Radar traz Gol (GOLL4), Petrobras (PETR4), BB (BBAS3) e Oi (OIBR4)

Felipe Moreira
Especialista em Mercado de Capitais e Derivativos pela PUC - Minas, com mais de 8 anos de vivência no mercado financeiro e de capitais. Certificações: CPA-10, CPA-20 e AAI. Apaixonado por educação financeira e investimentos.
1

Crédito: Crédito da imagem: Reprodução/Internet

No Radar Corporativo desta quarta-feira (14) destaque para a Gol (GOLL4), que informou uma retração na média diária de voos de 31% em março ante fevereiro, por conta do agravamento da pandemia.

Já o Conselho de Administração da Petrobras (PETR3 PETR4) deverá eleger o general da reserva Joaquim Silva e Luna como CEO nesta sexta-feira, segundo o Valor Econômico.

O Banco do Brasil (BBAS3) informou que os vice-presidentes Carlos André e Mauro Neto renunciam aos cargos e a troca ocorre em meio à troca de comando da cúpula do banco estatal.

Enquanto isso, a Oi (OIBR3 OIBR4) espera celeridade no aval para venda da InfraCo para BTG Pactual (BPAC11) por parte das autoridades regulatórias.

Entre os balanços operacionais do primeiro trimestre, a Cury (CURY3) informou vendas líquidas de R$ 590,4 milhões, alta de 147,1% sobre a base anual.

Já a construtora Mitre (MTRE3) reportou vendas líquidas de R$ 82,8 milhões, desempenho 145,3% superior ao mesmo trimestre de 2020.

Enquanto a JHSF Participações (JHSF3) comunicou que a prévia das vendas do segmento de incorporação no 1º trimestre atingiu R$ 346,3 milhões.

E, por fim, informaram sobre proventos Carrefour (CRFB3), CSU CardSystem (CARD3)Tegma (TGMA3)Aura Minerals (AURA33) e BBM Logística (BBML3).

Veja agora a íntegra do Radar Corporativo:

O que você verá neste artigo:

Balanços operacionais

Cury (CURY3): vendas somam R$ 590,4 mi no 1TRI, alta de 147,1%

A Cury (CURY3) informou que as vendas líquidas no primeiro trimestre de 2021 atingiram R$ 590,4 milhões, alta de 147,1% sobre a base anual.

“A Cury quebrou seu recorde histórico de vendas trimestrais, considerando todos os trimestres de todos os ano de operação da Companhia”, destacou a Cury.

O VGV vendido atingiu R$ 590 milhões, com crescimento de 147,1% ante o primeiro trimestre de 2020.

Mitre (MTRE3): vendas no 1TRI atingem R$ 82,8 mi, avanço de 145,3%

A construtora Mitre (MTRE3) reportou nesta terça-feira (13) os resultados operacionais do primeiro trimestre de 2021.

As vendas líquidas somaram R$ 82,8 milhões, um desempenho 145,3% superior ao mesmo trimestre de 2020.

As vendas brutas da companhia atingiram R$ 110,7 milhões no trimestre, comparada a R$ 58,1 milhões no mesmo período de 2020, aumento de 90,6%.

JHSF (JHSF3): vendas chegam a R$ 346,3 mi no 1TRI, alta de 247%

A JHSF Participações (JHSF3) informou que a prévia das vendas do segmento de incorporação no 1º trimestre atingiu R$ 346,3 milhões.

Um ano antes as vendas contratadas foram de R$ 99,8 milhões.

A maior alta foi registrada no Boa Vista Village, que passou de R$ 13,1 milhões em vendas contratadas de 2020 para R$ 229,1 milhões um ano depois.

Fusões e aquisições

Banco Inter: aquisição do controle da Duo Gourmet

O Banco Inter (BIDI11) informou nesta terça (13) que concluiu a aquisição do controle da operação Duo Gourmet.

O objetivo, segundo o banco divulgou em nota ao mercado, será oferecer programa de benefícios via aplicativo para consumidores e restaurantes por meio da marca Duo Gourmet.

Com a transação, a operação Duo Gourmet passará a ser desenvolvida por uma nova subsidiária da Inter Marketplace.

Cias Abertas

Gol (GOLL4): média de voos diários em março cai 31% ante fevereiro

A Gol (GOLL4) divulgou nesta terça-feira (13) o relatório de atualização ao investidor referente a março de 2021. Nele, informou que teve uma redução de 31% no número de voos diários, de 355 em fevereiro para 245 agora. Nos dias de pico, foram 381 voos no terceiro mês do ano.

A receita bruta consolidada mensal foi de R$ 300 milhões e a taxa de ocupação média, de 71,8%.

