Radar destaca Eletrobras (ELET3 ELET6), BB (BBAS3) e GPA (PCAR3)

Felipe Moreira
Especialista em Mercado de Capitais e Derivativos pela PUC - Minas, com mais de 8 anos de vivência no mercado financeiro e de capitais. Certificações: CPA-10, CPA-20 e AAI. Apaixonado por educação financeira e investimentos.
1

No Radar Corporativo desta segunda-feira (22) destaque para balanços, dividendos, fusões e aquisições, emissões e troca de CEO.

A Eletrobras (ELET3 ELET6) lucrou R$ 1,27 bilhão no quarto trimestre, redução de 44% sobre igual período de 2019. Adicionalmente, informou a distribuição de R$ 1,5 bilhão em dividendos.

Balanços da semana: Cogna (COGN3), JBS (JBSS3) e Locaweb (LWSA3) 

B3 (B3SA3) informou que funcionará normalmente apesar da antecipação dos feriados em São Paulo. Dessa forma, funcionará nos dias 26/03/2021, 29/03/2021, 30/03/2021, 31/03/2021 e 01/04/2021.

Você sabia que algumas das maiores oportunidades de ganhos da bolsa estão nas Small Caps? Quer saber mais sobre essas ações e como investir? 

Enquanto isso, o GPA (PCAR3) comunicou que, diante da cisão do Assaí, Jorge Faiçal, atualmente o diretor responsável pelo negócio de multivarejo, assumiu a posição de diretor presidente do GPA.

Quer começar o dia bem-informado com as notícias que vão impactar o seu bolso? Clique aqui e assine a newsletter EQI HOJE!

Já no Banco do Brasil (BBAS3), segundo o jornal Valor Econômico, três conselheiros julgaram inadequado o nome de Fausto Ribeiro para assumir a instituição. Diretores e vice-presidentes já começaram a sinalizar que podem deixar o banco, acrescenta o Estadão.

Destaque ainda para JHSF (JHSF3), informando que sua subsidiária, JHSF Real Parque, concluiu captação R$ 260 milhões em debêntures.

Já a Log Commercial (LOGG3) aprovou a emissão de R$ 250 milhões em debêntures e o pagamento de R$ 33,2 milhões em dividendos.

Também anunciaram proventos a Unidas (LCAM3), com distribuição de juros sobre o capital próprio de R$ 44,5 milhões; Copasa (CSMG3) com pagamento de JCP no valor de R$ 64,8 milhões; e Even (EVEN3), com dividendos de R$ 116,8 milhões.

Por fim, a Hermes Pardini (PARD3) aprovou o pagamento de JCP no valor bruto de R$ 8,3 milhões e incorporou a Solução Laboratório de Análises Clínicas.

Veja agora a cobertura completa:

O que você verá neste artigo:

Balanços

Eletrobras (ELET6 ELET3) tem queda de 44% no lucro do 4º trimestre

A Eletrobras (ELET3 ELET6) registrou lucro líquido de R$ 1,27 bilhão no quarto trimestre de 2020, redução de 44% na comparação com igual período de 2019.

No ano, o lucro líquido somou R$ 6,34 bilhões, uma redução de 43,4% na comparação com 2019.

Dividendos

Serão distribuídos cerca de R$ 1,5 bilhão aos acionistas da Eletrobras, o equivalente a R$ 1,038 por ação preferencial e de R$ 0,943 por ação ordinária.

Farão jus aos proventos a base de acionistas no dia 31 de dezembro de 2020.

Eletronorte assina aditivo de CCB junto ao Bradesco (BBDC4)

A Eletrobras (ELET6 ELET3) informou ontem (19) que sua controlada Eletronorte firmou um aditivo à Cédula de Crédito Bancário junto ao Bradesco (BBDC4), no valor de R$ 1 bilhão.

O Aditivo altera o prazo de amortização de 12 para 48 meses, a partir de sua assinatura, ficando o seu vencimento para 19 de março de 2025, com redução da taxa de juros para o CDI mais 2,15% ao ano, pagamentos mensais e juros semestrais durante a carência de 12 meses.

Lupatech (LUPA3) reverte prejuízo e tem lucro de R$ 20,5 mi em 2020

A Lupatech (LUPA3) registrou lucro líquido de R$ 20,5 milhões em 2020, revertendo prejuízo líquido registrado em 2019.

A companhia reportou resultado líquido de R$ 137,39 milhões no quarto trimestre de 2020.

EMAE (EMAE4) tem alta de 114,4% no lucro em 2020

A EMAE (EMAE4) registrou lucro líquido de R$ 198.5 milhões em 2020, elevação de 114,4% na comparação com 2019.

