Radar traz Petrobras (PETR4), Vale (VALE3), Eletrobras (ELET6) e balanços

Felipe Moreira
Especialista em Mercado de Capitais e Derivativos pela PUC - Minas, com mais de 8 anos de vivência no mercado financeiro e de capitais. Certificações: CPA-10, CPA-20 e AAI. Apaixonado por educação financeira e investimentos.
1

Foto: radar

No Radar Corporativo desta terça-feira (16) destaque para informações sobre o comando de pesos pesados da bolsa, safra de balanços e mais ofertas públicas iniciais de ações (IPO’s, na sigla em inglês).

Na Petrobras (PETR3 PETR4), o comitê de pessoas da petroleira se reunirá nesta terça-feira para analisar a indicação do general Joaquim Silva e Luna para o cargo de CEO da companhia.

O presidente da Vale (VALE3), Eduardo Bartolomeo, terá um novo mandato à frente da  mineradora, após ele e os demais integrantes da diretoria-executiva serem reconduzidos para mandato de três anos.

Operar Vendido, Shoppings, Tendências e muito mais, confira a agenda de hoje no FII Summit

A Sabesp (SBSP3) informou em comunicado que não procede a informação divulgada pela CNN Brasil de que Castello Branco foi convidado para ser CEO da empresa de saneamento.

Já na Eletrobras (ELET3 ELET6), após adiar a divulgação dos resultados para o dia 19 de março, a elétrica  informou que Elvira Cavancanti Presta, diretora financeira e de RI, será presidente interina.

No mais, entre as empresas, a Oi (OIBR3) deve se reunir com investidores que detêm US$ 1,65 bilhão em títulos de dívida da companhia.

Enquanto isso, a CSN (CSNA3) decidiu fazer novos reajustes na sua tabela de preços a partir de 1º de abril, somando 10% para alguns tipos de aço e até 15% para aço longo (vergalhão).

Entre os balanços, a Guararapes (GUAR3), dona da Riachelo, registrou um lucro líquido de R$ 368,03 milhões no quarto trimestre de 2020, queda de 16,5%.

Positivo (POSI3) registrou lucro líquido de R$ 149,7 milhões, crescimento de 28 vezes em relação ao mesmo período de 2019.

Já a Mahle Metal Leve (LEVE3) registrou crescimento de 58% no lucro líquido ajustado do quarto trimestre, que somou R$ 104,6 milhões.

A Direcional (DIRR3) registrou lucro líquido ajustado de R$ 43,608 milhões, alta de 54,6%.

Entre as ofertas públicas iniciais de ações (IPOs, na sigla em inglês), a Ubook Editora protocolou pedido na CVM.

Já a LG Informática (GENT3) definiu faixa indicativa de preço, com a oferta podendo chegar a R$ 898,8 milhões.

Por fim, anunciaram proventos Lojas Renner (LREN3)Banco Inter (BIDI11)Raia Drogasil (RADL3) e Aura Minerals (AURA33).

Veja agora a cobertura completa:

O que você verá neste artigo:

Balanços

Guararapes (GUAR3) lucra R$ 368,037 mi no 4TRI, queda de 16,5%

A Guararapes (GUAR3) registrou um lucro líquido de R$ 368,03 milhões no quarto trimestre de 2020. A cifra corresponde a uma queda de 16,5% na comparação com o mesmo período de 2019.

No acumulado de 2020, a companhia registrou um prejuízo líquido de R$ 27,15 milhões ante um lucro de 592,65 milhões em 2019.

Mahle Metal Leve (LEVE3) tem lucro líquido 58% maior no 4TRI20

A Mahle Metal Leve (LEVE3) registrou crescimento de 58% no lucro líquido ajustado do quarto trimestre de 2020 comparado com o mesmo período de 2019.

A empresa teve R$ 104,6 milhões de lucro líquido no 4TRI20 contra R$ 66,2 milhões no 4TRI19.

