilhão contra R$ 429,4 milhões do mesmo período de 2020.

Cogna (COGN3) reduz prejuízo em 25% no 3TRI21

A Cogna (COGN3) reduziu seu prejuízo líquido ajustado em 25,2% no terceiro trimestre de 2021 (3TRI21). Assim, o prejuízo caiu de R$ 162,8 milhões para R$ 121,8 milhões no 3TRI21. A margem líquida ajustada passou de -13% para -10,4%.

Sabesp (SBSP3) registra alta de 11,1% no lucro do 3TRI21

A Sabesp (SBSP3) reportou lucro líquido 11% maior no terceiro trimestre de 2021 (3TRI21) no comparativo anual.

Assim, ampliou o lucro de R$ 421,6 milhões para R$ 468,6 milhões ao fim do 3TRI21.

CCR (CCRO3) tem alta de 55% no lucro do 3TRI21

A CCR (CCRO3) registrou alta de 55,5% no lucro líquido do terceiro trimestre de 2021 (3TRI21) no comparativo anual.

Assim, o lucro subiu de R$ 118 milhões para R$ 183,9 milhões.

Ser Educacional (SEER3) reverte prejuízo e lucra R$ 7,5 milhões no 3TRI21

A Ser Educacional (SEER3) registrou lucro líquido ajustado de R$ 7,5 milhões no terceiro trimestre de 2021 (3TRI21).

Assim, a empresa reverteu o prejuízo de R$ 1,3 milhão do 2TRI21.

Light (LIGT3) tem lucro 167% maior no 3TRI21

O lucro líquido da Light (LIGT3) cresceu 167% no terceiro trimestre de 2021 (3TRI21) no comparativo anual.

Assim, passou de R$ 136 milhões para R$ 364 milhões no 3TRI21.

O resultado é decorrente dos resultados da Distribuidora e da Comercializadora, que registraram um lucro de R$ 374,5 milhões e R$ 22,5 milhões respectivamente no 3T21.

Alliar (AALR3) reverte prejuízo e lucra R$ 9,2 milhões no 3TRI21

A Alliar (AALR3) registrou lucro líquido de R$ 9,2 milhões no terceiro trimestre de 2021. O valor reverteu o prejuízo do mesmo período no ano passado, que foi de R$ 1,9 milhões.

No relatório, a companhia destaca que esse é o quarto trimestre de resultados consistentes, com aumento da receita, EBITDA e lucro líquido

Lojas Renner (LREN3) lucra R$ 172 milhões no 3TRI21 e reverte prejuízo no comparativo anual

A Lojas Renner (LREN3) reportou lucro líquido de R$ 172 milhões no 3TRI21. O valor reverte o prejuízo de R$ 82,9 milhões no mesmo período do ano passado.

Já no acumulado do ano, o lucro líquido é de R$ 217,3 milhões contra R$ 742,3 milhões em 2020, queda de 70,7% no comparativo anual.

Natura (NTCO3) tem queda de 28% no lucro do 3TRI21

A Natura (NTCO3) reportou queda de 28,6% no lucro líquido consolidado do terceiro trimestre de 2021 (3TRI21).

Assim, o lucro caiu de R$ 377 milhões para R$ 296,6 milhões no 3TRI21.  A margem líquida caiu de 3,6% para 2,8%. Os principais impactos nos negócios, segundo a empresa, foram a pandemia, com as restrições nos Estados.

BR Malls (BRML3) amplia lucro em 152% para R$ 94,7 milhões no 3TRI21

A BR Malls (BRML3) viu o lucro líquido ajustado mais do que dobrar no terceiro trimestre de 2021.

O 3TRI21 registrou lucro de R$ 94,7 milhões contra R$ 37,5 milhões no 3TRI20. Ou seja, alta de 152%. A margem líquida ficou em 30,9% no 3TRI21 contra 18,1% no 3TRI20.

Hapvida (HAPV3) reporta queda de 82% no lucro do 3TRI21

A Hapvida (HAPV3) reportou lucro líquido 82,4% menor no terceiro trimestre de 2021 (3TRI21) no comparativo anual.

Assim, o lucro caiu de R$ 247,8 milhões para R$ 43,7 milhões ao fim do 3TRI21. A margem líquida recuou de 11,7% para 1,7%.

O resultado financeiro líquido no 3T21 totalizou uma receita líquida de R$ 5,7 milhões em comparação a uma despesa líquida de R$ 20,5 milhões no 3T20.

Ambipar (AMBP3) reporta lucro de R$ 43,7 milhões no 3TRI21

O lucro líquido da Ambipar (AMBP3) chegou a R$ 43,7 milhões no terceiro trimestre de 2021 contra R$ 0,2 milhão no mesmo período do ano anterior.

O resultado financeiro líquido registrou despesa de R$ 43 milhões no 3T21, crescimento de 68% em relação ao mesmo período de 2020.

IRB (IRBR3) diminui prejuízo em 27% no 3TRI21

A IRB (IRBR3) registrou queda de 27% no prejuízo líquido do terceiro trimestre de 2021 (3TRI21). Assim, o prejuízo caiu de R$ 215,6 milhões para R$ 155,7 milhões no 3TRI21.