O ajuste foi necessário por causa do agravamento da pandemia de Covid-19. Houve uma redução de 25% na busca por passagens aéreas da Gol, em relação a fevereiro.

Petrobras (PETR4): Conselho deve dar aval à Silva e Luna na sexta-feira

O general da reserva Joaquim Silva e Luna foi eleito conselheiro da Petrobras e deverá ter o nome referendado pelo colegiado da empresa, na sexta-feira, para também assumir a presidência-executiva da estatal, disseram fontes ao Valor.

Steinmetz acusa MPF de vazar decisão em processo contra Vale (VALE3)

O bilionário israelense, Benjamin Steinmetz, acusou o Ministério Público Federal (MPF) de ter vazado a decisão em processo contra a Vale, segundo reportagem do Estadão.

Steinmetz atribuía a executivos da Vale eventuais práticas ilícitas no projeto minerário de Simandou, na República da Guiné, o bilionário israelense acaba de entrar com uma representação junto ao Conselho Nacional do Ministério Público.

A justificativa, segundo documento, é que Steinmetz foi surpreendido com a notícia do arquivamento pela imprensa e por meio de um comunicado ao mercado feito pela mineradora.

Segundo a defesa de Steinmetz, isso não ocorreu. O documento cita que houve, dessa forma, divulgação privilegiada em relação ao arquivamento. A Vale, ao fazer o comunicado sobre o assunto, usou trechos do despacho de arquivamento, o que não deveria ocorrer por se tratar de algo sigiloso.

Copel (CPLE6) inicia Operação Comercial linha de transmissão

A Copel (CPLE6) comunicou hoje que recebeu os chamados Termos de Liberação Definitivos (TLDONS) para entrada em operação comercial da Linha de Transmissão (LT) 500 kV Curitiba Leste–Blumenau, ativo 100% Copel Geração e Transmissão, com efeitos retroativos a 1º de abril de 2021.

A LT Curitiba Leste-Blumenau é o último dos empreendimentos do Lote E do Leilão 05/2015 da Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica).

Banco do Brasil (BBAS3): vice-presidentes renunciam

O Banco do Brasil (BBAS3) informou, nesta terça-feira (13), que os vice-presidentes Carlos André e Mauro Neto renunciam aos cargos.

José Forni e Ênio Ferreira foram indicados para vice-presidência de gestão financeira e corporativa, respectivamente.

As mudanças acontecem em meio à troca de comando da cúpula do BB, com a escolha recente de Fausto de Andrade Ribeiro para assumir a presidência do banco no lugar de André Brandão, que apresentou carta de renúncia.

BB (BBAS3): BV cancela pedido de registro de companhia aberta e oferta

O BB comunicou que foi aprovada pela Assembleia Geral do Banco Votorantim (o BV) solicitação de cancelamento dos pedidos de registro de companhia aberta e da oferta pública de distribuição primária e secundária de certificados de depósito de ações (Units) de emissão do Banco BV junto à CVM. 

Hermes Pardini (PARD3) informa renúncia conselheiro

O Instituto Hermes Pardini (PARD3) informou que o Conselho de Administração da Companhia recebeu do Sr. José Luciano Duarte Penido, carta datada de 12 de abril onde informa sobre a sua renúncia ao cargo de membro independente do Conselho de Administração da Companhia.

A companhia informou que providenciará a indicação de novo candidato para ocupar o cargo no Conselho de Administração, na qualidade de membro independente.

Oi (OIBR3) espera celeridade no aval para venda da InfraCo

A Oi espera que o prazo de análise pelas autoridades regulatórias da operação de venda de parte do capital da InfraCo, seja mais rápido se o ativo for de fato arrematado por fundos do BTG Pactual em conjunto com a Globenet Cabos Submarinos, segundo reportagem do Valor.

GPA (PCAR3) deve se desfazer de fatia da Cdiscount

O aumento de capital da Cdiscount, negócio de comércio eletrônico da Casino na Europa, tem como possibilidade a monetização da Cnova. A Cdiscount é subsidiária da Cnova, empresa com ações na bolsa de Paris. Isso pode afetar diretamente, de forma positiva, o GPA que detém 34,1% das ações da Cdiscount, dizem analistas e gestores ouvidos pelo Valor.

A operação deve ser uma porta de saída para o GPA, tema abordado em documento que trata dos compromissos de Casino e GPA como acionistas na Cnova, assinado em 2016.

