Radar: PETR4 fecha contratos com BRKM5; JHSF3 e PRIO3 aumentam capital

Cláudia Zucare Boscoli
Jornalista formada pela Cásper Líbero, com pós-graduação em Jornalismo Econômico pela PUC-SP, especialização em Marketing Digital pela FGV e extensão em Jornalismo Social pela Universidade de Navarra (Espanha), com passagens por IstoÉ Online, Diário de S. Paulo, O Estado de S. Paulo e Editora Abril.
1

O Radar corporativo desta terça-feira (5) destaca que Braskem (BRKM5) e Petrobras (PETR3 PETR4) assinaram contratos de R$ 7,6 bilhões para fornecimento de insumos, com duração de cinco anos.

JHSF (JHSF3) e Petro Rio (PRIO3) aprovaram aumento de capital.

Praticidade e precisão, saiba quais melhores investimentos e como melhorar rentabilidade de suas ações

A Klabin (KLBN11) aprovou a incorporação da Riohold Papel e Celulose.

A Gol (GOLL4) anunciou um acordo de interline com a Asta Linhas Aéreas, abrindo caminho para o codeshare.

A Ânima (ANIM3) prorrogou a opção de compra da Unisul.

EDP Brasil (ENBR3) deve ter mudança no comando em breve, com a saída do presidente Miguel Setas.

Rede D’Or São Luiz (RDOR3), Dasa (DASA3) e demais empresas do setor de saúde devem seguir com aquisições em 2021.

A Sanepar (SAPR4) enfrenta a seca no Paraná e também problemas regulatórios e reajustes tarifários abaixo do esperado.

PicPay se prepara para entrar na fila de IPOs da bolsa. Veja mais destaques.

Petrobras (PETR4) fecha contrato com a Braskem

A Braskem (BRKM5) e a Petrobras (PETR3 PETR4) assinaram contratos avaliados em R$ 7,6 bilhões. Os acordos têm duração de cinco anos.

A maior parcela do contratos, avaliada em R$ 7,4 bilhões, refere-se à venda, pela Petrobras à Braskem, de etano e propano.

Enquanto a Petrobras comprará R$ 200 milhões em hidrogênio da Braskem, o equivalente a 5,2 mil toneladas por ano.

JHSF (JHSF3) aprova aumento de capital

A JHSF (JHSF3) aprovou a emissão de 1.413.712 ações, perfazendo o valor total de aumento de capital de R$ 5,766 milhões.

O capital social da companhia passará de R$ 1,860 bilhão, dividido em 687.610.641 ações ordinárias, para R$ 1,865 bilhão, dividido em 689.024.353 ações ordinárias.

O percentual de diluição potencial resultante da emissão é de 0,205598%.

Conselho da Petro Rio (PRIO3) aprova aumento de capital

A Petro Rio (PRIO3) aprovou a ratificação da conversão de 1,499 milhão de ações ordinárias da companhia e a decorrente homologação do aumento do capital social para R$ 3,463 bilhões, que passou a ser dividido em 144.685.660 ações ordinárias.

Klabin (KLBN11) anuncia incorporação da Riohold

A Klabin (KLBN11) aprovou nesta segunda-feira (4) a incorporação da Riohold Papel e Celulose. O valor da transação foi de R$ 344,445 milhões.

BRM5: ANM suspende medidas para fechamento de minas

A Braskem (BRKM5) anunciou que obteve êxito ao suspender medidas adicionais determinadas pela Agência Nacional de Mineração (ANM) para fechamento de minas instáveis de extração de sal em Maceió (AL). As novas medidas teriam um custo adicional de R$ 3 bilhões à petroquímica.

Conforme a Braskem, a suspensão do ofício da ANM ocorreu após o pedido de reconsideração elaborado pela companhia e será válida até a avaliação final dos argumentos técnicos apresentados.

Em novembro, a Braskem havia estimado R$ 3 bilhões em custos e despesas adicionais para a implementação de medidas cobradas pela ANM que incluíam o fechamento de minas e o preenchimento com material sólido de determinados poços adicionais de extração de sal.

