Radar traz Petrobras (PETR4), Vale (VALE3), GPA (PCAR3) e Oi (OIBR4)

Felipe Moreira
Especialista em Mercado de Capitais e Derivativos pela PUC - Minas, com mais de 8 anos de vivência no mercado financeiro e de capitais. Certificações: CPA-10, CPA-20 e AAI. Apaixonado por educação financeira e investimentos.
1

No Radar Corporativo desta terça-feira (13) destaque para Petrobras (PETR3 PETR4), com os seus acionistas aprovando o nome do general Joaquim Silva e Luna como integrante do conselho de administração.

Assim, abre-se o caminho para Silva e Luna assumir o cargo de CEO da estatal, após indicação do presidente Jair Bolsonaro para substituir Roberto Castello Branco.  Também foram aprovados novos nomes para conselho.

No mais, a Petrobras concluiu a oferta de recompra de títulos globais, por meio de sua subsidiária PGF, no montante total de US$ 2,71 bilhões.

Já a Vale (VALE3) informou que a Justiça aceitou o pedido de recuperação judicial da Samarco Mineração – joint entre a mineradora e a BHP Billiton. A Samarco declarou dívidas de R$ 50,56 bilhões sujeitas à recuperação.

O GPA (PCAR3) anunciou que foi lançado pelo Casino os preparativos para potencial aumento de capital da Cdiscount, subsidiária direta da Cnova, na qual o GPA detém 34,17% do capital social.

A Oi (OIBR3) abriu caminho para leilão judicial da InfraCo daqui a 60 dias, ao aceitar a proposta de fundos do BTG Pactual e da Globenet, que pagarão à vista R$ 12,9 bilhões por 57,9% da companhia.

A brMalls (BRML3) informou que retomou a operação de quatro shoppings do seu portfólio,  os quais ainda possuem restrições no horário de funcionamento.

Destaque ainda para as prévias operacionais do 1º trimestre, com a Cyrela (CYRE3) registrando alta de 21,9% das vendas líquidas, que somaram R$ 1,03 bilhão.

Já a Moura Dubeux (MDNE3) informou que o volume de vendas e adesões líquidas atungiram R$ 244,167 milhões, alta de 272,8%.

Enquanto isso, a Direcional (DIRR3) registrou vendas líquidas de R$ 515 milhões, recorde para o período.

A Ânima (ANIM3) realizará 3ª emissão de debêntures simples, não conversíveis em ações, no montante de R$ 2,5 bilhões.

Por fim, a Neoenergia (NEOE3) aprovou dividendos no valor de R$ 200,699 milhões.

Veja agora todos os detalhes do Radar Corporativo:

O que você verá neste artigo:

Balanços operacionais

Cyrela (CYRE3): vendas líquidas somam R$ 1,03 bi

A Cyrela (CYRE3) divulgou nesta segunda (12) a prévia de seus resultados operacionais do 1º trimestre de 2021.

De acordo com a companhia, as vendas líquidas para o referido período somaram R$ 1,03 bilhão, alta de 21,9% sobre o mesmo período de 2020.

A Cyrela lançou 6 empreendimentos no trimestre totalizando um volume de R$ 421 milhões, 60% inferior ao realizado no primeiro trimestre de 2020 (R$ 1,065 bilhão).

Cyrela (CYRE3) aprova debêntures

O Conselho de administração da Cyrela (CYRE3) aprovou a 14ª emissão de debêntures no valor de R$ 600 milhões.

Segundo a companhia, serão emitidas 600 mil debêntures com valor nominal unitário de R$ 1.000,00.

Os recursos obtidos pela companhia por meio da Oferta Restrita serão destinados ao reforço de capital de giro da Cyrela.

Moura Dubeux (MDNE3) tem vendas de R$ 244,167 mi

Na prévia operacional divulgada pela Moura Dubeux (MDNE3), a companhia informou que o volume de vendas e adesões líquidas para o primeiro trimestre de 2021 atingiu R$ 244,167 milhões, alta de 272,8% sobre o mesmo período de 2020.