Direcional (DIRR3) tem lucro líquido de R$ 43,6 mi no 4TRI20, alta de 54,6%

A Direcional (DIRR3) registrou lucro líquido ajustado de R$ 43,608 milhões no 4TRI20. Assim, houve alta de 54,6% ante o mesmo período de 2019.

No consolidado ano, o crescimento do lucro líquido ajustado foi de 20%. Passou de R$ 100 milhões (2019) para R$ 120,5 milhões (2020).

Mitre (MTRE3) lucra R$ 22,6 milhões no 4TRI, crescimento de 329,3%

A Mitre (MTRE3) reportou um lucro líquido de R$ 22,6 milhões no quarto trimestre de 2020, alta de 329,3% na comparação com o mesmo período de 2019.

No acumulado de 2020, a companhia registrou um lucro líquido de R$ 49,08 milhões, avançando 53,4% sobre 2019.

Hidrovias do Brasil (HBSA3) reverte lucro e tem prejuízo de R$ 105,5 mi em 2020

Hidrovias do Brasil (HBSA3) reportou prejuízo de R$ 105,5 milhões no ano passado, revertendo lucro registrado no ano anterior.

Lucro da Positivo (POSI3) cresce 28 vezes no 4TRI

A Positivo (POSI3) registrou lucro líquido de R$ 149,7 milhões, crescimento de 28 vezes em relação ao mesmo período de 2019.

O Ebitda somou R$ 95 milhões no trimestre, um aumento de 142,5% na comparação anual.

BBM Logística (BBML3) tem lucro zero no 4TRI

A BBM Logística (BBML3) registrou lucro zero no quarto trimestre de 2020.

O Ebitda dobrou no quarto trimestre, totalizando R$ 27,5 milhões. Já a receita subiu 78,2%, atingindo R$ 306,6 milhões.

Cias Abertas 

Petrobras (PETR4): comitê se reúne nesta terça para analisar nome de general para a estatal

O comitê de pessoas da Petrobras (PETR3; PETR4) se reunirá nesta terça-feira (16) para analisar a indicação do general Joaquim Silva e Luna para a Petrobras.

Joaquim Silva e Luna foi indicado pelo presidente Jair Bolsonaro para assumir o conselho e o comando da estatal no lugar de Roberto Castello Branco em meio aos sucessivos aumentos do valor da gasolina e do diesel este ano no país.

CVM diz que não identificou lucro da Petrobras com operação suspeita

Segundo reportagem do Valor, a Comissão de Valores Mobiliários (CVM) informou nesta segunda-feira que as operações suspeitas relatadas em reportagens com opções de venda de ações da Petrobras no dia 18 de fevereiro estão sendo analisadas, mas que a transação “não foi levada ao vencimento, sendo que ao menos as informações divulgadas em relação ao resultado financeiro da operação não foram detectadas”.

A CVM disse ainda que “estão em andamento as análises para a identificação de todas as operações com indícios de utilização de informação relevante não divulgada envolvendo ativos e derivativos relacionados à Petrobras no período indicado”.

Petrobras (PETR3; PETR4): CVM abre quatro processos para investigar irregularidades

Quatro processos foram abertos na CVM (Comissão de Valores Mobiliários) para apurar possíveis irregularidades na Petrobras (PETR3; PETR4).

As medidas foram tomadas, de acordo com reportagem de O Globo, após a crise gerada na estatal com a intervenção feita pelo presidente Jair Bolsonaro para trocar o presidente da Petrobras como tentativa de contenção do preço da gasolina no país.

Bartolomeo comandará a Vale (VALE3) por mais 3 anos

O presidente da Vale (VALE3), Eduardo Bartolomeo, terá um novo mandato à frente da  mineradora. O executivo e os demais integrantes da diretoria-executiva foram reconduzidos ontem, pelo conselho de administração, para um mandato de três anos.

Ex-sócio da Vale (VALE3) obtém na Justiça acesso a documentos e planeja ação para reparar suposta perda

O empresário israelense Benjamin Steinmetz, ex-sócio da Vale (VALE3) em um empreendimento para explorar minério de ferro na Guiné que fracassou, está prestes a pedir uma ação indenizatória por supostos prejuízos que teria sofrido durante a empreitada que manteve com a mineradora brasileira em Simandou. As informações são do Valor.