Localiza (RENT3) terá laboratório de inovação em Recife (PE)

A Localiza está desenvolvendo um novo laboratório de inovação em Recife (PE), conforme informou o Valor

De acordo com o diretor de tecnologia da Localiza, André Petenussi, a inauguração deve acontecer no segundo semestre. O trabalho presencial, entretanto, vai depender do desenrolar da pandemia. A cidade foi escolhida por ter
um forte polo tecnológico.

GPC avança na B3 e tenta consolidar reestruturação

Após sair de uma grave crise financeira que o levou à recuperação judicial, encerrada em novembro, o Grupo GPC teve resultados recordes no ano passado e agora tenta se posicionar no mundo pós-pandemia e convencer os investidores de que tem fôlego para se consolidar num novo patamar.

No fim do ano, a empresa completou dez trimestres consecutivos de lucro. A ação ordinária da empresa saltou 420% nos últimos 12 meses e bateu no pico histórico de R$ 27,18 em janeiro.

Proventos

Carrefour (CRFB3) aprova dividendos

O Carrefour (CRFB3) comunicou que foi aprovado o pagamento de dividendos no valor de R$ 759 milhões, equivalente a R$ 0,382372952 por ação em circulação.

O pagamento dos referidos dividendos será efetuado aos acionistas com posição acionária em 16 de abril, sendo que a partir de 19 de abril as ações serão negociadas “ex-direito”.

CSU CardSystem (CARD3) comunica dividendos e JCP

A CSU CardSystem (CARD3) aprovou o pagamento de proventos no montante bruto de R$ 6 milhões em dividendos complementares, relativos ao exercício de 2020.

Dessa forma, para os acionistas com posição acionária em 16 de abril, será pago o valor de R$ 0,145953547 por ação.

O pagamento está previsto para o dia 27 de abril.

Tegma (TGMA3) paga dividendos e Juros sobre Capital Próprio

A Tegma (TGMA3) comunicou a distribuição de proventos no valor de R$ 12,54 milhões.

Sobre o montante, R$ 9,4 milhões serão a título de dividendos, correspondentes a R$ 0,1426470132 por ação e R$ 3,13 milhões para juros sobre capital próprio, correspondentes a R$ 0,0475490044 por ação.

Terão direito ao recebimento dos referidos proventos todos os titulares de ações ordinárias da Companhia em 13 de abril, sendo que as ações passarão a ser negociadas “ex-dividendos e ex-juros sobre capital próprio” a partir de 14 de abril de 2021.

Os pagamentos serão efetuados em 27 de abril de 2021.

Aura Minerals (AURA33) esclarece sobre dividendos

A Aura Minerals (AURA33) prestou esclarecimentos sobre processo de pagamento de dividendos, anunciado no dia 15 de março de 2021.

A companhia distribuirá dividendos aos detentores de BDRs da Companhia, no valor de R$ 4,5932 por BDR

A data de pagamento será no dia 16 de abril de 2021.

BBM Logística (BBML3) esclarece sobre dividendos

A BBM Logística (BBML3) informou que a data para identificação dos acionistas que terão direito a receber os dividendos será no dia 13 de abril.

O valor dos dividendos aprovados foi de R$ 2,11 milhões correspondentes a R$ 0,05185200626 por ação.

A data de pagamento dos referidos proventos será 30 de abril.

BBM Logística (BBML3): Reeleição dos membros da diretoria

A BBM Logística (BBML3) anunciou que reelegeu os membros da diretoria.

Os mandatos terão validade até a próxima assembleia geral ordinária.

Emissões e dívidas

Eletrobras (ELET6) aprova debêntures

A Eletrobras (ELEt6) aprovou, em reunião do Conselho de Administração, a 3ª emissão de debêntures simples, não conversíveis em ações, em duas séries.

Serão 2.700.000 de debêntures, sendo 1.200.000 debêntures da primeira série e 1.500.000 da segunda.

Eletrobras (ELET6) anuncia renúncia de conselheira

A Eletrobras (ELET6) comunicou que a conselheira de administração, Sra. Lucia Maria Martins Casasanta, indicada pelo acionista controlador, renuncia, a partir de 14 de abril, ao seu cargo no Conselho de Administração da Eletrobras.

Lucia foi a primeira Diretora de Governança, Riscos e Conformidade da Eletrobras, selecionada por processo independente de Head Hunter. Sob sua direção, foi implementado o Programa de Integridade (Compliance) das Empresas Eletrobras.

Iguatemi (IGTA3) informa aumento de capital

A Iguatemi (IGTA3) informou hoje que a Assembleia Geral Extraordinária, a ser realizada no próximo dia 29 de abril vai deliberar sobre o aumento do capital social no valor aproximadamente R$ 44,344, mediante a capitalização de reserva de lucros, sem emissão de novas ações.