IGB Eletrônica (IGBR3) convoca assembleia

A IGB Eletrônica (IGBR3) convocou assembleia para a aprovação da cisão parcial da companhia no valor total de R$ 1,00, com a versão da parcela cindida de seu patrimônio para uma nova sociedade por ações, a ser constituída em decorrência da referida cisão parcial, sob a denominação de RJS.

A Cisão é o primeiro passo da operação societária que culminará na constituição e alienação da RJS.

A alienação da RJS deverá ocorrer pelo preço mínimo de R$ 120 milhões, a ser pago em uma única parcela.

De acordo com a IGB, não existem riscos, visto que os acionistas da companhia receberão ações da RJS proporcionalmente às atualmente detidas na empresa.

Sanasa elege novo Diretor Presidente

A Sociedade de Abastecimento de Água e Saneamentos (Sanasa Campinas) elegeu Manuelito Pereira Magalhães Júnior como Diretor Presidente da companhia.

Simpar (SIMH3) avalia emissão de dívida no mercado externo

A Simpar (SIMH3) informou que sua subsidiária Simpar Europe está avaliando a viabilidade de realização de uma nova emissão de títulos de dívida no mercado internacional.

Conforme a empresa, o objetivo é dar continuidade ao processo de alongamento dos prazos de vencimento de seu endividamento.

M. Dias Branco (MDIA3) e JBS (JBSS3) fazem parte do ICO2

A M. Dias Branco (MDIA3) e JBS (JBSS3) foram selecionadas para compor a carteira do Índice Carbono Eficiente (ICO2 B3).

A nova carteira, terá vigência de 4 de janeiro de 2021 a 30 de abril de 2021. A carteira é rebalanceada a cada quatro meses, seguindo as atualizações do IBrX 100.

O ICO2 é composto por ações de empresas participantes do IBrX100, que aceitam assumir práticas transparentes em relação às suas emissões de gases estufa (GEE), afirmando a preocupação com o aquecimento global

Cemig (CMIG4): assembleia em 30 de abril

A Cemig (CMIG4) informou que assembleia para aprovação do resultado de 2020 está prevista para 30 de abril de 2021.

Gol (GOLL4) fecha acordo com Asta e avança no Centro-oeste

A Gol (GOLL4) anunciou na segunda-feira (4) um acordo de interline com a Asta Linhas Aéreas, empresa baseada em Cuiabá.

Um acordo interline é um passo antes do codeshare e traz comodidades ao passageiro. Por exemplo, fazer um único check-in e despachar bagagem da origem até o destino final, mesmo com conexões na viagem.

Conforme a companhia, a parceria traz quatro novos destinos à sua malha. Juína (JIA), Tangará da Serra (TGQ), Lucas do Rio Verde (LVR) e Nova Mutum (DNM). As cidades do estado de Mato Grosso já estão disponíveis para voos, com datas a partir de 15 de fevereiro. A única exceção é Nova Mutum, cujas vendas devem se iniciar nos próximos dias. As rotas estão conectadas à malha da Gol via Cuiabá.

“Estes destinos no interior mato-grossense reforçam o compromisso da Gol, que acredita na expansão regional e sub-regional e no processo de democratização do acesso ao transporte aéreo no País”, afirmou a Gol, em nota.

De acordo com a empresa, os voos serão operados pela Asta com aeronaves Cessna Grand Caravan, com capacidade para até nove passageiros.

O movimento da Gol no mercado chega levemente atrasado. A Azul (AZUL4), em agosto, lançou a Azul Conecta. A subsidiária é o braço de aviação regional fruto da aquisição da TwoFlex, fechada em janeiro, por R$ 123 milhões. Anteriormente, a Two Flex era parceria da Gol na aviação regional.

Ânima (ANIM3) prorroga opção de compra da Unisul

A Ânima (ANIM3) comunica prorrogação do prazo para exercício de opção de compra da Unisul.

