Radar FII: veja os destaques de fundos imobiliários desta sexta

Regiane Medeiros
Economista formada pela UFSC. Produz conteúdo na área de mercado de capitais, finanças pessoais e atualidades.
1

O FII JS Real Estate Multigestão (JSRE11) comunicou que foi aprovada a realização da 8ª emissão de cotas do Fundo.

A oferta, com esforços restritos, pretende captar o montante de até R$ 300 milhões, sem considerar a colocação de eventual lote adicional e observada a possibilidade de distribuição parcial.

Segundo o comunicado, os recursos obtidos com a oferta serão destinados para a aquisição de determinados ativos imobiliários em fase de negociação pelo Fundo. Além disso, a captação de recursos busca novas oportunidades de aquisição de ativos para a carteira do Fundo.

Confira os melhores momentos da Money Week

O Administrador e o Coordenador Líder informaram que estão providenciando, em conjunto com os assessores legais contratados, os documentos necessários para a 8ª emissão.

Desse modo, será oportunamente divulgado novo fato relevante com as informações da oferta aos cotistas.

O JSRE11 é um fundo imobiliário do tipo híbrido. Assim sendo, o Fundo é composto por todos os segmentos de investimento do mercado imobiliário.

BDRs| Confira os papéis disponíveis para Investimentos

XPPR11 retifica ato do administrador

O XP Properties (XPPR11) comunicou que retificou a deliberação constante no Ato do Administrador, celebrado em 21 de setembro de 2020, para prever um novo desconto a ser aplicado sobre o valor da nova cota.

Dessa forma, com a alteração, a nova redação afirma que sobre o valor das novas cotas será aplicado um desconto de até 8%, sem considerar a taxa de distribuição.

Segundo o administrador do Fundo, as demais deliberações aprovadas por meio do Ato do Administrador que não tenham sido retificadas, foram devidamente ratificadas.

GRLV11 comunica substituição da atual administradora

O CSHG GR Louveira (GRLV11) informou que no próximo dia 27 de outubro haverá a substituição da atual administradora, Credit Suisse, pela nova administradora, Hedge Investments.

Devido ao processo de migração, haverá indisponibilidade no período entre 22 de outubro a 26 de outubro na realização de procedimentos como consultas de posição, transferência de titularidade de cotas mantidas foram de mercado de bolsa de valores, movimentação de ambiente de custódia de cotas, atualização cadastral, entre outros.

“Esclarecemos que a presente mudança não implicará quaisquer alterações nos direitos conferidos às cotas, inclusive no que tange ao pagamento de rendimentos, os quais serão realizados normalmente na conta corrente previamente cadastrada por cada cotista”, informou a administradora do Fundo.

O comunicado ressaltou ainda que os cotistas detentores de cotas depositadas junto à central depositária continuarão a ser normalmente atendidos pelas suas respectivas corretoras, não havendo interrupção da negociação das cotas do Fundo.

FII: Confira os rendimentos divulgados

CNES11: R$ 0,290711344 por cota em 29/10

IFIX

Na sessão da quinta, 22, o IFIX fechou em queda de 0,06%, aos 2.826,99 pontos.

Em outubro, o índice acumula alta de 1,15%. No ano, a desvalorização é de 11,37%.