A 15ª vara cível do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) autorizou a ‘produção antecipada de provas’.

Na prática, a Justiça permitiu que Steinmetz tenha acesso a documentos usados pela Vale na constituição da joint venture VGB, resultado da parceria entre a mineradora e a empresa do israelense, a BSGR. A VGB foi criada em 2010, mas, quatro anos depois, a sociedade foi encerrada sem a extração de uma grama de minério de ferro e deu início a um litígio com passivo judicial da ordem de US$ 2,5 bilhões em cortes ao redor do mundo.

Sabesp (SBSP3) descarta nomeação de Castello Branco como CEO

A Sabesp (SBSP3) informou em comunicado nesta segunda-feira (15) que não procede a informação divulgada na sexta-feira (12) pela CNN Brasil de que Castello Branco foi convidado para ser CEO da Sabesp.

O Governo do Estado de São Paulo divulgou nota de esclarecimento afirmando que esta informação não procede e Benedito Braga continuará comandando a Sabesp, cargo que ocupa desde janeiro de 2019.

Eletrobras (ELET6) adia resultados do 4TRI; companhia vai discutir privatização

A Eletrobras (ELET6) informou a divulgação de resultados do quarto trimestre de 2020 passará do dia 15 de março para o dia 19 de março de 2021, após o fechamento do pregão.

Além disso, a realização da teleconferência de apresentação dos resultados do exercício de 2020 passará do dia 16 de março de 2021 para o dia 22 de março de 2021, às 12 horas.

Eletrobras (ELET6): Elvira Cavancanti Presta, diretora financeira e de RI, será presidente interina

O Conselho de Administração da Eletrobras elegeu a Diretora Financeira e de Relações com Investidores da companhia, Elvira Cavalcanti Presta, para exercer interina e cumulativamente, o cargo de Presidente da Eletrobras até que o Conselho de Administração conclua o processo de sucessão, eleja o novo Presidente e haja posse efetiva no cargo.

Cavalcanti Presta assume a presidência da companhia a partir de amanhã (16).

Eletrobras (ELET6): Conselho do Programa de Parcerias de Investimentos vai deliberar sobre privatização

A Eletrobras recebeu o Ofício nº 94/2021/SE-MME, no qual o Ministério de Minas e Energia -MME informa que amanhã (16), haverá reunião do Conselho do Programa de Parcerias de Investimentos (CPPI) que deliberará sobre a qualificação da Eletrobras no Programa de Parceria de Investimentos, bem como a sua inclusão no Programa Nacional de Desestatização (PND).

A inclusão no PND tem como objetivo permitir o início dos estudos que serão realizados pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

JSL (JSLG3) anuncia novo diretor presidente e aquisição de 25% da Fadel

O Conselho de Administração da JSL aprovou o plano de sucessão do cargo de Diretor Presidente da companhia, com a nomeação de Ramon Peres Martinez Garcia de Alcaraz para o cargo de Diretor Presidente da JSL S.A.

Ele entrará no lugar de Fernando Antonio Simões, que assumirá a presidência do Conselho de Administração.

A empresa também celebrou memorando de entendimentos tratando da aquisição, pela JSL, de ações correspondentes a 25% do capital social da Fadel Holding S.A., controlada da companhia, que são de titularidade de Ramon.

BRF (BRFS3) demitirá 150 funcionários no Paraná

Em função do excesso de estoques, a BRF (BRFS3) demitirá cerca de 150 funcionários do abatedouro de aves de Francisco Beltrão, no Paraná. “As demissões estão sendo feitas gradualmente”, disse ao Valor a presidente do Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias de Alimentação de Francisco Beltrão e Região, Leonete do Santos.

Klabin (KLBN11) é a única brasileira a participar da COP26

A Klabin foi a única empresa brasileira convidada a participar da próxima Conferência Climática da Organização das Nações Unidas, a COP26, que ocorre em novembro, conforme informou o Valor.