O resultado financeiro foi positivo em R$ 127,9 milhões no ano passado, aumento de 43,9% em 2019.

GPC (GPCP3): lucro líquido cresce 28,6 vezes no 4TRI

A GPC (GPCP3) registrou lucro líquido de R$ 24,6 milhões no quarto trimestre de 2020. O valor representa crescimento de 28,6 vezes sobre o lucro do mesmo período de 2019.

No ano, o lucro líquido totalizou R$ 143,9 milhões, aumento de 551,4% na comparação ano a ano.

Cias abertas

B3 (B3SA3) funcionará apesar da antecipação de feriados em São Paulo

B3 (B3SA3) comunicou que funcionará normalmente apesar da antecipação dos feriados em São Paulo. A bolsa decidiu também manter as datas originais desses feriados.

Dessa forma, a B3 reforça que nos dias 26/03/2021, 29/03/2021, 30/03/2021, 31/03/2021 e 01/04/2021 haverá atividades de registro, negociação, depósito centralizado, compensação, liquidação e de infraestrutura para financiamento.

GPA (PCAR3): Jorge Faiçal assume a presidência após cisão do Assaí

O GPA (PCAR3) informou que, tendo em vista a conclusão da cisão do Assaí, Jorge Faiçal, atualmente o diretor responsável pelo negócio de multivarejo, assumiu a posição de diretor presidente do GPA.

Segundo o comunicado, Faiçal assume em substituição a Christophe Hidalgo, que ocupou o cargo interinamente e permanecerá no conselho de administração e comitês do GPA.

Cosan (CSAN3) vende sobra de ações

A Cosan (CSAN3) informou que foi vendida por meio do leilão realizado nesta sexta-feira (19) na B3 a totalidade das 27.449 ações ordinárias da Cosan SA.

Estas ações foram oriundas das frações remanescentes do processo de incorporação das ações da Cosan Logistica S.A. pela Cosan.

O resultado da venda do leilão, no valor total de R$ 2,572 bilhões, já líquido de taxas, será disponibilizado aos antigos acionistas da Cosan Logística S.A., titulares das frações, nas devidas proporções.

O pagamento será realizado até 26 de março de 2021.

Copel (CPLE6) protocola pedido de admissão de Units no Nível 2 da B3

A Copel (CPLE6) comunicou que protocolou o pedido de admissão das Units e, condicionado à liquidação da oferta, a migração ao Nível 2.

Ferbasa (FESA4) informa preço de ferro cromo

A Ferbasa (FESA4) informou que o preço de fornecimento regular do Ferro Cromo Alto Carbono (FeCr AC) para o mercado Europeu, referente ao 2º trimestre de 2021, foi publicado no valor de US$c 156 /lb.Cr. O valor representa  valorização de 32,8% sobre o preço divulgado para o trimestre anterior.

Tenda (TEND3) tem rating elevado pela S&P

A Tenda (TEND3) informou que a agência de riscos Standard & Poor’s (S&P) elevou o rating da companhia de brAA+ para brAAA, com perspectiva estável.

Conforme relatório da agência, o novo rating reflete a robustez das políticas financeiras da Tenda, apresentando sólida estrutura de capital com baixo nível de alavancagem e forte posição de liquidez, aliados à alta velocidade de vendas, geração positiva de caixa e grande capacidade de crescimento impulsionado pelo novo modelo de negócios off-site.

CCR (CCRO3) tem queda de 8,1% na semana

A CCR (CCRO3) informou que o tráfego nas rodovias administradas pela companhia caiu 8,1% entre os dias 12 a 18 de março de 2021 na comparação com o mesmo período de 2019.

No acumulado do ano, o tráfego 1,4% em ralação ao mesmo período do ano passado.

Natura (NTCO3) avança em projeto sustentável no Pará

O projeto desenvolvido há 12 anos pela Natura e pela Embrapa, o “SAF Dendê” vem demonstrando que é possível obter mais produtividade, regeneração do solo e rentabilidade aos produtores, com menos emissão de gases-estufa e evitando desmatamento, quando se mistura o plantio de dendezeiros a banana, açaí e cacau, além de mandioca, pimenta, ingá, bacaba e outras plantas comuns na Amazônia, segundo reportagem do Valor.

Banco do Brasil (BBAS3): Conselheiros julgam inadequado nome indicado para a presidência da estatal

Após entrevista Fausto Ribeiro, nome indicado pelo Ministério da Economia para a presidência do Banco do Brasil , três conselheiros do banco, o consideraram inadequado para o cargo, conforme informou o Valor.