Já o VSO líquido ajustado da companhia nos últimos 12 meses foi de 45,5%, o que representa uma alta de 10 p.p. na comparação anual e de 0,9 p.p. na comparação com o trimestre anterior.

No trimestre foram adquiridos 7 terrenos que, somados, possuem VGV Bruto potencial de R$ 633 milhões.

Moura Dubeux (MDNE3) adia lançamentos

A Moura Dubeux adiou para abril dois projetos que estavam previstos para março, segundo reportagem do Valor.

De acordo com o presidente da incorporadora, Diego Villar, o adiamento resultou da piora da pandemia no País.

Direcional (DIRR3): vendas somam R$ 515 mi

A Direcional (DIRR3) registrou vendas líquidas que somam R$ 515 milhões no 1TRI21, recorde para o período.

Os lançamentos cresceram 311% em relação ao 1T20, totalizando VGV de R$ 575milhões.

Cias abertas

GPA (PCAR3) estuda aumento de capital de subsidiária

A GPA (PCAR3) anunciou nesta segunda-feira (12) que seu Conselho de Administração foi informado do lançamento pelo Grupo Casino de trabalhos preparatórios para potencial aumento de capital da Cdiscount, subsidiária direta da Cnova, na qual o GPA detém 34.17% do capital social.

Essa operação tem como objetivo habilitar o Cdiscount a acelerar seu plano de crescimento e pode também incluir uma oferta secundária de ações detidas pelo Grupo.

Petrobras (PETR4): assembleia confirma Silva e Luna

Acionistas da Petrobras (PETR4) decidiram, em assembleia geral extraordinária, nesta segunda (12), aprovar o nome do general Joaquim Silva e Luna como integrante do conselho de administração.

Luna havia sido indicado pelo presidente Jair Bolsonaro para substituir Roberto Castello Branco na presidência da estatal.

Assembleia da Petrobras (PETR3) expõe interferências do governo nas estatais

Luna, porém, só assumirá a presidência da Petrobras quando seu nome for aprovado pelo novo conselho de administração, que ainda não tem data para se reunir.

A aprovação do general abre espaço para que ele seja eleito o principal executivo da estatal. Ainda não há informações sobre a saída de Castello Branco do cargo.

Novo conselho da Petrobras

Além de Luna, passam a integrar o o Conselho de Administração da Petrobras, pelo processo de voto múltiplo, Cynthia Santana Silveira, Eduardo Bacellar Leal Ferreira, Marcelo Gasparino da Silva, Márcio Andrade Weber, Murilo Marroquim de Souza, Ruy Flaks Schneider e Sonia Julia Sulzbeck Villa Lobos”

A assembleia dos acionistas reconduziu também  Eduardo Bacellar à presidência do conselho de administração.

Petrobras (PETR4): Transpetro tem lucro recorde de R$ 1,3 bilhão em 2020

Indicado por minoritários, Marcelo Gasparino foi eleito para conselho. Com resultado, União terá sete cadeiras e minoritários ficam com uma vaga no colegiado de administração da estatal.

Petrobras: 4 conselheiros recusam recondução na empresa após mudança de comando

Segundo o BDM Online, a União conseguiu conter o avanço pretendido pelos acionistas minoritários dentro do conselho de administração da Petrobras, emplacando sete das oito cadeiras no colegiado.

Petrobras (PETR4) conclui oferta de recompra de títulos

A Petrobras  (PETR4) informou que concluiu nesta segunda (12) a oferta de recompra de títulos globais efetuada pela sua subsidiária integral Petrobras Global Finance B.V. (PGF).

O volume de principal entregue pelos investidores, excluídos juros capitalizados e não pagos, foi de US$ 2,496 bi.

