Radar FII: veja os destaques de fundos imobiliários desta sexta

Regiane Medeiros
Economista formada pela UFSC. Produz conteúdo na área de mercado de capitais, finanças pessoais e atualidades.
1

Crédito: Pixabay

O BTG Pactual, administrador do FII BTG Pactual Corporate Office Fund (BRCR11), comunicou que o Fundo adquiriu 16% de um prédio comercial localizado na cidade e estado de São Paulo.

No âmbito da aquisição, o Fundo desembolsou R$ 80 milhões sendo pago à vista. “Ressaltamos que ainda que o ativo seja de qualidade AAA, majoritariamente locado e com bom risco de crédito de locatários, o Vendedor garantirá por 24 meses o complemento do aluguel mensal”, informou a administradora.

A receita mensal do Fundo será impactada em aproximadamente R$ 0,02/cota.

Perdeu a Money Week?
Todos os painéis estão disponíveis gratuitamente!

XPML11: Fundo realiza venda de participação no Shopping Belém

O BTG comunicou ainda que o FII XP Malls (XPML11) celebrou a venda integral da fração de 25% de sua titularidade no Parque Shopping Belém, pelo valor de R$ 82,966 milhões.

“A Transação representa a primeira venda de ativo imobiliário pelo XP Malls e atende integralmente a Política de Investimentos constante do Regulamento do Fundo, reforçando a reciclagem de portfólio como parte relevante de sua estratégia”, informou o BTG.

Atualmente, a participação do XP Malls no Shopping está marcada em R$ 68.678.776,68, de modo que o resultado da venda do Shopping, em valor 21% acima do marcado em seu patrimônio, será de R$ 14.287.716,56, já líquido das despesas operacionais e impostos

Na outra ponta, o FII Legatus Shoppings (LASC11) adquiriu o percentual de 25% do Parque Shopping Belém.

Com a aquisição, o Fundo passa a deter 49% do ativo Parque Shopping Belém e fará jus à dividendos já a partir do mês de novembro de 2020.

A referida aquisição impacta positivamente a distribuição de rendimentos futuros, com um incremento médio de aproximadamente R$ 0,17 na cota mensal.

FLMA11: reabertura de hotel impactará nas receitas do Fundo

A administradora do FII Continental Square Faria Lima (FLMA11) comunicou que recebeu da Hotelaria Accorinvest, arrendatária e coproprietária do Hotel Pullman Vila Olímpia, comunicado de que pretende reabrir o hotel em 4 de novembro.

A administradora informou que isso causará impacto nas receitas do Fundo e nas próximas distribuições de rendimentos, no entanto, ainda não é possível estimar com precisão os valores.

CPTS11B: realiza a abertura da 8ª emissão de cotas

O FII Capitânia Securities (CPTS11B), comunicou ao mercado a abertura da 8ª emissão de cotas do Fundo.

Desse modo, com a nova emissão serão lançadas 5 bilhões de cotas, para o fim exclusivo de cumprimento dos objetivos e da política de investimento do Fundo.

O preço de aquisição por cota da 8ª emissão foi definido em R$ 93,47, assim sendo, o FII pretende levantar o montante de R$ R$ 390,47 milhões.

PRSV11: realiza a alienação do Edifício Torre Vargas

O FII Presidente Vargas (PRSV11) concluiu no última dia 28 de outubro a alienação da totalidade do Edifício Torre Vargas, situado na cidade e estado do Rio de Janeiro.

A operação foi finalizada pelo valor bruto de R$ 42 milhões.

A administradora informou que procederá com a amortização parcial de cotas no montante de R$ 39,799 milhões, equivalente ao valor de R$ 204,10 por cota.

PQAG11: novo desdobramento de cotas será creditado em 9 de novembro

O FII Parque Anhanguera (PQAG11) realizará o desdobramento de cotas do Fundo na proporção de 1:10, de modo que, após o desdobramento, cada cota existente passará a ser representada por 10 cotas.

Após o desdobramento, o Fundo passará a ter 13.991.890 cotas.

Será utilizada como base para o desdobramento a posição de cotistas do Fundo em 4 de novembro de 2020. O desdobramento das cotas que estejam em agentes de custódia será creditado aos cotistas em 9 de novembro de 2020.

As cotas advindas do desdobramento passarão a ser negociadas a partir de 5 de novembro de 2020 e serão da mesma espécie e classe.

GALG11: comunica aquisição de imóvel em São Paulo

O FII Guardian Logística (GALG11) celebrou a aquisição da totalidade de imóvel localizado em Barueri, São Paulo.

Atualmente, no imóvel funciona o centro de distribuição e cozinha industrial da rede de restaurantes Almanara.

O Fundo celebrará com a locatária um contrato de locação atípico, com o prazo mínimo de 17 anos.

“Tendo-se em vista que ainda é necessário a adoção de determinados procedimentos para a conclusão da transferência dos referidos imóveis ao Fundo, não é possível estimar o impacto nos rendimentos decorrentes das cotas”, informou a administradora do Fundo.

RBRP11: desembolsa R$ 10,9 milhões na compra de imóvel

O FII RBR Properties (RBRP11) comunicou a aquisição dos conjuntos nº 114, 124, 154, 171 e 174 do Condomínio Centro Empresarial Mário Garnero, situado na Av. Brigadeiro Faria Lima, Pinheiros, São Paulo.

No âmbito da aquisição, o Fundo desembolsou o valor de R$ 10,9 milhões equivalente a R$ 12.012/m², pago à vista.

Com a aquisição dos imóveis, o Fundo aumentará a sua participação no Condomínio Centro Empresarial Mário Garnero – Torre Sul em 6,6%, totalizando a participação no referido condomínio em 11,9%.

IFIX

Na sessão da quinta-feira, 29, o IFIX fechou em leve alta de 0,06%, aos 2.774,58 pontos.

Em outubro, o índice acumula queda de 0,73%. No ano, a desvalorização é de 13,23%.