De acordo com fontes ouvidas pelo Estadão, diretores e vice-presidentes já começaram a sinalizar que podem deixar a instituição. Os nomes ainda são mantidos em sigilo. Na vice-presidência são esperadas ao menos duas baixas, relata uma das fontes.

TIM (TIMS3) vai migrar 100% dos data centers para nuvem

A TIM (TIMS3) vai migrar 100% dos dois data centers que possui – em São Paulo e no Rio de Janeiro – para a infraestrutura da Oracle e da Microsoft. Tudo será processado e acessado remotamente. A notícia é do Valor.

De acordo com, o CEO da TIM, Pietro Labriola, a operação deve gerar uma economia de 25% de custos pela eficiência econômico-financeira dos serviços e um aumento de 35% na produtividade.

Ultrapar (UGPA3): Advent e Indorama miram em divisão de Oxiteno

O fundo de private equity Advent e o grupo asiático Indorama são apontados como potenciais compradores da
Oxiteno, divisão química do grupo Ultrapar (UGPA3), segundo reportagem do Valor.

Essa opera está avaliada em aproximadamente US$ 1,5 bilhão.

Ultrapar (UGPA3) renova conselho

A Ultrapar (UGPA3) vai mudar parte do conselho de administração da companhia. Um dos novos membros será Marcos Lutz, ex-presidente da Cosan. A chegada dele é vista no mercado como um passo importante para reestruturação da companhia.

Eldorado: Justiça suspende efeitos de sentença arbitral

A Justiça de São Paulo suspendeu os efeitos da sentença arbitral que permitiu à Paper Excellence (PE) seguir em frente com a compra do controle da produtora de celulose Eldorado Brasil, controlada pela J&F Investimentos. As informações são do Valor

A J&F decidiu seguir adiante com uma ação de pedido de anulação da sentença e obteve a tutela de urgência, paralisando o andamento da transação e o pagamento antecipado de dívidas da Eldorado pela PE, que venceu o litígio, com alguns credores.

Hidrovias do Brasil (HBSA3) vai expandir operações na região Norte

A Hidrovias do Brasil planeja a consolidar sua operação logística no Norte do país. A empresa, que já tem atuação forte no escoamento de grãos pela região, pretende expandir a infraestrutura atual, criar novas rotas e até mesmo
participar dos leilões da BR-163 e da Ferrogrão, com uma participação minoritária, para assegurar a competitividade do trajeto, segundo reportagem do Valor.

Embraer (EMBR3) pretende crescer de tamanho em três anos

Apesar da crise enfrentada pela Embraer, que combina os efeitos negativos da pandemia na aviação comercial e o fim da parceria com a Boeing. Segundo o presidente da companhia, Francisco Gomes Neto, nos próximos três ou quatro anos, a empresa terá condições de retomar o tamanho em receita que tinha antes da covid-19. E até se tornar
maior, nas palavras do executivo ao Valor.

C&A (CEAB3) cria programa para remunerar consumidora que divulga produtos da marca

A C&A (CEAB3) criou programa que remunera cliente que divulga produtos da empresa em suas contas digitais.

Elas têm a liberdade para fazer a curadoria dos produtos da marca e levá-los para os próprios canais digitais. Mesmo que seus amigos ou seguidores não comprem o que indicam, se já usarem o código fornecido ao fechar qualquer compra online na C&A, elas serão remuneradas com uma comissão que varia de 8% a 10% sobre o preço final do produto. As informações são do Estadão.

Proventos

Unidas (LCAM3) aprova dividendos

A Unidas (LCAM3) distribuirá juros sobre o capital próprio, no montante bruto total de R$ 44,5 milhões, equivalentes a R$ 0,0879922418 por ação.

Farão jus aos proventos os acionistas da Unidas em 24 de março deste ano. O pagamento será feito no dia 07 de abril de 2021.

Copasa (CSMG3) aprova R$ 64,8 mi em JCP

A Copasa (CSMG3) aprovou pagamento de juros sobre capital próprio, no valor de R$ 64,8 milhões, equivalente
a R$0,1710101176 por ação.

Farão jus aos JCP a base acionária do dia 24 de março de 2021.

Even (EVEN3) comunica dividendos no valor de R$ 116,8 mi

O conselho de administração da Even (EVEN3) aprovou a distribuição de dividendos no valor total de R$ 116,8 milhões. Caso a proposta seja aprovada pela assembleia geral ordinária, prevista para o dia 28 de abril de 2021, farão jus aos dividendos os acionistas titulares de ações da companhia na data da assembleia.

A administração propõe que os dividendos sejam pagos até o dia 28 de maio de 2021.