CSN (CSNA3) vai elevar preço do aço em até 15%

Com a disparada dólar e os preços elevados do aço no mercado externo, a CSN (CSNA3), decidiu fazer novos reajustes na sua tabela de preços a partir de 1º de abril. Os reajustes ficarão de 10%, para alguns tipos de aço, até 15% para aço longo (vergalhão). As informações são do Valor.

Oi (OIBR3) tenta acordo com detentores de títulos

A Oi (OIBR3) deve se reunir com investidores que detêm US$ 1,65 bilhão em títulos de dívida da companhia, segundo reportagem do Valor.

A “consent fee” é paga quando o emissor – no caso, a Oi – pede consentimento a quem adquiriu o título para mudar os termos da escritura de emissão. A mudança é necessária porque o plano de recuperação original da Oi foi alterado por um aditamento ratificado por credores em setembro de 2020.

IPOs

Ubook Editora protocola pedido de IPO

A Ubook Editora protocolou pedido de IPO (Oferta Pública Inicial) na CVM (Comissão de Valores Mobiliários) nesta segunda-feira (15).

Segundo o prospecto preliminar, a empresa foi fundada em 2013 como uma plataforma de oferta de conteúdo áudio digital (audiobooks, e-books, podcasts, series, documentário, notícias, jornais, revistas e música).

LG Informática (GENT3) define faixa indicativa de preço entre R$ 15 e R$ 20

A fornecedora de softwares LG Informática (GENT3) definiu a faixa indicativa de preço do seu IPO (Oferta Pública Inicial) entre R$ 15 e R$ 20.

Assim, considerando o preço médio por ação, a empresa pode captar R$ 898,8 milhões.

Proventos

Lojas Renner (LREN3) paga dividendos

O Conselho de Administração da Lojas Renner (LREN3) aprovou a distribuição de juros sobre capital próprio (JCP) no montante bruto de R$ 58.302.272,70, correspondentes a R$ 0,073498 por ação.

Terão direito a receber os proventos os acionistas da Companhia detentores de ações em 18 de março.

Banco Inter (BIDI11) aprova JCP

O Banco Inter (BIDI11) aprovou a proposta da diretoria para o pagamento de JCP no valor bruto total de R$ 10.372.984,77, equivalentes a R$ 0,013589821 por ação ordinária e preferencial (R$ 0,040769462 por Unit).

O pagamento aos acionistas será realizado no dia 30 de março, na proporção da participação de cada acionista, utilizando como base de cálculo a posição acionária de 19 de março de 2021.

Raia Drogasil (RADL3) paga JCP

O Conselho de Administração da Raia Drogasil (RADL3) aprovou a distribuição de Juros sobre Capital Próprio (JCP) no valor bruto de R$ 0,026675550 por ação.https://www.euqueroinvestir.com/hypera-hype3-aprova-emprestimo-aura-minerals-aura33-paga-dividendos/

Tal benefício aplica-se aos acionistas com posição acionária no dia 11 de março, sendo que a partir do dia 12 de março as ações da Companhia serão negociadas “ex juros sobre capital próprio”.

Aura Minerals (AURA33) paga dividendos

A Aura Minerals (AURA33) aprovou nesta segunda-feira (15) o pagamento de dividendos de US$ 0,83 por ação, com valor aproximado de US$ 60 milhões no total.

De acordo com a empresa, o montante total dos dividendos a ser distribuído é superior ao dividendo mínimo calculado pela Aura, baseado nos resultados financeiros para o ano findo em 31 de dezembro de 2020.

Emissões e dívidas 

Marfrig (MRFG3) e subsidiárias anunciam resgate das notas sênior remanescentes (2024) emitidas pela Marb

A Marfrig Global Foods (MRFG3), juntamente com as suas subsidiárias Marb Bond, Marfrig Holdings e Marfrig Overseas, anunciaram o resgate da totalidade das notas sênior remanescentes emitidas em 15 de março de 2017 pela Marb.