Setor de saúde: RDOR3 e DASA3 devem seguir com aquisições

O setor de saúde deve seguir em 2021 com importantes fusões e aquisições. Segundo o Valor, a Rede D’Or (RDOR3) tem R$ 8 bilhões em caixa para este propósito. E a Dasa (DASA3) deve realizar uma nova oferta de ações de pelo menos R$ 4 bilhões para levantar caixa.

Ano passado, as companhias do setor investiram entre R$ 8 bilhões e R$ 10 bilhões em aquisições.

EDP Brasil (ENBR3) deve ter mudança no comando

Segundo o Valor, Miguel Setas deve deixar a presidência da subsidiária da EDP para assumir novas funções na matriz portuguesa. O provável substituto é João Marques da Cruz, membro do conselho executivo.

SAPR4 enfrenta problemas regulatórios

A Sanepar (SAPR4) enfrenta a seca no Paraná e também problemas regulatórios e reajustes tarifários abaixo do esperado, informa o Valor.

A Agência Reguladora de Serviços Públicos Delegados do Paraná (Agepar) definiu um reajuste de 5,11236% para a empresa. A proposta da Sanepar era de reajuste de mais de 9%.

Para acionistas, a avaliação é que as incertezas regulatórias no Paraná preocupam muito mais do que a situação hídrica do Estado.

Neogrid (NGRD3): gestora reduz participação

A gestora americana Grandeur Peak reduziu participação de 5,23% para 4,85% na Neogrid.

TPIS3 rescinde contrato com afiliada da BlackRock

A Triunfo (TPIS3) anuncia que foi rescindido o contrato de venda da Tijoá e CSE para afiliada do fundo BlackRock. Segundo a empresa, o prazo de validade previsto no contrato foi alcançado sem que todas as condições de fechamento tenham sido cumpridas.

Varejo calçadista deve se recuperar no ano

O varejo calçadista tende a se recuperar em 2021. É o que aponta a Iemi Inteligência de Mercado. Ela estima crescimento de 23,8% no varejo de calçados em volume, para 823 milhões de pares, e aumento de 25% em valor nominal, para R$ 55,5 bilhões. Em 2020, o segmento teve queda de 20,8% em volume e de 20,2% em valor, informa o Valor.

PicPay se prepara para abrir capital

Segundo a coluna Broadcast do Estadão, a carteira digital PicPay se prepara para entrar na lista das empresas de tecnologia que devem abrir capital em 2021. Durante a pandemia, a fintech foi de 20 milhões para 36 milhões de usuários.

Casan (CASN3) encerra período referente a aumento de capital social

A Casan (CASN3) avisa aos acionistas que em 22 de dezembro foi encerrado o período de exercício do direito de preferência dos acionistas referente ao aumento de capital social da companhia.

De acordo com a empresa, durante o período, foram subscritas 39.887.032 ações, totalizando o valor de R$ 46,9 milhões. O montante sinaliza, aproximadamente, 81% do aumento de capital máximo aprovado.

A Casan ainda destaca que foi atingido o valor de subscrição mínima, apontado no primeiro aviso aos acionistas. Portanto, não haverá cancelamento do aumento de capital. O Conselho de Administração vai homologar o aumento após o término de período de sobras de rateio.

A&T (AZEV4) anuncia redução de participação da Lagro

A Azevedo & Travassos (AZEV4) divulga ao mercado que a Lagro reduziu sua participação no capital social da companhia, por conta da homologação do aumento de capital. Atualmente, a LAGRO possui 5,67% de ações ordinárias e 6,19% ações preferenciais. No total, a Lagro possui 6% do atual capital social da A&T.

Rossi (RSID3) tem alteração acionária relevante

A Rossi Residencial (RSID3) recebeu de seu acionista, BTG Pactual, comunicado informando que sua participação acionária na Companhia atingiu 2.524.402 ações ordinárias.

Com isso o BTG passa a deter 14,72% do total de ações da Rossi.