Segundo a Petrobras, o montante total pago a esses investidores foi de US$ 2,71 bi, considerando os preços ofertados pela empresa e excluindo os juros capitalizados até a data de liquidação.

Petrobras (PETR4): Cade aprova venda em eólica

A aquisição da fatia de 51% da Petrobras (PETR4) na Eólica Mangue Seco 2 pelo FIP Pirineus foi aprovada sem restrições pela Superintendência-Geral do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) nesta segunda (12).

A decisão foi publicada no Diário Oficial da União (DOU). Dessa forma, o FIP Pirineus, que já tinha 49% da eólica, assume o controle unitário do empreendimento.

O acordo foi assinado pelas empresas em fevereiro, no total de R$ 32,97 milhões. Mas, após o cumprimento de todas as condições precedentes, a operação foi concluída com o pagamento de R$ 44 milhões para a Petrobras.

Petrorio (PRIO3) publica certificação de reservas

A Petrorio (PRIO3) publica nova certificação de reservas elaborada pela DeGolyer & MacNaughton, com data de referência de 1 de janeiro de 2021, e que inclui as reservas dos Campos de Polvo, Tubarão Martelo, Frade e Manati, além dos recursos contingentes do Bloco BM-C-30 (Wahoo), onde a PetroRio atualmente detém uma participação de 64,3% (sujeito à aprovação da ANP).

Considerando somente as reservas de óleo dos Campos de Polvo, TBMT e Frade, a PetroRio teve um incremento de 7,7 MMbbl em reservas 1P com relação ao último relatório (com data de referência de 30 de abril de 2020).

Petrorio (PRIO3) anuncia novo diretor financeiro

A Petrorio (PRIO3) anunciou Milton Salgado Rangel Neto como novo diretor financeiro, assumindo o lugar de Roberto Bernardes Monteiro.

Em reunião realizada em 09 de abril, o conselho de administração deliberou pela alteração da designação de Roberto Bernardes Monteiro, que deixa a atribuição de Diretor Financeiro, e pela eleição de Milton Salgado Rangel Neto como Diretor Financeiro da Companhia.

Vale (VALE3): Justiça aceita RJ da Samarco

O pedido de recuperação judicial da Samarco Mineração — joint venture da Vale (VALE3) com a BHP Billiton — foi aceito hoje (12) pelo Tribunal da Justiça de Minas Gerais (TJMG).

A Samarco declarou dívidas de R$ 50,56 bilhões sujeitas à recuperação. No total, há mais de 2,1 mil credores listados pela empresa.

Dessa forma, ações judiciais movidas por credores da mineradora ficam temporariamente suspensas.

Fundos estrangeiros detentores de títulos

O pedido da Samarco foi ajuizado na última sexta-feira (9). A mineradora temia que bloqueios em suas contas fossem determinados em diferentes processos movidos por credores.

A maior parte de seu passivo envolve cobranças de integrantes de fundos estrangeiros detentores de títulos de dívida (“bondholders”).

Joint-venture da Vale e da BHP Billiton, a Samarco é responsável pelo rompimento da barragem que causou a tragédia de Mariana, em Minas Gerais, em novembro de 2015.

Segundo nota divulgada pela mineradora, a recuperação judicial não afetará as medidas voltadas para a reparação dos danos, que estão em curso há mais de cinco anos.

BrMalls (BRML3) informa sobre reabertura de shoppings

A brMalls (BRML3) informou que, seguindo a orientação das autoridades públicas no âmbito das medidas de prevenção da Covid-19, retomou a operação de 4 shoppings do seu portfólio,  os quais ainda possuem restrições no horário de funcionamento.

O Center Shopping Uberlândia (MG) retomou sua atividade no dia 07 de abril de 2021,  o Norte Shopping (RJ) e o Shopping Tijuca (RJ) retornaram suas atividades no dia 09 de abril de 2021 e o Shopping Estação Cuiabá (MT) retomou sua atividade em 10 de abril de 2021.