Assim, o capital social da empresa passa de R$ 1,261 bilhão para R$ 1,306 bilhão.

Iguatemi (IGTA3) aprova programa de investimentos para apoiar empresas 

A Iguatemi (IGTA3) apresentou nesta terça seu Programa de Corporate Venture Capital.

Em nota ao mercado, a Iguatemi conta que estruturou e desenvolveu um programa de investimento em Corporate Venture Capital, para apoiar empresas com potencial de crescimento no início de sua trajetória empresarial.

Viver (VIVR3) tem aumento de capital

Os membros do Conselho de Administração da Viver (VIVR3) aprovaram o aumento de capital social da Companhia por meio da subscrição e integralização de 9.478.553 de novas ações ordinárias, no valor total de R$ 12.037.762,31.

Em decorrência do aumento, o capital social da Companhia passou para R$ 2.351.062.537,29, representado por 106.507.317 ações ordinárias.

As novas ações emitidas serão disponibilizadas aos acionistas que subscreveram e integralizaram ações ordinárias no âmbito do aumento em 16 de abril.

Boa Vista (BOAS3) informa aumento de capital

O Conselho de Administração do Boa Vista (BOAS3) aprovou o aumento do capital social em razão do exercício de opções de compra de ações no âmbito do Plano de Opção de Compras.

O montante total do aumento de capital foi de R$ 48.487.500,00, de modo que após o aumento o capital social da Companhia passou a ser de R$ 1.686.545.495,06, representado por 528.555.860 ações ordinárias.

Energisa (ENGI11): OPA da Rede Energia (REDE3) 

A Rede Energia (REDE3) comunicou que recebeu da Ofertante Energisa (ENGI11) e providenciou a divulgação do instrumento da Oferta da companhia.

A Oferta será efetivada por meio de leilão a ser realizado na B3 em 14 de maio, tendo por objeto a aquisição de até 8.975.847 de ações ordinárias de emissão da Companhia atualmente em circulação.

Segundo a Energisa, a Oferta será realizada pelo preço atualizado de R$ 8,11 por ação.

IPO

Emissões de IPOs batem recorde em março e somam R$ 18,8 bilhões

Em março, as emissões de mercado de capitais captaram volume de R$ 53,1 bilhões, um aumento de 93,8% em relação ao mês anterior. Neste primeiro trimestre, o total emitido foi de R$ 102 bilhões contra R$ 83,8 bilhões do mesmo período do ano anterior, uma elevação de 21,8%

O grande destaque no mês foi o volume expressivo de IPOs (ofertas iniciais de ações) no valor de R$ 18,2 bilhões, melhor resultado mensal da série histórica, que representou a maioria do total emitido em março, com 35%.

Esse montante correspondeu ao total de renda variável no período já que não foram registradas operações de follow-ons (ofertas subsequentes de ações) no mês. No ano, já ocorreram R$ 21,8 bilhões, cerca de 48% de todo o volume de IPOs de 2020.

As ofertas em andamento e análise totalizaram R$ 6,2 bilhões e R$ 10,4 bilhões, respectivamente (esta última desconsiderando o volume das ofertas de ações).

Piora da pandemia afeta IPOs

O agravamento da pandemia no Brasil, não passou ao largo das ofertas de ações das empresas de saúde – setor que, até pouco tempo atrás, era apontado como “queridinho” do mercado financeiro e grande aposta para a atual temporada de ofertas iniciais de ações (IPO, pela sigla em inglês).

Em poucos dias, empresas que tinham lançado ofertas bastante ambiciosas tiveram de reduzir estimativas de preços e postergar suas operações, refletindo a maior percepção ao risco em relação ao País, segundo reportagem do Estadão.

IPO da infracommerce pode destravar valor da Iguatemi (IGTA3)

A oferta pública inicial de ações (IPO, na sigla em inglês) da Infracommerce poderá “liberar valor” hoje não percebido pelo mercado na operadora de shoppings Iguatemi, segundo o Citi.

O banco acredita que a Iguatemi detém fatia de cerca de 16% na Infracommerce que está atribuída a um fundo estrangeiro, chamado Engadin – a Iguatemi seria cotista desse fundo. As informações são do Valor.

De acordo com estudo do Citi, a Infracommerce pode ser avaliada em R$ 645 milhões no IPO – ou 10% do valor de
mercado da Iguatemi.

AgriBrasil costura IPO

Trading brasileira de grãos em franco crescimento, a AgriBrasil continua a avançar em direção a uma oferta inicial de ações (IPO, na sigla em inglês), de acordo com o Valor.

(Com Marco Antonio Lopes, Claudia Zucare, Rodrigo Petry e Redação)