Isa Cteep (TRPL4) obtém licença ambiental para subestação em SC

A CTEEP (TRPL4) obteve em 30 de dezembro de 2020 a licença de instalação, emitida pelo Instituto do Meio Ambiente de Santa Catarina (IMA), para a subestação Ratones e equipamentos das zonas de transição da subsidiária IE Biguaçu.

A Companhia comunicou que com a obtenção da licença, as obras da subestação Ratones já podem ser iniciadas. Já o processo de licenciamento da linha de transmissão da IE Biguaçu está em andamento.

O investimento é de R$ 641milhões e a receita anual permitida é de R$ 42milhões no ciclo 2020-2021.

O prazo estipulado pela ANEEL para energização é setembro de 2023.

Neoenergia (NEOE3) aprova captações para controladas

A diretoria executiva da Neoenergia (NEOE3) aprovou a outorga de garantia para captações de suas controladas.

Desse modo, para Cosern foi estabelecido um valor de até R$ 100 milhões. Já para a Celpe, R$ 200 milhões e para Coelba, até R$ R$ 200 milhões.

A deliberação sobre a captação de capital de giro segue agora para os órgãos da administração das empresas envolvidas.

BMG (BMGB4) anuncia rerratificação de JCP

O conselho de administração do BMG (BMGB4) decidiu rerratificar o valor dos juros sobre o capital próprio (JCP) por ação ordinária e preferencial da Companhia.

Assim sendo, o valor que antes era de R$ 0,1221 passou para R$ 0,12289880655 por ação.

Conforme publicado anteriormente, o valor bruto total destinado ao pagamento de JCP soma o montante de R$ 85 milhões.

De acordo com a Companhia, o pagamento aos acionistas será efetuado até o dia 30 de abril de 2021, com base na posição acionária de 29 de dezembro de 2020.

Via Varejo (VVAR3) aumenta vendas em 20% no Natal de 2020

As vendas de Natal da Via Varejo (VVAR3) em 2020 foram 20,2% maiores do que em 2019. Os dados preliminares apresentados pela empresa são do GMV (Gross Merchandise Volume – volume bruto de mercadorias) de 19 a 25 de dezembro.

O crescimento foi impulsionado, segundo a Via Varejo, pelas vendas do e-commerce (1P+3P). Assim, o segmento teve evolução de 125,2% no comparativo entre 2020 e 2019 considerando 19 a 25 de dezembro.

Segundo a Via Varejo, os dados são preliminares e não-auditados. Eles estão sujeitos a ajustes relacionados à receita de crediário, frete e montagem, bem como outros serviços.

A participação do vendedor online (me chama no Zap) foi de 24% das vendas do e-commerce no período. Ou seja, valor maior do que o trimestre anterior, que foi de 16%.

Por fim, com base nos dados informados pelo site Compre & Confie, a Via Varejo ganhou cerca de 3,0 p.p. de participação de mercado no e-commerce no Natal 2020. “Vale destacar que esta performance foi alcançada de forma saudável do ponto de vista de crédito e margens”, diz a empresa.

B3 (B3SA3) divulga a 11ª carteira do Índice Carbono Eficiente 

A B3 (B3SA3) anunciou a 11ª carteira do Índice Carbono Eficiente (ICO2 B3), que vigora desta segunda (4) até 30 de abril de 2021.

Essa é a primeira carteira a contemplar empresas pertencentes ao IBrX 100 que apresentaram formalmente seus inventários de emissões de gases de efeito estufa à B3 em 2020.

Até então, eram convidadas apenas as empresas que faziam parte do IBrX 50, ou seja, as detentoras das 50 ações mais negociadas da bolsa.

A nova carteira do ICO2 B3 reúne 62 ações de 58 companhias pertencentes a 22 setores.

A cada 4 meses a carteira pode ter mudanças, para contemplar apenas ações que estão entre as 100 mais negociadas.

Money Week 5ª Edição

5 Dias de Evento | 70 Autoridades do Mercado Financeiro | 20 Horas de Conteúdo