Cogna (COGN3) tem novo diretor de RI

A Cogna (COGN3) anunciou que Frederico da Cunha Villa foi eleito diretor de RI no lugar de Bruno Giardini, que renunciou.

Segundo a Cogna, Giardino atuará exclusivamente como Diretor Financeiro e de Relações com Investidores da subsidiária da Companhia, Vasta Platform.

Privatização da Celg (GPAR3) é agendada para 13 de maio

A Companhia Celg (GPAR3) informou que foi publicado nesta segunda (12) o edital relativo ao leilão para alienação de 100% das ações de emissão da Celg Geração e Transmissão.O leilão será realizado no dia 13 de maio, na B3.

Conforme edital, o preço mínimo para o leilão será de R$ 1.531.629.530,00.

A entrega dos documentos de pré-identificação, garantia de proposta e habilitação, pelos participantes está agendada para o dia 11 de maio, de 9hs às 12hs.

Invepar (IVPR4B): tráfego no Aeroporto de Guarulhos (SP) cresce 357%

A Invepar (IVPR4B), gestora privadas de mobilidade urbana e infraestrutura de transporte, informou nesta segunda (12) que o tráfego no Aeroporto de Guarulhos, em São Paulo, subiu 357% em março, na comparação com abril de 2020.

O aumento foi puxado tanto pelos voos internacionais como pelos voos domésticos, que subiram 359% cada em março ante abril do ano passado.

Os pousos e decolagens em março subiram 264%: passaram de 3.264 (abril/20) para 11.883 (março/21).

No comparativo com março de 2020, o tráfego caiu 48%.

Banco do Brasil (BBAS3) tem renúncia de diretor

O Banco do Brasil (BBAS3) anunciou a renúncia de Julio Cesar Rodrigues da Silva ao cargo de diretor comercial de varejo, com efeitos a partir de 13 de abril de 2021.

Embraer (EMBR3) planeja colocar estrangeiro no conselho de administração

A Embraer quer membros estrangeiros no conselho de administração. O primeiro passo nessa direção será dado via comitê de assessoramento ao órgão, ainda em 2021, de acordo com o jornal Valor.

A fabricante de aeronaves está buscando dois nomes com esse perfil para o Comitê de Estratégia e Inovação (CESTI) e, futuramente, a ambição é ter pelo menos um membro estrangeiro no próprio colegiado, refletindo na governança sua atuação global.

Fusões e Aquisições

BTG (BPAC11) oferece R$ 13 bi por InfraCo da Oi (OIBR3)

A Oi (OIBR3) abriu caminho para que o leilão judicial do ativo de infraestrutura InfraCo seja marcado para daqui a 60 dias, em junho, ao aceitar a proposta de fundos do BTG Pactual e da Globenet Cabos Submarinos. As informações são do Valor.

Os fundos pagarão à vista R$ 12,9 bilhões por 57,9% do capital social votante e total que a Oi detém na Brasil Telecom Comunicação Multimídia, proprietária dos ativos de infraestrutura de fibra óptica na Sociedade de Propósito Específico (SPE InfraCo).

O valor de empresa da InfraCo é R$ 20 bilhões até 31 de dezembro, considerando uma dívida líquida de R$ 4,11
bilhões. O acordo prevê que os fundos invistam R$ 25 bilhões até 2030 na infraestrutura.

Proventos

Neoenergia (NEOE3) aprova R$ 200,7 mi em dividendos

A Neoenergia (NEOE3) aprovou a declaração de dividendos propostos no valor de R$ 200,699 milhões, correspondentes a R$ 0,1653481665 por ação ordinária.

O pagamento dos dividendos, acima mencionado, será feito de forma individualizada a cada acionista até o fim do exercício de 2021, sem atualização monetária, com base na posição acionária de 12 de abril, de modo que a partir de 13 de abril as ações serão negociadas ex-direito.