IPOs

Empiricus planeja IPO no próximo ano

A Empiricus pretende realizar oferta pública inicial de ações (IPO, na sigla em inglês) no primeiro semestre de 2022, conforme informou o jornal Valor.

Os recursos serão direcionados para pagamento da dívida contraída com o Santander, e para investimento pesado em tecnologia, incluindo o desenvolvimento de um super aplicativo voltado para as decisões de investimento dos clientes.

Segundo a nota, o objetivo é que o cliente possa acompanhar notícias, ter acesso à educação financeira, ver sua carteira de investimento de forma consolidada e eventualmente ter outros benefícios de empresas parceiras, como postos de combustíveis e aplicativos de delivery. E com isso, a Empiricus também ampliaria o alcance e a personalização de suas campanhas de marketing.

Fusões e aquisições

Hermes Pardini (PARD3) aprova incorporação de controlada

O laboratório Hermes Pardini (PARD3) informou a incorporação de sua subsidiária integral Solução Laboratório de Análises Clínicas.

A operação visa à simplificação de suas estruturas organizacionais e societárias, propiciando assim, redução dos custos administrativos e operacionais, além de integração dos negócios e na geração de sinergias daí decorrentes.

A companhia também aprovou o pagamento de juros sobre o capital próprio no valor bruto total de R$ 8,3 milhões, equivalentes a R$0,06601271861 por ação.

O pagamento do JCP será realizado no dia 05 de abril de 2021. Farão jus ao pagamento os acionistas constantes da base acionária do Hermes Pardini em 24 de março de 2021.

SulAmérica (SULA11) compra carteira de plano de saúde

A SulAmérica (SULA11) informou que sua controlada Paraná Clínicas assinou nesta sexta-feira (19) com a Santa Casa de Misericórdia de Ponta Grossa, no Paraná, contrato para aquisição de carteira de planos privados de assistência à saúde pelo preço base de R$ 14,4 milhões.

A transação visa reforçar a posição e relevância da SulAmérica no estado do Paraná e no Sul do Brasil.

Movida (MOVI3) adquire Vox Frotas

A Movida informou na sexta-feira a compra da totalidade de ações de emissão da Vox Frotas Locadora.

Atualmente a Vox possui uma frota de aproximadamente 1,8 mil veículos. Após os ajustes realizados, o enterprise value da Vox foi de R$ 89 milhões.

Linx (LINX3): Cade aprova combinação de negócios com a Stone

A Linx (LINX3) informou que o Cade aprovou sem restrições a combinação de negócios com a Stone. A operação se dará por meio da incorporação da Stone pela Linx.

Emissões e dívidas

JHSF (JHSF3) emite debêntures

A JHSF (JHSF3) informou que a subsidiária, JHSF Real Parque, concluiu a captação da 1ª emissão de debêntures simples, não conversíveis em ações, em duas séries, no montante total de R$260 milhões.

Os títulos têm remuneração anual equivalente a 100% do CDI+2,15%, pelo prazo total de 5 anos.

Os recursos dessa captação serão usados pela Emissora no desenvolvimento de empreendimento localizada na Cidade de São Paulo, em terreno que faz parte do seu “landbank” e está localizado no Entorno do Cidade Jardim.

Log Commercial (LOGG3) aprova debêntures e dividendos

A Log Commercial (LOGG3) aprovou a 18 ª emissão de debêntures em série única, no valor de R$ 250 milhões.

A companhia aprovou o dividendos de R$ 0,32542770814 por ação. O pagamento total de dividendos no montante de R$ 33,2 milhões.

Log aprova oferta de ações

A Log Commercial informou que foi aprovada a realização de oferta pública de distribuição primária de, inicialmente, 16 milhões de ações ordinárias.

Considerando a cotação de fechamento das ações ordinárias de emissão da companhia na B3, em 19 de março de 2021, de R$ 31,34 por ação, valor este meramente indicativo, podendo variar para mais ou para menos, conforme a conclusão do procedimento de bookbuilding. Com base neste preço indicativo, o montante total da oferta restrita seria R$ 501,4 milhões.

Corsan emite debêntures

A Companhia Riograndense de Saneamento (Corsan) informou que ocorreu a liquidação financeira de sua oferta pública com esforços restritos de debêntures simples, não conversíveis em ações, no valor total de  R$ 600 milhões.

Mudança Acionária

Valid (VLID3) informa alteração acionária

A Valid (VLID3) informou que Cape Ann Asset Management Limited atingiu participação de 10,07% no capital da empresa.

(Com Marco Antonio Lopes, Claudia Zucare, Rodrigo Petry e Redação)

Atingir um patrimônio de R$ 100 mil é para poucos, o que amplia o desafio de busca pelas melhores aplicações para multiplicá-lo.