A Companhia informou que utilizou US$250 milhões de sua posição de caixa para concluir o processo de resgate das Notas 2024, visando assim melhorar as métricas de alavancagem financeira relacionadas à dívida bruta.

Minerva (BEEF3) comunica aumento de capital por subscrição privada

A Minerva (BEEF3) aprovou aumento do capital social da Companhia em virtude do exercício, por determinados titulares, de seus respectivos bônus de subscrição.

Pelo exposto, o novo capital passará a ser de R$ 1.371.353.775,47 divididos em 549.621.694 ações ordinárias, representando um aumento no valor de R$ 40.477,68, mediante a emissão 6.614 novas ações ordinárias, com preço de emissão de R$ 6,12.

Ômega (OMGE3) anuncia liquidação de emissão de debêntures no total de R$ 1,05 bi

O conselho de administração da Omega (OMGE3) comunicou a liquidação da 3ª emissão de debêntures no montante de R$ 1,05 bilhão.

De acordo com a empresa, o prazo total das debêntures é de oito anos com pagamento de juros semestrais equivalentes ao CDI + 1,99% ao ano.

Atma (ATMP3): Homologação do aumento do capital social dentro do limite do capital autorizado

A Atma (ATMP3) aprovou a homologação do aumento do capital social decorrente da conversão das debêntures da 7ª emissão da Companhia, ocorridas no dia 15 de março de 2021.

Desta forma, o capital social da Companhia passa para R$ 1.092.741.526,36, dividido em 24.788.472 ações ordinárias, nominativas e sem valor nominal.

Banco ABC (ABCB4) leiloará amanhã sobras de ações não subscritas no âmbito de aumento de capital

O Banco ABC (ABCB4) comunicou que leiloará, em 16 de março, as sobras de ações não subscritas no âmbito do aumento de capital da Companhia.

Serão leiloados 47.405 recibos de subscrição de ações preferenciais ao preço mínimo de R$ 12,01.

VIX Logística emite debêntures

A VIX Logística anunciou a quarta emissão de debêntures. Em série única, a emissão será de R$ 300 milhões. Serão emitidas 300 mil debêntures, cada uma com valor unitário de R$ 1 mil.

Os recursos obtidos com serão utilizados para novos investimentos e fluxo de caixa.

Hypera (HYPE3) aprova empréstimo

A Hypera (HYPE3) aprovou na reunião do Conselho de Administração de quinta-feira (10) o contrato de empréstimo com o BNP Paribas no valor de R$ 300 milhões.

No final de fevereiro, a Hypera reportou lucro líquido de R$ 314,9 milhões, referente ao quarto trimestre de 2020, representando um crescimento de 31,9% em relação ao mesmo período de 2019.

EMAE (EMAE4) quita empréstimo junto ao BNDES

A Empresa Metropolitana de Águas e Energia, EMAE (EMAE4), informou ao mercado a quitação plena e antecipada de empréstimo tomado junto ao Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), em 2012.

A quitação do empréstimo se deu pelo valor total atualizado de cerca de R$ 65,256 milhões.

CEEE-D (CEED3): leilão de privatização é suspenso pela Justiça

O leilão de privatização da distribuidora de energia elétrica CEEE-D (CEED3), controlada pelo governo do Rio Grande do Sul, que aconteceria no dia 31 de março foi suspenso por decisão judicial na última sexta (12).

Segundo comunicado da companhia na noite desta segunda (15), a liminar foi concedida após ação movida por pessoas físicas que incluem um membro da União Gaúcha, entidade formada por sindicatos locais.

No processo, a União Gaúcha criticou o valor definido para a venda da companhia, de R$ 50 mil, bem como perdão de impostos devidos pela empresa ao Estado.

Mudança Acionária

Enjoei (ENJU3): alteração acionária

A Enjoei (ENJU3) informou que o Morgan Stanley por meio de suas subsidiárias atingiu participação de 5% na companhia.

(Com Marco Antonio Lopes, Claudia Zucare, Rodrigo Petry e Redação)