O prejuízo líquido foi negativamente impactado pelos: (i) negócios descontinuados (run-off), com efeito de R$ 329,5 milhões, dos quais R$ 219,4 milhões decorrentes da cauda de contrato descontinuado do segmento de Vida Exterior, parcialmente compensado (ii) pelos efeitos não recorrentes (one-offs) da ordem de R$ 129,3 milhões, principalmente devidos ao efeito do ganho da ação judicial de PIS/PASEP.

No 3T21, o resultado financeiro e patrimonial foi positivo em R$ 256,8 milhões, apresentando um acréscimo de 122,7% em relação ao mesmo período de 2020.

B3 (B3S3A) registra lucro líquido de R$ 1,17 bilhão no 3TRI21

A B3 (B3SA3) reportou um lucro líquido de R$ 1,17 bilhão no terceiro trimestre de 2021 (3TRI21), equivalente a um aumento de 3,5% sobre a base anual.

No 3TRI21, o volume médio diário negociado totalizou 4,6 milhões de contratos, crescimento de 16,3%, com aumento dos volumes negociados em todos os produtos. A RPC média apresentou queda de 8,0% no período.

Magazine Luiza (MGLU3) tem queda de 30,3% no lucro no 3TRI21

A Magazine Luiza (MGLU3) registrou lucro líquido de R$ 143,5 milhões no terceiro trimestre de 2021 (3TRI21), queda de 30,3% na comparação com igual período de 2020.

As vendas mesmas lojas (SSS, na sigla em inglês) recuaram 14,6% no 3TRI21, contra crescimento de 7,2% em relação ao mesmo período de 2020.

Americanas (LAME4) registra lucro líquido de R$ 241 mi no 3TRI21

A Americanas (LAME4) reportou um lucro líquido de R$ 241 milhões no terceiro trimestre de 2021 (3TRI21). O valor representa um aumento de 6,69 vezes sobre o lucro do 3TRI20, com R$ 36 milhões.

No acumulado para os nove meses de 2021, o lucro líquido da companhia foi de R$ 241 milhões contra um prejuízo de R$ 91 milhões de um ano antes.

CPFL (CPFE3) registra lucro líquido de R$ 1,43 bilhão no 3TRI21

A CPFL (CPFE3) reportou um lucro líquido de R$ 1,43 bilhão no terceiro trimestre de 2021 (3TRI21), equivalente a um aumento de 6,2% sobre a base anual.

Grupo SBF (SBFG3) reverte prejuízo e tem lucro de R$ 221,4 mi no 3T21

O Grupo SBF (SBFG3) registrou lucro líquido de R$ 221,4 milhões no terceiro trimestre de 2021 (3TRI21), revertendo prejuízo de 33,2 milhões em igual período de 2020.

Cyrela (CYRE3) tem queda de 83,1% no lucro no 3T21

A Cyrela (CYRE3) registrou lucro líquido de R$ 238 milhões no terceiro trimestre de 2021 (3TRI21), retração de 83,1% na comparação com igual período de 2020.

EzTec (EZTC3) tem alta de 20,8% no lucro no 3T21

A EzTec (EZTC3) registrou lucro líquido de R$ 145,2 milhões no terceiro trimestre de 2021 (3TRI21), crescimento de 20,8% na comparação com igual período de 2020.

Aquisições

Kora (KRSA3) conclui aquisição

A Kora (KRSA3) concluiu nesta quinta a aquisição de 99,40% do capital social do Instituto de Neurologia de Goiânia e 95,58% da participação societária da Angiocardis – Diagnósticos e Terapêutica, localizados em Goiânia (GO).

A conclusão faz parte da estratégia de expansão e marca a entrada da Kora no estado de Goiás, trazendo para os seus negócios uma das instituições de maior referência na prática de serviços de neurologia do Brasil.

Emissões

Natura (NTCO3) estuda transferir ações da B3 para NYSE e listar BDRs aqui

A Natura (NTCO3), o quarto maior grupo de beleza do mundo, com operações em mais de 100 países, está estudando uma recomendação para uma potencial migração de sua listagem primária para a New York Stock Exchange (NYSE), com a manutenção da dupla listagem por meio do patrocínio de um programa de BDR listado na B3.

Para viabilizar o processo, a Natura está considerando a criação de uma nova companhia holding do Grupo, a ser domiciliada preferencialmente no Reino Unido, onde o Grupo já possui uma presença relevante e onde a The Body Shop e a Avon estão sediadas.

A Natura Cosméticos vai continuar a ser sediada e domiciliada no Brasil e a Aesop na Austrália.

Programa de recompra de ações

A Natura também informou nesta quinta que aprovou a abertura do programa de recompra de ações da companhia, com o objetivo de maximizar a geração de valor para os acionistas da companhia por meio de uma administração eficiente de sua estrutura de capital.

A companhia poderá, a seu exclusivo critério e nos termos do Programa de Recompra, adquirir até 37,5 mil ações ordinárias, correspondentes a até 2,72% do total de ações de emissão da Companhia e até 4,44% das ações em circulação.

Infracommerce (IFCM3) emitirá R$ 250 milhões em debêntures

A Infracommerce (IFCM3) aprovou a distribuição de R$ 250 milhões em debêntures, resultante da colocação de 250.000 papéis ao valor de R$ 1 mil cada. O prazo de vencimento dos papéis será de cinco anos. Os recursos obtidos por meio da emissão serão utilizados para reforço de caixa e usos gerais pela companhia.