Radar FII: BTG Pactual comunica 1ª emissão do BTAL11, fundo de agronegócio

Regiane Medeiros
Economista formada pela UFSC. Produz conteúdo na área de mercado de capitais, finanças pessoais e atualidades.
1

O BTG Pactual, administrador do FII BTG Pactual Agro Logística (BTAL11), divulgou o prospecto preliminar referente a primeira emissão de cotas do Fundo, sob o regime de melhores esforços de colocação.

Conforme o prospecto, a oferta pública será inicialmente de 5 milhões de cotas, ao preço de R$100,00 cada, perfazendo o montante total de R$ 500 milhões.

No entanto, a oferta pode ser aumentada em virtude de lote adicional ou diminuída em função de distribuição parcial.

Aprenda a interpretar o cenário dos investimentos com leituras de 5 minutos. Conheça a EQI HOJE

A oferta será direcionada a todo tipo de investidor, com aplicação inicial mínima de 10 cotas, perfazendo um investimento de R$1.043,20 (já considerado o custo de distribuição unitária).

O Fundo tem por objeto o investimento preponderantemente no segmento logístico e industrial da cadeia do agronegócio e com a finalidade principal de produção, armazenagem e processamento de itens, tais como matérias-primas, insumos, produtos intermediários e finais da cadeia do agronegócio, e combustíveis, assim como no segmento de portos, principalmente em terminais de transbordo intermodal e retro área de portos, que gerem renda por meio da sua alienação, arrendamento ou locação, incluindo sua locação atípica.

De acordo com a visão do Gestor, trata-se de tese única de investimento voltada para atender as demandas de logística de um setor resiliente da economia brasileira.

A remuneração líquida anual projetada é de aproximadamente 8,1% a partir do segundo ano de vida do Fundo. No primeiro ano a remuneração líquida será de 5,6%.

O procedimento de alocação na B3 está previsto para 26 de janeiro.

Segundo o BTG, serão adquiridos até 14 ativos de diferentes tipos, localizados nas áreas de maior produção agrícola e ao longo das principais vias de escoamento do país: Malha Ferroviária Norte-Sul (que ligará o estado do Rio Grande do Sul até o Pará) e Corredor Fluvial do Rio Tapajós (localizado na Região Norte, com 843 km de extensão).

Os recursos da oferta serão utilizados pelo administrador na medida em que identifique e negocie ativos imobiliários para integrar o patrimônio do Fundo que obedeçam à sua política de investimentos.

RBIR11 e RSPD11 celebram aquisição de participação em SPE

O FII RB Capital desenvolvimento residencial IV (RBIR11) celebrou a aquisição de participação societária em sociedades de propósito específico (SPEs) para futuras incorporações imobiliárias nos bairros da Saúde e Jabaquara, todos na cidade de São Paulo, SP.

Os futuros empreendimentos compreenderão os projetos Tupinas, Ibituruna e General Camisão, que em conjunto, somam um investimento de R$ 16,33 milhões.

O FII RB Capital Desenvolvimento Residencial II (RSPD11) também participa do projeto e desembolsou o montante de R$ 20,93 milhões.

SHPH11 comunica alteração no horário de funcionamento

A Rio Bravo, administradora do FII Shopping Pátio Higienópolis (SHPH11), informou que, devido ao fato de São Paulo entrar na fase vermelha do plano de controle da expansão da pandemia de coronavírus, o Shopping Pátio Higienópolis alterou seu horário de funcionamento.

Assim sendo, a partir desta segunda (25) o shopping permanecerá aberto ao público em horário e capacidade reduzidos, de 12h às 20h. Já nos finais de semana dos dias 30 e 31 de janeiro e 06 e 07 de fevereiro e feriados, o Shopping permanecerá aberto somente para o funcionamento das operações essenciais: farmácias, clínica de atendimento na área de saúde e supermercados. As demais lojas estarão fechadas para o público.

A Rio Bravo informou que segue monitorando de perto os desdobramentos da situação, em conjunto com a administradora do Shopping.

IFIX

Na sessão da sexta-feira (22), o IFIX fechou o dia em queda de 0,27%, aos 2862,97 pontos.Em janeiro o índice acumula queda de 0,25%.