Emissões e dívidas

Ânima (ANIM3) aprova debêntures

A Anima (ANIM3) comunicou a realização da 3ª emissão de debêntures simples, não conversíveis em ações, no montante de R$ 2,5 bilhões.

A totalidade dos recursos líquidos captados por meio da emissão serão destinados à aquisição de 100% do grupo Laureate no Brasil, nos termos do Transaction Agreement, celebrado entre a Companhia, a Laureate, Laureate Education, Inc., Laureate Netherlands Holdings, B.V., Ice Inversiones Brazil, SL, e a VC Network Educação S.A.

2W Energia fecha financiamento de US$ 45 mi

A 2W Energia informou a celebração de contrato de financiamento com a Darby International Capital, no montante total de US$ 45 milhões.

Este valor está dividido em três sub-créditos (tranches), sendo os dois primeiros, totalizando US$ 35 milhões, utilizados para investimentos em Capex do Complexo Eólico Anemus, localizado no Rio Grande do Norte.

O terceiro sub-crédito, de US$ 10 milhões, será destinado para o crescimento da 2W Energia através de investimentos no fortalecimento da força de vendas e na plataforma digital da Companhia, bem como por meio da expansão de sua base de clientes por meio da conversão de consumidores de energia cativa em consumidores do mercado livre de energia.

Kepler Weber (KEPL3) encerra recompra de ações 

A Kepler Weber (KEPL3) informou que foi concluído o programa de recompra de ações por meio do qual foram adquiridas 20.000 ações ordinárias, parcialmente utilizadas para atendimento das outorgas realizadas no âmbito do plano de opção de compra de ações da companhia.

Na data de hoje, 12 de abril, permanecem 14.530 ações remanescentes, mantidas em tesouraria para atendimento de outorgas, cancelamento, permanência em tesouraria ou alienação, nos termos da legislação aplicável.

Kepler Weber (KEPL3): Absolute Gestão de Investimentos aumenta participação

A companhia informou ainda que recebeu comunicado da acionista Absolute Gestão de Investimentos, pelo qual informa o aumento de sua participação acionária na Kepler, passando a deter 1.344.103 de ações KEPL3, que corresponde a 5,10% do total das ações em circulação.

Westwing (WEST3) comunica aumento de capital por subscrição

O Conselho de Administração da Westwing (WEST3) aprovou o aumento do capital  no valor de R$ 179.328,00, mediante a subscrição de novas ações ordinárias.

Desse modo, o capital passa de a ser de R$ 470.745.893,15, dividido em 109.835.457 ações ordinárias.

As novas ações ordinárias emitidas farão jus a dividendos e juros sobre capital próprio.

Daycoval (DAYC4) capta US$ 400 milhões junto à IFC

O Daycoval levantou US$ 400 milhões junto à IFC (International Finance Corporation), braço de investimentos do Banco Mundial no setor privado, e a um grupo de bancos para financiar pequenas e médias empresas lideradas por mulheres ou de regiões carentes do país, segundo reportagdem do Valor.

O funding tem prazo de três anos e meio. A taxa não é pública, mas ficou dentro das condições de mercado habituais para o Daycoval, de acordo com Paulo Saba, diretor da tesouraria do banco.

Mudança Acionária

Atom (ATOM3) tem mudança acionária

A Atom (ATOM3) informou que recebeu correspondência da WHPH Participações informando que em 30 de abril alienou 7.269.616 ações ordinárias sendo que a companhia passou a deter aproximadamente 34,78% do capital social total e volante da Atom.

Lupatech (LUPA3): mudança acionária

A Lupatech (LUPA3) informou que a Ciaval Administração passou a deter somente ações ordinárias da companhia, todas nominativas, escriturais e sem valor nominal, o que representa 4,65% do capital social.

(Com Marco Antonio Lopes, Claudia Zucare, Rodrigo Petry e Redação)