Radar FII: veja os destaques de fundos imobiliários desta terça

Regiane Medeiros
Economista formada pela UFSC. Produz conteúdo na área de mercado de capitais, finanças pessoais e atualidades.
1

O BTG Pactual, administrador do fundo de investimento imobiliário (FII) Galápagos Fundo de Fundos (GCFF11), informou a abertura de nova emissão de cotas.

Assim sendo, a 2ª emissão será até 600 mil cotas, por meio das quais o FII pretende levantar o montante de até R$ 60 milhões.

O preço de aquisição por cota da 2ª emissão foi definido em R$ 100 cada, já acrescido do custo unitário de distribuição.

Tio Huli, EconoMirna, Natalia Dalat e outros tubarões do mercado de Investimentos.

Não perca!

A oferta contará com investidores Institucionais e investidores não institucionais.

Os cotistas que tiverem interesse em exercer o direito de preferência deverão se manifestar no período entre os dias 17 de novembro de 2020 a 25 de novembro de 2020, inclusive, na B3.

O GCFF11 é um fundo imobiliário do tipo fundo de fundos, ou seja, seu objetivo é proporcionar rentabilidade aos cotistas através da aquisição preponderante dos ativos imobiliários.

BTLG11 comunica pagamento de saldo remanescente de imóvel

O FII BTG Pactual Logística (BTLG11) comunicou que o Fundo realizou no última dia 23 o pagamento do saldo remanescente equivalente a R$ 112 milhões no imóvel localizado Jundiaí, São Paulo.

Em nota, o Fundo informou ainda que remanescerá a obrigação de quitação de R$ 143 milhões, a ser quitada após cumprimento das condições finais de pagamento.

Com o pagamento, o Fundo fará jus à receita de aluguel de 100% do imóvel, equivalente a R$ 0,25/cota por mês se considerado o número de cotas atuais do Fundo.

IFIX

Na sessão da segunda-feira, 26, o IFIX fechou em queda de 0,38%, aos 2.809,86 pontos.

Em outubro, o índice acumula alta de 0,54%. No ano, a desvalorização é de 11,98%.